Anorexia Nervosa

157
Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

Causas dietárias

Farelo; soja; dieta vegetariana estrita; baixo consumo de carne vermelha

O que é Anorexia Nervosa ?

Anorexia nervosa é uma desordem alimentar na qual as pessoas, geralmente mulheres jovens, tem um medo tão intenso de engordar, que voluntariamente passam fome. Esta tendência usualmente começa a manifestar-se com o início da puberdade. Anoréxicos podem ter perda de peso extrema e, apesar de tornarem-se perigosamente abaixo do peso, ainda percebem-se como sobrepesados.

Sintomas

Há muitos sintomas da anorexia; os principais, mais perceptíveis, são:
  • peso inconsistente com a idade, estrutura física e altura (usualmente 15% ou mais, abaixo do peso normal)
  • obsessão com a ingestão calórica
  • reticência ou recusa de comer em público
  • preparar refeições para os outros, mas recusar-se a comer
  • fraqueza generalizada
  • fôlego curto
  • ansiedade
  • pele ressecada
  • perda de mais de 3 períodos menstruais consecutivos (em mulheres)
  • uso excessivo de laxantes
  • baixa auto-estima

Consequências médicas

Há muitos riscos médicos associados com anorexia nervosa. Dado que resulta em insuficiência de proteínas, aminoácidos e ácidos graxos essenciais ao crescimento e vida saudáveis, as consequências médicas são muitas e variadas, incluindo:
  • falha permanente de crescimento normal
  • ossos frágeis e curtos
  • desenvolvimento de osteoporose e osteomalácia
  • baixa temperatura corporal
  • ritmo cardíaco irregular
  • inabilidade de engravidar
  • aborto

Causas da anorexia nervosa

Enquanto a ênfase atual com a magreza propagandeada por modelos na passarela provavelmente tenha grande influência em como garotas percebem seus corpos, anorexia nervosa não é um fenômeno moderno. Nos séculos XVIII e XIX, mulheres tinham “os vapores”, ficavam enfraquecidas e tinham que deitar para descansar. Acredita-se que isso fosse um resultado de anorexia nervosa – que é uma doença, e não um estado mental. Embora seja possível que ideais de magreza similares estivessem presentes em séculos passados, não eram idealizados como hoje.
Hoje há outra causa para anorexia nervosa, e é uma dieta incorreta.
Já mostrou-se que a anorexia está associada com deficiências de zinco e ferro. E isto poderia ser resultado das recomendações atuais para uma “alimentação saudável”.
A absorção de ambos os minerais é inibida pelo ácido fítico na fibra do cereal (farelo) encontrada no pão integral, sucrilhos de farelo e produtos similares, e em produtos de soja como leite e sabores adicionados ao pão e a muitos produtos de carne processada.
A deficiência de ferro e zinco é também exacerbada pela obsessão atual, infundada, contra a carne vermelha.
Por conseguinte, a razão pela qual a anorexia nervosa está crescendo poderia bem ser o resultado não apenas de idéias sobre magreza, mas por causa da maneira “saudável” como temos sido coagidos a comer.

Referências

  1. Meadows N, et al. Zinc and small babies. Lancet 1981; ii: 1135.
  2. Lifshitz F, et al. Nutritional dwarfing in adolescents. Semin Adolesc Med 1987; 3: 255-66.
  3. Lozoff B, Jimenez E, Wolf AW. Long-term developmental outcome of infants with iron deficiency. N Eng J Med1991; 325: 687-94.
  4. Addy D. Happiness is: iron. BMJ 1986; 292: 969
  5. Bindra GS, Gibson RS. Iron status of predominantly lacto-ovo-vegetarian East Indian immigrants to Canada: a model approach. Am J Clin Nutr 1986; 44: 643.
  6. Hughes RE, Johns E. Apparent relation between dietary fibre and reproductive function in the female. Ann Hum Biol. 1985; 12: 325.
  7. Hughes RE. A new look at dietary fibre. Hum Nutr Clin Nutr 1986; 40c: 81.

Recomendado para você: