Carboidratos gentis para GABA, cortisol e saúde adrenal

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

por Lara Briden
sushi
Aqueles de nós que tratam mulheres jovens sabem que algumas delas precisam comer Carboidratos Gentis numa base bastante regular.

O jejum intermitente, e uma dieta de carne e vegetais, é fantástico na teoria, e fantástico para muitas pessoas. Mas não funciona para todo mundo. Não funciona para as pobres moças que me contam que bravamente evitam o arroz no jantar, para cair em lágrimas com o sorvete à tarde.

Uma dieta low-carb não funciona quando há fadiga adrenal (ou, para por em termos mais modernos: disfunção do eixo hipotalâmico-pituitário-adrenal (HPA).

Termo meio ultrapassado, a fadiga adrenal apresenta-se com DHEA e cortisol anormais num teste de saliva. Na verdade, é mais sobre o sistema nervoso do que sobre as glândulas adrenais em si. O termo moderno, HPA, descreve o sobre-estímulo do sistema nervoso, e o cortisol e o DHEA lutam para conseguir acompanhar. O sintoma de hipoglicemia é comum.

A "hipoglicemia" adrenal não está ligada à insulina, mas a um problema com neurotransmissores e hormônios do stress. Para aqueles com disfunção de HPA, o cortisol fica baixo demais durante o dia, e alto demais durante a noite. Além disso, o corpo e o cérebro podem não responder ao cortisol da maneira que deveriam. Resistência ao cortisol afeta a produção de serotonina e causa resistência à insulina.

Outros sintomas de disfunção de HPA incluem: 

  • ansiedade
  • pressão alta ou baixa
  • tonturas
  • lentidão mental
  • insônia
Às vezes, é associada com doença auto-imune da tireóide.

Carboidratos gentis acalmam o sistema nervoso


O que são carboidratos gentis ? Em uma palavra, são comidas ricas em amido e que não são inflamatórias. Elas não elevam a insulina e os hormônios do estresse.

Em contraste, existem os carboidratos não-gentis:
  1. grãos ricos em glúten
  2. açúcar refinado
Sozinhas, essas duas comidas geram mais inflamação, mais resposta insulínica desequilibrada e mais disfunção de HPA do que quaisquer outras. Mas por que os seus crimes deveriam respingar em seus "primos" ricos em carboidratos não-inflamatórios, como o arroz e a batata ?

Carboidratos gentis são arroz, batata, batata-doce, abóbora, beterrabas. Quando combinado com proteína, gordura e verduras, o arroz de qualquer tipo tem baixo índice glicêmico. Não que eu ache índice glicêmico um conceito útil, mas quero pontuar que o arroz não tem que ser o basmati ou marrom, de IG. Pode ser arroz branco, mas não uma cumbuca de arroz puro. Uma porção de arroz com manteiga, costeletas de carneiro e brócolis, por exemplo.

Deixe-me dizer isso: eu acredito que para muitas pessoas, arroz é mais saudável que frutas (porque ele não contém frutose). Qual é a evidência ?

Um estudo demonstrou que proteína demais reduz o GABA. GABA é o adorável e calmante neurotransmissor do qual todos precisamos um pouco mais. GABA também é afetado pela flora intestinal, e as bactérias intestinais gostam de ter um pouco de amido para mastigar.

Outro estudo demonstrou que carboidratos aumentam a resposta ao cortisol em pessoas muito estressadas. E há alguma evidência de que carboidratos aumentam a absorção de triptofanos e os níveis cerebrais de serotonina (um tópico controverso). Carboidratos promovem o sono.

Eu não estou empurrando uma alta ingesta de carboidratos para todo mundo. Luto contra o açúcar e a farinha de trigo há décadas, e acho que jejum intermitente é uma ferramenta fantástica para muita gente.

Mas para uma mulher jovem com disfunção de HPA, evitar todo o amido é um erro. Sim, elas sentem-se melhor sem pão, mas provavelmente é porque ao fazer isso elas ficam sem glúten.

Mulheres jovens não são as únicas a sofrer disfunção de HPA, mas em minha experiência, elas provavelmente serao as mais beneficiadas pela ingesta de carboidratos gentis. Talvez seja porque a probabilidade de serem inteiramente insulino-resistentes é mais baixa. Talvez porque o estrogênio crie uma situação particular com os neurotransmissores. 

Recomendado para você

62 comentários

Click here for comentários
Jussara
admin
11 de fevereiro de 2014 13:48 ×

Que alegria entrar aqui ver esse texto traduzido! O blog da Lara Briden foi o que me salvou quando eu não conseguia emagrecer com páleo/LCHF, e me sentia mal com carbos muito baixos e JI (irritada, estressada, insone e SEM conseguir baixar o peso); mas tinha que ficar quieta, pois no mundo páleo há uma fobia aos carboidratos e um certo radicalismo entre alguns praticantes.
Ela prova através de referências e pela sua própria prática médica, que um pouco de "gentle carbo" só faz bem, e ainda acalma o sistema nervoso, principalmente no caso das mulheres (não que não aconteça com os homens, é só ler os comentários no blog dela) mas certamente as mulheres jovens, como ela diz no texto, são as mais atingidas.
Obrigada pela tradução, Hilton. :)

Reply
avatar
11 de fevereiro de 2014 14:08 ×

UAU! Isso só me faz repetir que, restringir demais os carboidratos é algo excelente SÓ pra qm tem síndrome metabólica ou resistência a insulina. No geral, uma quantidade razoável, além de não engordar, parece só ajudar na saúde como um todo. Desde q comecei a paleo só engordei. com very low carb, com LCHF, com exercicios e HIITs... tá certo q eu vinha de um grande periodo de mt restrição calorica e estava com um peso ñ saudavel, mas achei q não ia parar. Até q resolvi parar com os JI (ja q pra mim ñ adiantavam naad). E colocar algusn carbs. não só me sinto melhor e menos estressada, como ao menos o peso parou. e tbm eu desinchei mt! (algo q acontecia com LCHF e mt exercicio intenso)
Precisamos de mais textos assim no Brasil (o google tradutor ajuda, mas mt mais ou menos...)

Mt obrigada msm Hilton! E sucesso com o blog!

Reply
avatar
Teimosia
admin
11 de fevereiro de 2014 14:57 ×

Eu que agradeço a dica :-) Adorei o blog da Lara, bem como o "Paleo for women". Vou começar a traduzir de vez em quando :-)

Reply
avatar
Teimosia
admin
11 de fevereiro de 2014 14:59 ×

Precisamos ter a consciência de que cada pessoa é diferente, e há inclusive quem tolere MUITOS carbs, sem prejuízo... O que precisamos é cuidado para não virarmos fanáticos que só enxergam "paleo como a salvação do mundo".

O mundo é bem grandinho, tem espaço para todos :-)

Reply
avatar
Jussara
admin
11 de fevereiro de 2014 15:08 ×

Que bom que você gostou. :) Quando encontrei o blog da Lara foi como receber um abracinho e ao mesmo tempo respostas com respaldo científico para as minhas dúvidas com a páleo/LCHF (era frustrante e angustiante ver todo mundo relatando maravilhas e emagrecendo horrores, enquanto eu sofria e não baixava de peso).
Eu não esqueci, e ainda vou te enviar mais alguns links de textos que acho interessantes e úteis, e mais dois que a Priscila sugeriu. Fico contente que você vá trazer para o blog um pouco desses olhares femininos da páleo sobre o metabolismo da mulher. Muito obrigada, mais uma vez. :)

Reply
avatar
11 de fevereiro de 2014 15:30 ×

Não tem como eu concordar mais! Mt gente me falou pra ficar cada vez mais very low carb por causa da SOP. Mas só depois fui pesquisar e ver q, um pouco de carb (aidna mais com gordura, onde o IG quase ñ muda) só vai fazer bem sobre questões hormonais (q são as mais importantes praticamente). Eu ainda ñ achei o ponto certo do meu corpo, mas vou me ajustando e buscando informações! Ver textos como esse em português, com uma visão paleo e natural (pq eu só vejo falando bem de carb qm fala mal de gordura... nunca os dois ao mesmo tempo) é mt bom! Às vezes fico tentada a seguir a perfecthealthdiet, mas é mt carb e ainda ñ cheguei lá... mas ainda vou tentar. Mt obrigada msm pelos textos e pelo apoio! já ñ aguentava mais esse povo quase doente de tão fanático q só conseguia ver um lado das coisas xD

Reply
avatar
Corujinhas
admin
11 de fevereiro de 2014 15:40 ×

Amigo não amido confere? Ótimo post, continue nos brindando com info sobre o universo feminino pra quem realmente está com "dificuldades" no meio do caminho.

Reply
avatar
11 de fevereiro de 2014 22:39 ×

Post caiu perfeito , meninas com dificuldade para perda de peso , podemos conversar mais, sobre nossas experiências e conhecimentos, estou fazendo um desafio de 30 dias , estou na metade e com o mínimo de carbos na primeira semana foi 1 kg , mas agora estacionou de novo vou aproveitar esses outros 15 dias para add os carbs gentios e ver o resultado... Se interessarem meu blog http://desabafosdeumapaleolitica.blogspot.com.br/?m=1
Valew Hilton !!!

Reply
avatar
Morena Braga
admin
11 de fevereiro de 2014 22:57 ×

Qual a idade que ela, a Lara, considera "mulher jovem"? Eu por exemplo tenho 35 e também tenho sofrido com a questão de ver todo mundo com resultados maravilhosos e eu nada!Afff...
E não sei como me portar diante dos "não" resultados...

Grata Kalrem.

Reply
avatar
11 de fevereiro de 2014 23:00 ×

Mulher jovem é mulher em idade reprodutiva... então considere-se nessa linha xD e faça testes pra achar seu ponto xD

Reply
avatar
11 de fevereiro de 2014 23:03 ×

Oi! podemos conversar sim. eu estou fazendo um desafio tbm, chama-se whole 30! 30 dias sem laticínios (q eu ñ consumia msm.. só a manteiga e raramente, creme de leite) e sem adoçantes. tbm são contra tuberculos, mas liberam frutas com moderação. tenho comido de acordo com a vontade. mas meus carbs estão até baixos no final das contas... mas vamos ver qual vai ser o resultado xD e talvez o seu corpo esteja se adaptando tbm. se vc perdeu 1Kg ja está ótimo! cada um tem seu tempo. coloque os carbs aos poucos e veja se te cai bem ou ñ. assim vc acha seu ponto xD

Reply
avatar
Jussara
admin
11 de fevereiro de 2014 23:32 ×

Kalrem, acho que é como a Priscila falou: idade reprodutiva. É horrível mesmo ver todo mundo comentando maravilhas e a gente empacada, como se estivesse fazendo alguma coisa errada. O ponteiro da balança começou a baixar comigo quando resolvi voltar a comer tubérculos, não precisa ser muito, e uma ou outra fruta. Magicamente meu peso começou a baixar. O dr Souto me indicou o livro The Perfect Health Diet, e os autores super indicam e apoiam também os gentle carbs, que eles chamam de "safe starches". Acho que o caminho é por aí. :) É bom também dar uma olhada nos hormônios, que podem estar desregulados (procurando o reequilíbrio depois da retirada do trigo, açúcar e grãos). Os meus acho que estão, já fiz os exames e agora preciso fazer nova consulta com o nutricionista.

Reply
avatar
Kelly
admin
12 de fevereiro de 2014 10:17 ×

Comigo aconteceu o mesmo. Restringia ao máximo os carbs e nem a balança, nem a fita métrica se mexeram durante meses. Decidi sair da faixa de 50 gramas de carbs depois que li que a falta deles pode afetar a tireoide - tenho hipotireoidismo - de algumas pessoas (li no blog do Chris Kresser). Meu peso desde então começou a cair e continua reduzindo, porém agora mais lentamente já que faltam 5 quilos para minha meta. Mantenho 100 gr de carbs paleo por dia. Como basicamente frutas, tubérculos e às vezes tapioca e arroz. Não como glúten, nem açúcar de forma nenhuma. Me sinto muito melhor depois que fiz essa alteração, sem nenhuma crise de compulsão, desânimo, pele perfeita e corpo leve.
Sempre digo que o que funciona pra um, não adianta pra outros e a saída é estudar muito e fazer testes pra ver como seu corpo responde.

Belo post, esse...ainda não conhecia a Lara e estou devorando seus textos. Obrigada Hilton!

Reply
avatar
12 de fevereiro de 2014 15:42 ×

q bom ver esse relato, pq confesso q etava com medo de acrescentar os carbs... enfim, boa sorte nos 5Kg finais hahaha

Reply
avatar
14 de fevereiro de 2014 18:40 ×

Uma dúvida?? Cortamos os carbs para entrar em cetose e assim "queimar gordura", emgrecer mais rápido...etc. Se estamos em cetose e não estamos emagrecendo, então estar em cetose as vezes não é o ideal, para algumas pessoas? Ou comendo carbs gentis não sairemos da cetose? Deu um nó agora... rs

Reply
avatar
15 de fevereiro de 2014 11:12 ×

Nossa, com toda certeza vou tentar fazer essa alteração! Eu já estava desanimando! Kelly, você saberia me dizer como manteve as proteínas e gorduras quando aumentou os carbs pra 100g? Diminuiu um pouco ou continuou comendo à vontade? Confesso que ainda estou no dilema se eu continuo contando os macronutrientes ou me livro disso!
Desde já obrigada!

Reply
avatar
Jussara
admin
15 de fevereiro de 2014 16:49 ×

Não é preciso estar em cetose para emagrecer.
Eu NÃO emagreci fazendo super low carb, ou seja, estava em cetose. Então para mim realmente não é o ideal, nem para o meu estado mental. Eu como até 100g de carbos hoje em dia. O que eu sei é que uma vez que o corpo aprendeu a usar gordura como combustível, mesmo voltando a comer carbos isso não vai te fazer engordar, ele vai continuar a usar a gordura como combustível - desde que não ultrapasse o limite ideal para o seu corpo. No meu caso, eu tento ficar por volta de 100g por dia, mas sem neurose; tem gente que tolera até 150g, e outras toleram ainda mais.
Quando voltei a comer carbos gentis, eu passei a emagrecer; fiz exames recentemente que acusaram cetonas, ou seja, eu nem faço mais low carb, faço páleo, e ainda assim meu corpo está adaptado.
Ficou confuso ou deu pra entender? rs

Reply
avatar
chicletano
admin
16 de fevereiro de 2014 10:16 ×

Aqui em casa é uma luta, explicando, debatendo, informando....... este texto podera me ajudar , pois minha mulher me contradiz , a mocinha é durona; em fim a diferenças na constituiçao morfofisiobiologica dos seres humanos, o que afeta um não afeta outro . Tenho 52 anos passei dois mil e treze de molho , motivo acidente de moto, o lado bom disso estou chegando a conclusão que é maior tempo para a leitura de livros a respeito de dieta. Valeu .........

Reply
avatar
16 de fevereiro de 2014 14:00 ×

Tomara q te ajude!Ler é sempre mt bom q ajuda mt. quanto mais, melhor!

Leia os blogs http://www.paleoforwomen.com/ e http://www.larabriden.com/
são próprios para mulheres e podem te ajudar! o Hilton gentilmente traduziu este do da Lara, e tem ajudado mt gente xD

Reply
avatar
17 de fevereiro de 2014 19:02 ×

Jussara, deu mais ou menos... :)
Vc fez uma super lowcarb e não emagreceu ... ok , por quanto tempo?
Se não emagreceu nesse periodo,como sabe que seu corpo aprendeu a usar gordura como combustivél?
Se agora vc está emagrecendo e está cetoadaptada...quer dizer que cada um tem um limite de carbos por dia para estar no seu melhor ponto de queima de gordura...Correto?
O dificil é encontrar esse ponto ... quanto tempo vc demorou para isso?
desculpe tantas perguntas, mas é que estou passando por essa fase... e queria entender melhor...

Reply
avatar
Jussara
admin
17 de fevereiro de 2014 23:31 ×

Oi, Renata,
Eu fiz isso por mais ou menos uns 2 meses, e pra não dizer que não emagreci, eu perdi uns 200g por semana, que acho que foram glicogênio e água, pois depois os recuperei. Eu sei que meu corpo aprendeu a usar a gordura pois com o tempo passei a sentir menos fome, ficar satisfeita com menos, parei de fazer lanches etc. Só que o que o dr Souto fala é que nem todos emagrecem com cetose porque cada organismo funciona de um jeito. Tanto que ele fala também que não é preciso estar em cetose para emagrecer, até porque isso é uma tortura. rs (para mim foi: eu ficava muito irritada, estressada, mal-humorada, tinha insônia etc).
Você diz quanto demorei para encontrar o ponto de saber que só posso comer até 100g de carbos por dia?
Na verdade, eu não sei. rs Eu simplesmente comecei a comer carbos novamente (tubérculos e frutas), tentando não exceder os 100g. O que eu fiz foi seguir aquele gráfico do Mark Sisson, sabe? Tem ele aqui:
http://www.paleodiario.com/2013/10/a-curva-de-carboidratos-do-primal.html

Lá ele fala que mesmo comendo 100g de carbos por dia o corpo continua a queimar gordura ( não sei se foi o Caio ou a Bruna, do Primal Brasil, que emagreceu 8 kg ficando na faixa de 100 a 150g). Eu tento não exceder, mas nos finais de semana acho que excedo, e hoje eu como até tapioca, às vezes! E também como todos os tipos de fruta, só que sem exagerar.
Eu não demorei pra encontrar esse ponto, porque comecei comendo aos poucos, inserindo uma batata doce na refeição, e com coisa de dias meu peso começou a baixar. Daí eu relaxei e passei a comer sem medo de engordar.
No tempo em que fiquei sem emagrecer, eu troquei muitas mensagens com a Priscila, no blog do dr Souto. Eu passei por fases de muito desânimo, pois é duro ver muita gente comentando que emagreceu tantos quilos em duas semanas, e a gente lá, sem consegui perder nem 100g, fazendo tudo certo (eu fui radical no início, eu não fazia nem receitas low carb). Então ele me disse pra eu comprar o livro The Perfect Health Diet. Nesse livro os autores falam que a "dieta ideal" tem que ter um pouco de carboidrato páleo, e explicam o porquê. Só que o livro demorou 3 meses pra chegar, rs, e só agora eu vou começar a lê-lo. Mas tem o site deles também. Nesse gráfico eles mostram quanto se deve comer por dia, os "supérfluos" permitidos e os não permitidos.
http://perfecthealthdiet.com/wp/wp-content/uploads/2012/12/PHD-Food-Plate-Portuguese-Marcelo-Leal.jpg

"By weight, the diet works out to about 3/4 plant foods, 1/4 animal foods. By calories, it works out to about 600 carb calories, primarily from starches; around 300 protein calories; and fats supply a majority (50-60%) of daily calories."

Mas acho que você pode começar aos poucos, com 50g por exemplo, e se notar que a coisa funciona comece a comer um pouco mais. Acho que o nosso corpo nos diz.
Só lembre- se não confundir 50g de carbos com 50g de batata doce, por exemplo. 100 g de batata doce têm aproximadamente 18g de carbos. Dá pra comer coisa pra caramba com 100g de carbos por dia.

Espero que tenha ficado claro, mas qualquer dúvida volte a perguntar. :)

Reply
avatar
18 de fevereiro de 2014 07:28 ×

Ahh Jussara , perfeito! Agora entendi! :)
Muito Obrigada por todas as suas dicas!
Vamos ver como meu corpo vai reagir ...
Sucesso!

Reply
avatar
Kelly
admin
19 de fevereiro de 2014 08:52 × Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
Kelly
admin
19 de fevereiro de 2014 08:58 ×

Livia, no início eu estava morrendo de medo de aumentar os carbs e comecei a reduzir gordura para dar uma equilibrada. Aos poucos fui voltando com a gordura porque sentia falta da saciedade que ela me trazia e também o perfeito funcionamento intestinal, mas nunca pesei ou contei seriamente. Fico dentro de 100 a 150 gramas de carbs/dia porque já sei o alimento que tem mais ou menos desse nutriente ( a gente estuda tanto que grava esse tipo de coisa).
Acho que a chave é o que o Dr. Souto sempre fala. Opte por comida de verdade e não fuja da gordura das carnes e alimentos em geral. Coma até ficar saciada, mas sempre priorize as gorduras no prato (se tiver pouco, complemente com azeite, manteiga, óleo de coco). Eu sempre acompanho os tubérculos, frutas, a tapioca ou o arroz com uma quantidade considerável de boa gordura.O corpo sozinho dá conta de se equilibrar quando vc o alimenta de forma correta. Boa sorte aí, ok?

Reply
avatar
Vanisa
admin
20 de fevereiro de 2014 07:54 ×

Obrigada Hilton por traduzir o post, eu estava precisando desta informação
2 meses de LCHF e não estava me sentindo muito bem, pois tenho hipotireoidismo, agora entendo o porquê. Acrescentei uns carbs gentis ontem e hoje já estou me sentindo melhor, meu humor melhorou muito. Obrigada também as garotas que comentaram e esclareceram mais ainda :)

Reply
avatar
20 de fevereiro de 2014 10:10 ×

Kelly, obrigada pela resposta!
Eu arrisquei e desde sábado aumentei os carbs pra cerca de 100g por dia, e ajustei o outros macros de acordo com o proposto pelo Primal Blueprint. Desde então diminuí quase 2kg na balança! Realmente, temos que ir tentando até encontrar o melhor pro nosso corpo :)

Reply
avatar
Jussara
admin
22 de fevereiro de 2014 16:58 ×

De nada, espero que te ajudem!
Sucesso para nós! ;)

Reply
avatar
Pamela
admin
28 de fevereiro de 2014 15:04 ×

Adorei o post! Muito importante, pois ninguém comenta sobre isso (pelo menos não nos artigos que li até agora) e só falam que se você não está emagrecendo é porque não está comendo gordura suficiente.

Confesso que, mesmo sendo iniciante, eu ainda tenho medo de comer gordura! hahaha
Acabei de ler o post aqui do blog sobre LCHF onde diz que algumas pessoas comem queijo com manteiga. Eu pensei: gente, mas queijo com manteiga é demais! uahauhahua
Depois pensei: ué, mas se a idéia é comer gordura boa mesmo, sem medo, por que seria demais?

Não sei se estou nesse ponto, precisando de mais carboidratos, até pq estou na LCHF não faz nem 15 dias, se eu for pensar de verdade, então ainda vou tentar aumentar a gordura (principalmente no almoço, os restaurantes não tem manteiga, e às vezes o azeite é misturado com óleo vegetal, que raiva! rs).

Se mesmo aumentando a gordura não estiver funcionando, vou tentar comer um pouco mais de carbs gentis. Eu AMO batata, seria ótimo poder comer de vez em quando, mesmo na fase inicial da LCHF.

Mas pelo jeito é tudo ao seu tempo, experimentando e vendo como o seu corpo reage, né?

Pessoal, parabéns pelo blog, eu ainda não tinha lido muito, mas estou encantada e devorando todos os posts! rsrs

Beijo ;)

Reply
avatar
28 de fevereiro de 2014 19:30 ×

Com pouco carb ou um pouco mais, vc ñ deve ter medo da gordura! ela deve ser até sua saciedade. proteina = 1 a 2g/Kg de peso ideal. carb= vc tem q achar a qauantidade certa pro seu corpo. no inicio LCHF é interessante...
gordura: até se sentir saciada xD

Boa sorte e bjs! da uma olhada no blog Paleo For Women e o da Lara Briden xD espero q te ajude e vc goste.

Reply
avatar
Patricia
admin
4 de março de 2014 01:21 ×

Acredito que sou um caso raro nesse universo da dieta páleo. Iniciei a dieta em outubro/2013, para melhorar a saúde, estou desenvolvendo tireoidite, e também queria para perder uns 3 kg, malho pesado 3 vezes por semana, faço tiros de corrida. Não como nada de frutas, nem tubérculos, nem nada de outras fontes de carboidratos. Me alimento de suco verde (vários tipos de folhas, beterraba, cenoura, limão pepino), sem coar, portanto com muita fibra, ovos, carnes, leite de coco, raramente whey, abacate e castanhas, só fujo com chocolate 85%. Porém ocorreu justamente o contrário esperado, eu ganhei quase 4 kg, e de gordura! Hoje tenho barriga e o famoso pneuzinho, além dos culotes!!! E mais estranho, mesmo com tanta fibra, tenho uma prisão de ventre absurda, fico uma semana inteira se ir ao banheiro! Me sinto péssima. Imagina, já vi casos de pessoas que não emagreceram, mas que engordaram? só eu mesmo...
Mas como estou convencida que esta é a dieta mais saudável para o corpo estou tentando me adaptar a ela, mas não estou conseguindo, estou me vendo engordar a cada dia...

Reply
avatar
Jussara
admin
4 de março de 2014 01:59 ×

Oi, Patricia,
Será que não é o caso então de você acrescentar uns carbos? Eu também não estava conseguindo emagrecer com very low carb, e só depois que voltei a comer um pouco de tubérculo e de fruta foi que o ponteiro da balança começou a baixar. Para as mulheres não é bom ficar muito tempo comendo abaixo de 50g de carbos, pois entra nessa questão da tireoide e também dos hormônios. Mas seria bom você verificar se não está comendo muitas oleaginosas (indicado não ultrapassar os 50g diários ou até mesmo retirá-las, pra ver se o peso cede). Meu intestino funciona muito bem com abacate, mas principalmente com a polpa natural do coco seco e com o óleo de coco. Eu também tomo suco verde, só que eu coo, pois dizem que as fibras insolúveis não são boas, e podem mais atrapalhar do que ajudar.
Você pode tentar também suplementar com o amido resistente, que é o que todo mundo começou a fazer recentemente.

Reply
avatar
Renata Kuhn
admin
4 de março de 2014 19:43 ×

Jussara, eu estou nessa também... Há mais de um mês eu me adaptei mas não consegui emagrecer.... Vou aumentar os carbs, pois estou com eles bem baixos... Em relação ao que você disse sobre as fibras insolúveis fiquei intrigada, pois não gosto muito de alface e me sinto super culpada. As vezes penso que a falta de comer alface é que está me impedindo de emagrecer.... Posso continuar não comendo, ou realmente é algo muito importante para a dieta???

Reply
avatar
5 de março de 2014 12:47 ×

Oi Patrícia!!! Vc não esta sozinha, tbm só engordei desde o início hahaha na verdade eu estava msm umpouco abaixo do peso devido a alta restrição calorica... acho q oq vale mais é a saúde e vc deve checar exames e disposição no geral. e sem dúvidas, carbs paleo só irão ajudá-la. Ainda mais que vc estava desenvolvendo problemas com tireóide, a very low carb não é indicada MESMO. Te aconselho (além de paciência, que é oq tenho tentado ter hahaha) ler os blogs:
http://www.paleoforwomen.com/
http://www.larabriden.com/
e, sobre a prisão de ventre (q no meu caso melhorou. assim como a SOP), te indico mt o amido resistente, q a Jussara citou acima. Leia mais sobre ele aqui:
http://freetheanimal.com/tag/resistant-starch
http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/

espero q ajude e ñ desista. Ah! talvez vc esteja forçando seu corpo demais. Eu passei a fazer menos musculação (e até parei os tiros..) e me sinto melhor. O JI tbm ñ é mt indicado pra mulheres... ñ sei se vc faz, mas pode levar o corpo à fadiga... boa sorte e depois nos conte oq deu!

Reply
avatar
5 de março de 2014 12:49 ×

A falta de alface não compromete em nada ñ... mas a falta de vegetais compromete ñ só o emagrecimento, como a saúde num geral. Não gosta de alface? Coma pepino, tomate, abobrinha, couve, repolho, etc etc. Não comer alface não fará diferença alguma hahaha

Reply
avatar
Renata Kuhn
admin
5 de março de 2014 13:56 ×

Que ótima notícia!!! Nunca mais vou me sentir culpada por causa da alface!!! kkkk
Obrigada pela resposta Priscila!

Reply
avatar
Jussara
admin
5 de março de 2014 13:59 ×

Oi, Renata,
Como a Priscila disse não tem problema você não comer alface, quanto a isso pode ficar tranquila. Eu, particularmente, não como muito alface; até gosto, mas não faço questão. E eu concordo com ela que a falta de vegetais compromete a saúde, por causa dos minerais e vitaminas. Coma outros vegetais e verduras dos quais você gosta. Além de saudáveis, contribuem para o bom funcionamento do intestino. Se você come frutas, as com baixo índice glicêmico também ajudam.

Reply
avatar
5 de março de 2014 17:34 ×

Também estou querendo incluir carbo na dieta, mas não sei por onde começar.. tenho medo da insulina aumentar demais e dar fome enlouquecedora. Com alguma de vocês aconteceu isso? De dar fome fora do normal?
E quais carbo são os melhores? Onde encontro uma tabela legal de indice glicemico dos tuberculos?

Reply
avatar
Jussara
admin
5 de março de 2014 19:16 ×

Fome fora do normal não, mas voltei a ter fome no café da manhã, o que acho ótimo, pois adoro comer, hahaha (alma de gorda). Pra insulina não subir é só comer acompanhado de proteína ou gordura (batata doce quente com manteiga - adoro!).
Eu gosto muito da batata doce, é a que mais como (100 gramas têm apenas 25g de carbos) e eu nem chego a comer 100g. Também como tapioca às vezes (3 colheres da goma têm 11g de carbos). Eu não gosto de mandioca, por isso não como, mas acho que é uma boa opção, assim como o inhame. Sites como o fat secret ajudam a ter uma noção da quantia de carbos. Eu comecei aos poucos, e como notei que comecei a emagrecer, fui aumentando. Eu como frutas também, hoje como qualquer tipo de fruta, mas há que se ir testando, pra ver quanto de carbos seu corpo suporta (muita gente não gosta, por causa da frutose). O ideal é não passar de 100g se precisar emagrecer (meu caso) mas tem dias que passo, e tem dias que como menos de 100g.

Reply
avatar
Pamela
admin
7 de março de 2014 16:54 ×

Vou olhar sim Priscila, obrigada! :)

Reply
avatar
Alice se...
admin
23 de abril de 2014 17:59 ×

Mto bom mesmo. Tenho 44 anos, ainda fértil, portanto uma mulher jovem em idade reprodutiva, heheheh. E tenho hipotireoidismo de Hashimoto, a perda de peso foi mto pouca com a retirada total do carboidrato, só o que desinchei no início e depois parou....
Ficou assim por todo o verão qdo furei algumas vezes com sorvetes e cervejinhas. Agora cortei total o trigo, o açúcar, diminui queijo, nata e recoloquei o arroz, o aipim e a batata doce, moderada e alternada.
O peso começou a descer de forma gradual e constante, bati meus 1ºs 10 kg, e me sentindo mto bem. Vms ver, apenas qual o saldo da Páscoa,kkkkk

Reply
avatar
Teimosia
admin
23 de abril de 2014 18:16 ×

Que beleza, Alice! Se quiser, posso publicar a sua história!

Reply
avatar
Priscylla
admin
29 de abril de 2014 12:47 ×

Olá meninas. Descobri recentemente esse artigo, por indicação do Dr. Souto. Estava fazendo dieta very low carb, mas comecei a ter muitos problemas e, por isso, ele me indicou essa leitura. Confesso que estou meio chocada e me sentindo perdida. Comecei a introduzir um pouco de arroz no almoço e na janta, mas estou morrendo de medo de ficar comendo arroz, parece que não vai dar certo. Além disso, mesmo comendo essa quantidade de arroz, não chego perto dos 100g por dia... pode parecer pouco, mas para mim 100g por dia é bastante. Estou perdida, não sei o que fazer, preciso perder bastante peso e pensei que estava no caminho certo ficando em cetose... agora não sei de mais nada.

Reply
avatar
Teimosia
admin
29 de abril de 2014 13:09 ×

Olá, Priscylla

Já leu esses aqui ?

http://www.paleodiario.com/2014/04/a-fisiologia-da-perda-de-peso-para.html
http://www.paleodiario.com/2014/04/a-fisiologia-da-perda-de-peso-para_23.html

Reply
avatar
Priscylla
admin
29 de abril de 2014 14:10 ×

Obrigada pelos artigos, muito esclarecedores.

Ainda sim estou muito insegura de voltar a introduzir carbs na minha dieta, acho que criei um medo deles. Além disso, acho que desaprendi a comê-los, não sei o que comer para atingir em torno de 100g. Também achei que minha fome mudou, estou precisando de um lanchinho entre as refeições, coisa que não fazia em cetose, e isso também me assusta.

Bom, tenho muitas dúvidas, mas vou me readaptando à nova realidade aos pouquinhos.

Reply
avatar
Lister Leão
admin
5 de maio de 2014 09:29 ×

Ótimo texto. Também tive receio de voltar a comer arroz, mas depois que o reintroduzi, minha saúde intestinal melhorou e, para minha surpresa, não voltei a ganhar peso. Caro Hilton, por favor, me explica uma coisa: quando como arroz geralmente adiciono verduras, bacon e ovos, tipo um risoto, como se fosse arroz à grega (na verdade é arroz à grega, à moda, rsrs). Isso está de acordo com o que o texto diz? quer dizer que devemos comer o amido misturado com a gordura? pergunto isso porque tenho medo daquela mistura HC + HF que, segundo li, é prejudicial... obrigado.

Reply
avatar
Teimosia
admin
5 de maio de 2014 09:52 ×

Olá, Lister

Por tudo o que já li, está de acordo sim... Comer boas porções de gordura junto com os carboidratos dá uma "freada" nos efeitos deles.

Ultimamente, tenho sido levado a crer que mesmo carbos mais "perigosos", como o trigo, se consumidos com MUITA moderação, não são tão deletérios...

Um amigo é praticante de paleo há quase 1 ano, e recentemente voltou a comer porções regradas de macarrão, algumas vezes por semana. Também não voltou a ganhar peso...

Inconscientemente, acabo acreditando que apesar de o excesso de carbs ser um problema generalizado, pessoas que os toleram bem, comendo em níveis razoáveis, não sofrem - pelo menos não no curto prazo.

De minha parte, eu ainda continuo restringindo - já estou sem trigo há mais de 1 ano, e sem pretensões ou ânsias de voltar. Mas contra fatos, não há argumentos... Continuarei monitorando o meu camarada, e quem sabe um dia ? :-D

Reply
avatar
lara almeida
admin
5 de junho de 2014 15:48 ×

ola jussara eu faco atkins ja a um tempo e nao ando tendo um bom resultado..li esse post ontem e seus comentarios e resolvi testar. inseri um pouco de batata doce no almoco e comi duas peras de sobremesa. só que algumas hrs depois fui experimentar um short q uso cmo parametro e senti um pouco mais apertado ai pronto fiquei arrasada e comi td que vc pode imaginar.,. comi tanto qq vomitei depois comi de nv um horror. enfim pra minha surpresa meu peso baixou um kilo hj de manha . sera q isso funcionou p mim ? só sei que voltei com td p dieta hj almocei frango com pele na manteiga abobora e batat doce vamos ver amanha como a balanca vai responder.

Reply
avatar
Ziga da Zuca
admin
31 de agosto de 2014 16:42 ×

Oi Hilton!

Que artigo excelente!!! Obrigada pela tradução e por compartilhar.

Olha só, comecei a Paleo no dia 11/8 (três semanas), nos primeiros dias, meu peso caiu 1,7kg (provavelmente água e glicogênio), na segunda semana aumentou 0,5kg (menstruação), mas nesta semana fui me pesar (três dias após terminar a menstruação) e aumentei mais 1,7kg, fiquei preocupada e resolvi adotar as duas refeições por dia, diminuir queijo e cortar castanhas. Fui me pesar hj de novo (mesmo horário, em jejum) e aumentei mais 0,2 kg.

Resumindo, estou meio quilo acima do peso que estava quando comecei.

Fazia uso (mais de 7 anos de uso) de brupropriona, bromazepan e espirolactona por conta da SOP, mas resolvi parar quando comecei a dieta. Acho que o meu corpo não curtiu muito isso...

Li o seu post e fiquei em dúvida se o que está faltando para mim são os carboidratos gentis, mas ainda estou confusa. Comprei batata doce e vamos ver o que acontece.

Tenho lido muito e ouvido os podcasts do Dr Souto, então não tenho o menor interesse em abandonar a Paleo, mas gostaria de saber o que posso ter feito de errado, pois subir na balança e ter um resultado desses, foi bem desanimador.

Antes da pesagem que aumentei 1,7kg, eu estava comendo bastante queijo gordo (provolone, estepe, prato), creme de leite com côco ralado ou morango, castanhas.

Alguma ideia do que pode estar acontecendo
comigo? Queria encontrar algum médico ou nutri em Cuiabá para me consultar, mas não achei nenhum páleo, primal, LCHF, etc. e se for em outro eles vão me mandar comer grãos e cortar gordura com certeza!

Desde já obrigada pelo contreúdo e atenção!

Reply
avatar
Teimosia
admin
31 de agosto de 2014 23:17 ×

Olá, Ziga

Você chegou a ler os outros artigos sobre SOP e sobre perda de peso para mulheres ?

http://www.paleodiario.com/2014/04/a-surpreendente-verdade-sobre-sindrome.html
http://www.paleodiario.com/2014/07/tratamento-para-4-tipos-de-sindrome-de.html
http://www.paleodiario.com/2014/04/a-fisiologia-da-perda-de-peso-para.html
http://www.paleodiario.com/2014/04/a-fisiologia-da-perda-de-peso-para_23.html
http://www.paleodiario.com/2014/08/perda-de-peso-para-mulheres-parte-i.html
http://www.paleodiario.com/2014/08/perda-de-peso-para-mulheres-parte-ii.html

Dê uma estudada, e me diga se acha que consegue implementar alguma coisa. De bate-pronto, posso te dizer que algumas mulheres reagem muito MAL ao corte extremo de carboidratos...

Reply
avatar
19 de setembro de 2014 11:25 ×

E quanto à tapioca, feita puramente de mandioca e água? Pode entrar na lista de carboidratos gentis? Costumo comer uma unidade, junto com queijo, no lugar do pão (que praticamente eliminei da minha vida, por conta da gordura trans).

Tá valendo? :)

Reply
avatar
Teimosia
admin
19 de setembro de 2014 15:46 ×

Olá, Vanessa.

Eu entendo que a mandioca se enquadra como carboidrato gentil sim. Só não vá achar que dá para comer montes de tapioca por dia, e está tudo bem para perda de peso ;-)

Nunca deixei de comer um pouco de batata doce/inhame/mandioca por dia, e isso nunca atrapalhou o meu peso...

Reply
avatar
Laís
admin
12 de outubro de 2014 23:20 ×

Uma dúvida, a ingestão de gordura deve ser diminuída em função do aumento de cabs gentis? Vi que devem ser consumidos juntamente com gordura e proteínas, mas em relação a quantidade no geral?
BJs

Reply
avatar
Teimosia
admin
13 de outubro de 2014 08:25 ×

Acho que é relativo... O volume de carboidratos gentis não vai ser ENORME. É apenas um bocadinho para manter os hormônios em dia. Ponha uma colher de azeite a menos na comida ;-)

Reply
avatar
Luhhh =D
admin
15 de outubro de 2014 03:11 ×

Nossa eu tb, faz 1 mês que estou na paleo e só engordei, cerca de 2kg! E inchei muito! Tinha cortado os carbs e só comia morango de vez em quando e tb praticava HIIT, e ñ entendi os motivos de não eliminar nada, nem nas medidas que tirava de 15 em 15 dias. Ao contrário, as minhas medidas tb aumentaram, muito frustrante! Enfim, agora vou inserir mais carbs gentis e ver como o meu corpo reage e se desincha. Obrigada por este post, está ótimo!!!

Reply
avatar
1 de dezembro de 2014 00:12 ×

Socorro gente eu tava paleo total o consumo de carb tava bem baixo tava me sentindo ai em duas semana pluf a balança aumentou 2 kls diz pra mim eu tenho que comer mais carbo mas antes eu morria de medo da gordura e agora tenho panico dos carbos me ajuda o que devo ingerir em minha alimentação to pirando

Reply
avatar
Luhhh =D
admin
2 de dezembro de 2014 00:20 ×

Ana Paula,
tb tive o mesmo problema que vc. O baixo consumo de carbs me deixou mais inchada e engordei.Procurei ler em outros blogs como esse aqui:

http://www.larabriden.com/gentle-carbs-for-gaba-cortisol-and-adrenal-health/

Que traz depoimeitos, na parte dos comentários, de outras mulheres que tb passaram por isso.Algumas ainda tiveram queda de cabelo ou pararam de menstruar.

Continuo com a paleo também, só que aumentei o meus carbs na faixa de 50-100gr, porque, estava muito inchada, depois voltei ao normal hehe
A gordura também não posso comer tanto, tem que ser equilibrada com os outros macronutrientes.Notei isso depois depois de quase 2 meses, comendo menos de 20 carbs por dia e com high fat, porém, engordei uns 4kg!!! Mesmo comendo muita salada verde no almoço e no jantar.Fiquei confusa, pois só lia depoimentos legais sobre a paleo, depois pesquisando, vi que algumas meninas não se dão bem com baixo carbs na alimentação. Então, mudei para ver como o meu corpo reagiria, tá bem melhor, emagreci 2kg desses 4kg que havia aumentado e não estou mais inchada. Eu fui aumentando aos poucos, agora, como batata doce, aipim, frutas,etc..
Sem fazer mais a LCHF, contudo, ainda na paleo. Vai testando a quantidade para ver como vc se sente. PRA MIM, tem que ser tudo equilibrado até a gordura, se não já aumento de peso e incho.
Nesses blogs, tb vi que alguns defendem ainda que pode comer à vontade gordura e baixar ainda mais os carbs. Porém, as pessoas são diferentes, não dá para padronizar. Alguns se adaptam muito bem a isso, já outros não.Fuja dos xiitas paleos que dizem que os carbs impedem o emagrecimento! Não sempre isso é verdade, como foi o meu caso e de outras mulheres que eu li nesses blogs. Qualquer dúvida é só retornar! Vamos compartilhando as nossas experiências, pq isso ajuda muito =)

Reply
avatar
Teimosia
admin
2 de dezembro de 2014 08:35 ×

Exato Lu! Cada pessoa tem uma tolerância diferente aos carbs, e precisa achar qual é o seu limiar... Eu estou com 50% gordura, 30% carb e 20% proteína. Para mim, funciona que é uma beleza...

Reply
avatar
Luhhh =D
admin
2 de dezembro de 2014 17:07 ×

Oi!
Obrigada por compartilhar a sua história aqui, parabéns pelo site!
É maravilhoso e ajuda MUITO =]

Reply
avatar
Eliza Dias
admin
20 de dezembro de 2014 19:58 ×

Ola!
Para uma pessoa que tem sindrome metabolica, disbiose, SOP e HPA (sim, eu sei, eu to muito ferrada), qual seria a melhor abordagem da dieta? Começar com LFHF e probioticos(qt tempo?)e depois inserir os carboidratos gentis? Quai sao todas as opcoes de carboidratos gentis?
E o que é JI ?
Desde ja agradeço.

Reply
avatar
Teimosia
admin
20 de dezembro de 2014 20:52 ×

Olá, Eliza

O conceito de carboidrato gentil está bem próximo dos carboidratos complexos: um pouco de arroz, batatas-inglesas, batatas-doces. Nada exagerado, para não avacalhar ainda mais a sua insulina, mas nem tão pouco que atrapalhe o HPA.

Eu sugeriria que você começasse comendo uns 50g desses por dia, no máximo. Fique longe das frutas, abuse das folhas e coma boas gorduras. Faça chucrute caseiro para fornecer probióticos (http://www.thekitchn.com/how-to-make-easy-homemade-sauerkraut-in-a-mason-jar-cooking-lessons-from-the-kitchn-193124). Quanto ao tempo, fique de olho em como o seu corpo vai responder. Teste 1 semana, se melhorar ou mantiver-se estável, continue.

Consuma seus carboidratos gentis frios, para já ajudar com o amido resistente.

JI quer dizer "jejum intermitente". Na versão mais usada, come-se durante 8h ao longo do dia e durantes as outras 16h, fica-se em jejum. Mas tem muitas outras versões - e benefícios aos montes.

http://www.paleodiario.com/search/label/jejum%20intermitente

Boa leitura!

Reply
avatar
21 de janeiro de 2015 23:22 ×

Meninas, tudo bem? Já se faz quase 1 ano da publicação de vocês no blog e gostaria muito de saber o resultado que obtiveram com a inserção dos carbos gentis.
Comecei a LCHF há 15 dias, perdi 2kg na primeira semana e na segunda não perdi nada, pelo contrário, tenho aumentado 100g na balança todo dia.
Sofro com a questão do sobrepeso desde a infância e tenho MUITO medo de estar fazendo algo errado e engordar novamente os 20kg que emagreci com dietas restritivas e Dukan. Tenho ingerido cerca de 8g de carbo + 70g de prot + 90g de gord = +/-1200 cal.
Devo aguardar um pouco mais ou já devo inserir os carbos gentis e mudar um pouco a alimentação?
Estou a 5kg do meu peso ideal magro.
Desde já, muito obrigada pela ajuda! ;-)

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores