Estimando visualmente o percentual de gordura

73
Avalie essa postagem

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.
por Craig

Todo mundo tem um distribuição de gordura corporal diferente, então eu tentei encontrar algumas figuras de pessoas diferentes em cada faixa. A quantidade de massa magra que você tem tem um papel enorme em determinar a sua aparência. Alguém com mais músculos pode aparentar ter percentual de gordura mais alto, quando a definição dos músculos não é clara.
A quantidade de veias que podem ser vistas no corpo é conhecida como “vascularização”, e reduz-se à medida que a gordura corporal aumenta. A definição muscular funciona da mesma maneira – tipicamente sendo mais alta quando se tem pouca gordura corporal.
À medida que os homens ganham gordura, ela tipicamente começa a acumular-se na barriga. À medida que ela aumenta, começa a formar-se por todo o corpo – mas continua principalmente na barriga.
Mulheres tipicamente vêem a gordura aparecer nos quadris e coxas – mas algumas mulheres experienciam quantidades perceptíveis de gordura em suas barrigas, mesmo com baixo percentual de gordura corporal.

Homens

De 5 a 9%
Esse percentual de gordura não é sustentável para a maioria dos homens. Nesse nível, todos os seus músculos terão definição perceptível, e vascularização clara na maioria deles. Haverá uma distinção clara entre cada músculo. Mesmo os abdominais terão vascularização, o que mostra sinais de um percentual de gordura muito baixo.
De 10 a 14%
Essa é a faixa que a maioria dos homens deseja, para ter o clássico “corpo de praia”. Vai haver distinção entre os músculos, mas não em todos. Veias só serão obviamente aparentes nos braços e às vezes, pernas.
De 15 a 19%
Essa é uma aparência mais esguia, com menos músculos e vascularização. A definição dos músculos diminui e não há uma separação clara entre eles. A maior parte da vascularização foi perdida, mas algumas veias ainda podem ser vistas nos braços.

De 20 a 24%
É a faixa mais comum para os homens, na qual a separação entre músculos começa a desaparecer. Quase não há estriações ou vascularização em qualquer grupo muscular. Tipicamente vai haver um pouco de gordura na barriga, mas ela não será arredondada.
De 25 a 29%
Qualquer faixa acima disso é considerada obesidade na maioria dos homens. A circunferência da cintura começa a aumentar e a barriga mostra-se arredondada. Pode haver um pouco de gordura no pescoço, mas a maioria dos homens ganha peso na barriga primeiro. Não há separação de músculos e as veias tipicamente não aparecem.
De 30 a 34%
A gordura começa a se distribuir pelo corpo, e a cintura parece grande em relação ao quadril. A barriga será perceptivelmente mais redonda e um queixo duplo começa a se formar.
De 35 a 39%
A barriga começa a ganhar mais e mais gordura, e usualmente tem mais de 40 polegadas (101cm). Há protrusão clara, e a barriga fica “pendurada”
40% e acima
As atividades do dia-a-dia ficam difíceis de serem executadas, e é aqui que o nível de gordura corporal aproxima-se da obesidade mórbida. A barriga continua a crecer e o peito ganha gordura.

Mulheres


De 10 a 14%
Mulheres tem mais gordura no tecido das mamas, cintura e coxas. A gordura corporal essencial para uma mulher é 8%, enquanto para um homem é de apenas 2%. É nessa faixa que você geralmente vê fisiculturistas, e não é saudável mantê-la consistentemente. Os músculos são claramente definidos e separados, e a vascularização é perceptível no corpo inteiro. Quanto menos vascularização, mais distante da faixa dos 10%.
De 15 a 19%
Os quadris, coxas e nádegas geralmente têm menos forma por causa da falta de gordura corporal. Muitas modelos fitness estão geralmente nessa faixa, na qual ainda há definição clara dos músculos. A vascularização aparece geralmente apenas nos braços e um pouco nas pernas, e ainda há separação entre músculos.
De 20 a 24%
A separação entre músculos, bem como a definição deles, torna-se menos aparente. Essa é a faixa na qual a maioria das atletas está, e é considerada altamente condicionada. Há alguma definição nos abdominais, mas geralmente os braços e pernas começam a perder definição muscular.
De 25 a 29%
É nessa faixa que a maioria das mulheres cai, não sendo nem magra demais e nem sobrepesadas. As curvas começam a formar-se nos quadris, pois há mais gordura corporal nas coxas e nádegas.
De 30 a  34%
À medida que as mulheres começam a ganhar peso, ao invés dele ir para a barriga, começa a surgir nos quadris, coxas e nádegas. Nessa faixa, nádegas e coxas serão mais arredondadas e pronunciadas.
De 35 a 39%
Nesse nível de gordura corporal, o rosto e pescoço começam a receber alguma gordura. A barriga também pode começar a ganhar gordura e se pronunciar um pouco. Geralmente a cintura é maior que 32 polegadas (81cm) nessa faixa.
De 40 a 44%
As coxas e quadris começam a acumular muita gordura, e crescem muito. Nesse nível de gordura corporal, a cintura tipicamente tem 35 polegadas (89cm)
45% e acima
Os quadris tornam-se visivelmente mais largos que os ombros, e a cintura terá mais de 35 polegadas (89cm). Tipicmente, a pele vai começar a perder a lisura e frequentemente mostra dobrinhas.

Recomendado para você: