Estou só na metade do que quero

71
Me chamo Jeanine. Tenho 33 anos, sou casada e mãe de 2 filhos: um de 16 e um de 4 anos, ambos meninos.
Desde criança sempre fui obesa. Minha família vem de uma genética de descendência alemã e é obesa. Aos 16 anos, quando estava grávida do meu filho mais velho, já pesava 125kg. Não me lembro de ter menos de 100, nunca gostei da balança.
Desse tempo para cá, algumas vezes fiz dietas com atividade física, mas nunca levava a sério: emagrecia e engordava. Já estava há um bom tempo na fila para cirurgia bariátrica no município que morava. Em 2012 engravidei e em 2013 já estava com 150kg no ultimo mês de gestação do Emmanuel. 
Correria com a vida de mãe, esposa, funcionária pública… fui esquecendo de mim, não tinha nem espelho grande na minha casa, não tinha noção do meu tamanho, odiava tirar fotos.
Até que um dia resolvi começas a praticar atividade física para o meu bem estar, mas não emagrecia mesmo assim, pois comia errado. Marquei uma consulta com uma médica amiga minha, e na hora de me pesar estava com 158kg. Me assustei. Então marcar uma consulta com uma nutricionista.
Dias antes da consulta fui a uma farmácia me pesar e já passava dos 160kg. Senhor, foi o meu desespero. Preciso dar um jeito nisso. No dia da consulta a nutri nem conseguiu me pesar, pois a balança não pesava mais que 160kg.
Desse dia em diante, dezembro/2015, resolvi mudar minha vida.
Comecei a seguir o que a nutri me passava e também comecei a pesquisar sobre dieta paleo e também lowcarb por indicação de uma amiga.
Venho vivendo essa vida paleo e aos poucos tentando mudar a vida da minha família também, pois essa parceria é muito importante. Hoje estou com 125kg.
Estou só na metade do que quero… que é chegar aos 100. É minha meta nesse momento.
Quero dizer que até nem gosto de dizer que é dieta paleo, mas sim vida paleo – pois é um estilo de vida, que deve ser seguido para sempre.
Conto um pouco do meu dia a dia as vezes no Instagram @jeanineohf e também meu face Jeanine Catlein.
Espero com esse depoimento incentivar várias pessoas a mudar de vida. Porque vale a pena.
Jeanine
E você? Quer contar a sua história e ajudar a inspirar mais gente? Se sim, escreva um texto, junte fotos de antes e depois e mande para [email protected]

Recomendado para você: