Protocolos específicos para dieta paleo

O Robb Wolf desenvolveu alguns protocolos específicos para dieta paleo - são voltados para pessoas que já praticam paleo, mas querem abordar dados aspectos: condições auto-imunes, treino de força, etc.

Ao traduzir, eliminei todas as referências a produtos (suplementos da marca X, por exemplo), livros e profissionais específicos - não estou aqui para fazer propaganda de ninguém :-) Se você quiser saber dos produtos que ele indica, sinta-se livre para ler os originais.

Quero deixar claro que não conheço detalhes e nem endosso tudo o que está escrito. Particularmente no caso do protocolo auto-imune, ele sugere o uso de enzimas digestivas ou HCI - mas li alguns artigos que alertam sobre o uso de HCI sob pena de provocar problemas gástricos. Idem para BCAA - antes de tomar, verifique a sua tolerância. Não é só porque um "guru" escreveu, que está certo.

O meu objetivo ao traduzir é democratizar a informação. Já o uso da informação corre por sua conta e risco :-)

Em todos os casos, basta clicar na imagem para ampliar.

Protocolo para condições auto-imunes
Grãos: trigo, milho, arroz, centeio, cevada, sorgo...
Leguminosas: feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico, amendoim, soja... 
Solanáceas: tomate, beringela, jiló...
Oleaginosas: noz, avelã, macadâmia, castanha do pará, castanha de caju..
Sementes: gergelim, abóbora, girassol, linhaça...

Protocolo para maximizar a perda de peso

Protocolo para atletas de resistência

 Protocolo para atletas de força

E que tal um protocolo envolvendo jejum intermitente e ciclagem de carbos para queimar gordura, ganhar massa magra e te deixar sarado ?



Recomendado para você

12 comentários

Click here for comentários
30 de janeiro de 2014 14:32 ×

Ótimo post :)
Eu não exclui os ovos, mas estou com saudade de comer fruta!

Beijo
Poli

Reply
avatar
Teimosia
admin
30 de janeiro de 2014 15:19 ×

Está fazendo o protocolo auto-imune ? Teve algum resultado ?

Reply
avatar
Aldo Moraes
admin
31 de janeiro de 2014 02:46 ×

Olá Hilton!
Parece que está faltando, no protocolo para atletas de força, a seguinte informação: Quer ganhar massa muscular > 10-20g de BCAA no pós treino.

Abraços

Reply
avatar
Teimosia
admin
31 de janeiro de 2014 09:31 ×

Corrigido! Obrigado!

Reply
avatar
2 de fevereiro de 2014 09:00 ×

Muito bom! Vou começar a tirar fotos, pois só tiro medidas, mas estou vendo um resultado, mesmo que lento.

Reply
avatar
jvfjr77
admin
4 de fevereiro de 2014 21:46 ×

como e treinar relativamente low carb?

Reply
avatar
Teimosia
admin
4 de fevereiro de 2014 23:02 ×

Eu não consigo te falar sobre musculação tradicional ou exercícios aeróbicos de alta intensidade (pedalar, correr, nadar). Pratico basicamente calistênicos: http://paleodiario.blogspot.com.br/2013/10/um-plano-de-malhacao-tao-simples-que-um.html

Reply
avatar
2 de abril de 2014 10:45 ×

Hilton, onde enquadra-se o crossfit? Ando meio perdida na alimentação pré e pós treino, ainda mais quando vou treinar pela manhã...

Reply
avatar
Teimosia
admin
2 de abril de 2014 15:01 ×

Olá, Cláudia

Eu não sou a pessoa mais indicada para falar, pois não pratico treinos de alta intensidade como crossfit... Esse artigo aqui, talvez te ajude: http://zucchices.com.br/cantinho-da-alice-alimentacao-pre-e-pos-treino/

Outra pessoa que talvez possa te ajudar é a Cláudia Vilaça (fisiculturista profissional): http://claudiavilaca.blogspot.com

Reply
avatar
4 de abril de 2014 18:02 ×

Obrigada! Vou "correr" atrás da informação! ;)

Reply
avatar
5 de setembro de 2014 11:23 ×

Pq diminuir côco e abacate em caso de estacionamento na perda de peso, oleaginosas entendo bem o pq...seria pela qtdade de gordura? oupelo perfil lipidico? pq abacate e côco tem perfis lipidicos diferentes...fiquei confusa..que tipo de gorduras eliminar ou minimizar o consumo?

Reply
avatar
Teimosia
admin
6 de setembro de 2014 15:54 ×

Olá, Erikah

Conforme eu escrevi lá no comecinho, não concordo com (e/ou não conheço toda a teoria por trás de) tudo o que o Robb Wolf escrevenesses diagramas - apenas traduzi.

Eu *SUPONHO* que ele possa estar preocupado com ASP (Acylation stimulating protein), que é uma outra maneira de acumular gordura independente da insulina. Até onde sei, é MUITO difícil ganhar peso com uma dieta LCHF - mas não é impossível, se a pessoa exagerar DEMAIS nas calorias.

Para um exemplo anedótico, veja aqui: http://www.paleodiario.com/2013/11/o-que-acontece-se-voce-comer-5800.html

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores