3 anos e 1233 posts depois…

167

Caramba, o tempo voa mesmo! No dia 25/09/2013, publiquei o meu primeiro artigo no Paleodiário. Era um apanhado do que havia mudado na minha vida nos últimos 6 meses – sim, em setembro/13 eu já tinha 6 meses de dieta e tinha emagrecido aproximadamente 15kg sem fazer exercícios.
De lá para cá, tanta coisa mudou na minha vida que é até difícil descrever – mas os principais são fáceis de relembrar: ganhei um filho novo; vi a minha filha deixar de ser um bebê e tornar-se uma linda menina; ganhei saúde, e vi muitos parentes, amigos, colegas de trabalho e desconhecidos ganharem também. Ainda é até desconcertante receber um email com “agradecimentos por uma vida nova”, de alguém que nunca vi. Outro dia me reconheceram na rua 😀
É essa sensação gratificante que faz cada madrugada perdida com traduções e estudos valer a pena!
Para o próximo ano de blog, pretendo mudar algumas coisas por aqui. 
A primeira delas é adotar a prática dos auto-testes: no passado, fiz muito disso. Uma semana só comendo carne e ovo. Dois meses de dieta do guerreiro. São experimentos bacanas, que levam ao auto-conhecimento. Eu não passei 7 dias a carne, ovo e água porque isso é necessário para a dieta. Não é, e não estou dizendo a ninguém para me imitar. Mas quis saber o que aconteceria comigo. 
Outra coisa que muita gente tem me cobrado é a produção de “lives”, seja via Facebook, Periscope ou SnapChat. Algo que me permita conversar periodicamente com as pessoas que acompanham o blog, de maneira a saber o que as interessa dentro da paleosfera – e assim prestar um serviço melhor!
Para hoje, tenho duas novidades: a primeira é que decidi criar um pacote de informação para ajudar quem quer encarar a jornada de uma dieta paleo/low-carb. A idéia é que fosse algo que pudesse atender tanto iniciantes quanto o pessoal já calejado, então juntei todas as obras que já tinha produzido, acrescentei uns bônus bacanas e publiquei o “Manual para a jornada”. Clique na imagem abaixo para conhecer!

A segunda novidade é que vou iniciar hoje, 25/09/2016, um novo auto-experimento: um jejum de 5 dias, mantendo a minha rotina de cuidados com a casa, esposa e filhos, trabalho, caminhadas (algo entre 3 e 6km/dia) e passeio com o cachorro. 
Vou relatar diariamente os resultados, com medidas (peso, pescoço e cintura – o que me permite estimar grosseiramente o percentual de gordura) e impressões sobre o desempenho. Vai ser de longe o meu jejum mais longo (nunca passei de 36h). Vejamos se consigo chegar ao fim do prazo combinado! E de novo: jejum intermitente não é necessário à dieta paleo. Mas é uma ferramenta muito boa e muito menos sofrida do que a sabedoria convencional nos faz pensar.
E é isso! Feliz aniversário para o blog, e obrigado a todo mundo que ajuda nas traduções e que vem aqui diariamente prestigiar o trabalho.
Segue o barco, e me passem o bacon!

Recomendado para você: