9 coisas sobre perda de cabelo em mulheres

28
9 coisas sobre perda de cabelo em mulheres
5 (100%) 1 voto[s]

 
Female Hair LossEste post está muito atrasado. É uma continuação para o meu post de 2013 sobre perda de cabelo, que é um dos posts mais populares no meu blog. Um grande “obrigada” a todas que comentaram lá e compartilharam suas histórias de perda de cabelo.
 
Como eu tenho certeza que você entende, não há um tratamento que irá funcionar para todas. Para encontrar a sua solução de perda de cabelo, você vai ter que fazer um pouco de trabalho de detetive.
 
Aqui está o que você precisa saber.

1. Culpe o seu controle de natalidade

Controle de natalidade hormonal é uma causa comum de perda de cabelo na mulher. O problema são androgênicos progestágenos (tipo-masculino), como o levonorgestrel, que encolhem (miniaturizam) seus folículos pilosos. É um processo lento. Você pode tomar pílula por muitos meses – até anos – até você começa a notar a perda de cabelo. A solução do seu médico é a de mudar para uma pílula com uma progestina diferente, como a drospirenona, mas esses progestágenos têm seus próprios problemas.

Eles causam depressão e coágulos de sangue, e eles também impedem a ovulação, que é tudo o que você precisa para ter cabelo saudável.
Para obter mais informações sobre controle de natalidade androgênicos, por favor leia meu último post: 4 Causas de Excesso de Androgênio.

 

2. Você precisa de estrogênio e progesterona, então você precisa ovular

Como eu explico no meu livro “Period Repair Manual” (Em tradução livre: Manual para Reparar a Menstruação), seu cabelo ama estrogênio e progesterona. A única maneira de produzir esses hormônios é ovular. A única maneira de ovular é parar de tomar a pílula.
 
Eu não tenho a menor dúvida de que a interrupção da pílula é a melhor estratégia para o seu cabelo, no longo prazo. No entanto, ele pode piorar temporariamente o seu cabelo, no curto prazo, por abstinência do estrógeno sintético em seus folículos pilosos. A perda de cabelo deve melhorar após alguns meses da retirada da pílula, desde que você comece a ovular. Se você não começar a ovular, então precisa encontrar uma maneira de fazê-lo. Para idéias de tratamento, por favor consulte o meu post Ode à ovulação.
 

3. Você tem que esperar três meses

As raízes do seu cabelo (folículos pilosos) são cápsulas do tempo. Seu cabelo de hoje é o resultado de algo que aconteceu meses atrás. Tem tudo a ver com a fase telógena (repouso) do seu cabelo, que dura de 2 a 6 meses. A fase telógena é como uma sala de espera. Uma vez que um problema hormonal faz com que seu cabelo entrasse na fase telógena, ele vai manifestar-se de 2 a 6 meses mais tarde.

Não há nada que você possa fazer para impedi-lo. Da mesma forma, uma vez que você corrigir o seu equilíbrio hormonal, você ainda vai ter de suportar a perda de todos os cabelos na “fila” da fase telógena. Mesmo com o melhor tratamento, você vai ter que esperar de 2 a 6 meses para ver melhoras.
 
Seja paciente. Fique firme com um tratamento durante pelo menos 6 meses antes de tentar algo diferente.
 

4. Você pode ter que diminuir os andrógenos

Os andrógenos são hormônios como a testosterona, androstenediona e DHT. É normal produzir alguns andrógenos. Você precisa deles para o humor, libido e saúde óssea. Se você produzir muitos andrógenos, eles farão com que você tenha perda de cabelo que ocorre em toda a sua cabeça, mas é pior nas têmporas.

Peça ao seu médico para testar seus andrógenos. Se eles estiverem altos,  isso provavelmente significa que você tem uma condição chamada índrome do ovário policístico (SOP). Para obter mais informações, consulte os meus posts: Causas do excesso de androgênio em Mulheres e Tratamento para 4 tipos de SOP.

 

5. Você pode ter que frear a inflamação

E se você tem o padrão de perda de cabelo andrógeno (têmporas), mas na realidade não tem altos níveis de androgênios no exame de sangue? Isso é chamado de alopécia androgênica ou androgenética. Significa simplesmente que seus folículos pilosos são “excessivamente sensíveis” aos andrógenos, por algum motivo. Esse “algum motivo” provavelmente é a pílula (discutido acima), mas também pode ser inflamação crônica. A inflamação hiperssensibiliza seus folículos pilosos para uma quantidade normal de andrógeno.
 
Reduza a inflamação evitando sensibilidades alimentares, tais como trigo e/ou laticínios, e corrigindo a permeabilidade intestinal.
 

6. Você pode ter que tratar sua tireóide

Seus folículos pilosos são extremamente sensíveis ao hormônio da tireóide – seja muito ou pouco. Não siga com o seu plano de tratamento até que tenha excluído a doença da tireóide. Peça ao seu médico para testar “anticorpos da tireóide”, que são o marcador para a doença auto-imune da tireóide, que é o tipo mais comum de doença da tireóide. Veja o meu post de tiróide para idéias de tratamento e fique atento para mais posts (talvez um livro?) sobre tireóide.

7. Não fique muito low-carb

Sim, por favor, corte açúcar e trigo, mas pense com muito cuidado antes de cortar outros amidos. Como eu explico no meu post sobre carboidratos gentis, amidos como arroz e batata, são bons para a maioria das mulheres. Amidos dão suporte ao seu sistema hormonal, incluindo a sua tireóide, adrenais e hormônios femininos. Sem amido adequado, seu hipotálamo vai pensar que você está morrendo de fome, e pode decidir parar sua menstruação – reduzindo assim o seubenéfico  estrogênio e progesterona.

8. Provavelmente suplemente zinco

Seu cabelo ama prá valer o zinco. O zinco está envolvido em cada parte de sua história de perda de cabelo. Ele reduz a inflamação, promove a ovulação e reduz os androgênios. O zinco também estimula diretamente o crescimento do cabelo. 
 
A pílula anticoncepcional esgota o seu zinco, de modo que é mais um motivo para parar com ela. Melhores fontes alimentares de zinco são carne vermelha, sementes de abóbora e ostras. Você também pode querer suplementar. Eu recomendo 25mg por dia após as refeições.

9. Peça a seu médico para testar seu ferro

Seja qual for a sua causa de perda de cabelo (pílula, SOP, tireóide), sendo deficiente de ferro ela fica pior. Isso porque seus folículos pilosos exigem muito ferro (porque eles crescem rápido). 
 
Peça ao seu médico para pedir um teste chamado “estudos de ferro”. Sua ferritina (reservas de ferro) deve ser pelo menos 50ng/mL. Se for menor do que isso, então tome 25mg de um ferro suave como bisglicinato de ferro.
 
Artigo de Lara Briden, traduzido por Juliana Whately. O original está aqui.

Recomendado para você: