Conheça as suas gorduras

Em 2015 eu escrevi dois artigos sobre a composição centesimal (ou seja, o teor de carboidratos, proteínas e gorduras) e o perfil lipídico (ou seja, teor de gorduras saturadas, mono e poliinsaturadas) de sementes e de oleaginosas. A idéia era instruir os leitores para melhorar a escolha informada: é sabendo o que estamos comendo, que podemos trabalhar para que melhore.

Pois bem, alguns meses atrás eu publiquei um outro artigo sobre schmaltz (gordura de aves) e um leitor quis saber mais sobre a composição desta – porque comentei que a gordura de frango é líquida à temperatura ambiente, e portanto deve ter um teor elevado de ácidos graxos monoinsaturados.

O que percebi foi que no inconsciente coletivo, entendemos que gordura animal é sempre saturada – mas isso está longe da verdade... E resolvi planilhar para ter uma idéia mais clara :-)

Então aí vai: o teor de ácidos graxos que compõe as gorduras mais comuns do cardápio paleo.


Algumas observações:
  1. O que é mostrado aqui é o percentual de ácidos graxos na gordura, e não o percentual de gordura no alimento. No caso dos óleos puros, é até desnecessário dizer... Mas no caso da manteiga e do creme de leite, precisamos lembrar que não são gorduras puras: ambos contêm quantidades de proteína e mesmo de carboidratos. Então a manteiga ter "63% de gordura saturada" não quer dizer que "63% do peso da manteiga é gordura saturada" - e sim que "do total de gordura da manteiga, 63% são saturadas".
  2. Como era de se esperar, a composição das gorduras do creme de leite e da manteiga são muito parecidas - afinal, ambos são extraídos da mesma matéria-prima: o leite.


Referências

Que tal fazer parte da lista de emails do Paleodiário e receber uma versão em alta resolução da Tabela Periódica de Alimentos Paleo?

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores