Me sinto vivo pela primeira vez em anos!

88
Avalie essa postagem

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

real life stories stories 1 2Mark,
Após 1 ano de vida primal, pensei que seria um bom momento para compartilhar não apenas a minha história, mas também os meus agradecimentos por onde estou hoje.
Me sinto vivo pela primeira vez em anos!
Uma amiga vinha falando no meu ouvido havia meses, sobre primal/paleo bem como sobre sua obsessão com CrossFit. A sua energia ilimitada e entusiasmo eram um pouco demais às vezes, mas ainda assim era intrigante para mim. Eu tinha passado os últimos anos em um estilo de vida de alto stress, sedentário e deprimido – que olhando de agora, era extremamente insalubre e me preparando para uma morte antes da hora. É estranho o quão fácil é cegar a si mesmo para as ações insalubres que você toma sem a compreensão consciente dos seus efeitos. Entretanto, após alguns colapsos emocionais e ataques de pânico que me atingiram na segunda metade de 2011, minha consciência atinou para as situações físicas e emocionais sombrias nas quais eu tinha me colocado.
Então, numa reviravolta, decidi perguntar à minha amiga sobre o que ela estava falando. No final de 2011, em uma tarde de sábado, ela me mandou diretamente para o Mark’s Daily Apple. Cinco horas depois, eu percebi que não tinha parado de devorar obsessivamente tudo o que tinha lido no site. Eu me considero uma pessoa bastante esperta, e quando acabei de ler cada um dos Guias definitivos, foi um momento constrangedor de clareza; “Isso faz tanto sentido. Como eu não percebi antes ?!”. Não é preciso dizer que no dia seguinte, eu decidi tentar essse novo modo de vida.
Tenho 33 anos de idade, 1.85m e comecei o ano com 146kg, muito próximo ao maior que já tive. Parei de me pesar durante essa época, mas acho que tinha chegado aos 154kg no ano anterior. A foto foi tirada em dezembro passado (N.T.: dezembro/2011).
me old1

Em 1o de janeiro de 2012, a única coisa que mudei a princípio foi o que eu comia. Eliminei todas as comidas processadas e grãos, e mudei para gorduras saudáveis, carnes e legumes/verduras. Continuei a trabalhar muito e levar uma vida sedentária. Entretanto, o simples fato de mudar o que eu comia produziu resultados IMEDIATOS. Nos primeiros dias, senti como se não estivesse mais vivendo num nevoeiro – minha mente estava clara – e me descobri com nova energia. Perdi 1.8kg na primeira semana, 2kg na segunda, e mais 1.8kg na outra – e eu não sentia como se estivesse sequer tentando! Isso é que é motivação! Acontece que nós realmente somos aquilo que comemos! Me aprofundei nesses esforços por alguns meses, e vi perda de peso contínua e consistente, ausência de flutuações de humor, e quantidades enormes de energia. Em março, comecei a correr um pouco seguindo o programa “Couch to 5K”, simplesmente porque eu tinha que fazer algo com toda aquela energia que tinha encontrado.
Agora, 1 ano inteiro no meu novo estilo de vida, estou 47kg mais magro, com TODAS as minhas mazelas de saúde anteriores eliminadas completamente. É divertido ver o meu médico estupefato e assombrado com os meus resultados. A segunda foto foi tirada poucos dias atrás – o pequenino é o meu novo sobrinho.
me new

Completei corridas de 5 e 10km, e comecei a treinar para a meia-maratona. Agora que tenho uma base estabelecida, e senti os efeitos da vida saudável, preciso me focar mais em alguns pontos da vida primal: erguer coisas pesadas, brincar mais e (relutantemente) abandonar a cerveja. Ainda não estou onde quero estar, fisicamente, mas estou no meu caminho buscando uma vida longa e saudável!
Obrigado, Mark, por simplesmente fazer sentido e levar esse sentido às massas. Não sei onde eu estaria hoje sem ter encontrado essa jornada.

Andy

Recomendado para você: