Caro trabalho pesado…

119
Esbarrei com um vídeo bacana hoje, e o texto que o acompanha é mais bacana ainda…
Caro trabalho pesado,

Eu costumava te odiar. Quando você chamava o meu nome, eu ouvia e corria de você. Quando eu sabia que você estava vindo, eu costumava me esconder de você. Quando você influenciava outros para falar comigo, eu rapidamente arranjava desculpas para me afastar. Com medo da dor, porque eu não queria me machucar. Com medo de falhar, então eu nem tentava. E com medo do seu nome, pelo que você tinha feito a outros. Quem você acha que é, me deixando com tanto medo de quem você é ? Reflexo no espelho, sombra atrás de mim. Eu dou um passo e você ainda está à minha frente. Suor no meu rosto, lágrimas nos meus olhos, eu sigo em frente. Eu não te ouço contar mentiras. Você transforma o pobre em rico, os F em A. Há alguma coisa que você não pode fazer ? Olhe para mim agora… Você fez de mim quem eu sou hoje. Por sua causa, eu tenho essa atitude de jamais perder, jamais desistir. Desistir ? Não está no meu vocabulário. Quando eles desistem, eu continuo andando. Enquanto eles dormem, eu pego mais pesado. Quando eles dizem que eu não posso, e me julgam fora do jogo, eu lhes mostro que posso. Quando eu lhes contei sobre meu sonho e eles riram, garanti que fosse eu a rir por último. Sou um perseguidor de sonhos. Isso quer dizer que persigo os meus sonhos, e os de mais ninguém. Só eu posso me derrotar. Sou eu contra as dificuldades que você me impôs. Não existe “perder”. Eu não vou perder. Eu cheguei tão longe, e não vou parar agora. Caro trabalho pesado, meu pai estava certo sobre você: você vale a pena. E por causa disso, eu te amo. Como posso não amar ? Eu não me escondo mais de você. Eu espero por você. Verdade seja dita, onde está você ? Eu preciso de você. Porque no trabalho pesado, eu confio.

Recomendado para você: