Efeitos colaterais das dietas low-carb, e como curá-los: Parte 1

Essa é uma série de artigos do Dr. Andreas Eenfeldt, para ajudar os iniciantes!

O original está aqui.

A gripe da indução: Dor de cabeça, letargia, náusea, confusão mental, irritabilidade


O efeito colateral mais comum do low-carb é o que a maioria das pessoas sente durante a primeira semana, frequentemente durando 2-4 dias: a "gripe da indução", assim chamada porque pode ter efeitos similares aos da gripe.

Dor de cabeça é muito comum durante esse período, bem como sentir-se cansado, letárgico e desmotivado. Náusea também é comum. Também é possível sentir confusão mental – não sentir-se nada esperto. Finalmente, é comum ficar irritável – talvez isso mais claramente sentido pelo resto da sua família.

As boas novas é que esses sintomas geralmente somem por si mesmos em alguns dias. A notícia ainda melhor é que eles podem ser completamente evitados. A causa principal é geralmente desidratação e/ou deficiência de sal, causada por um aumento temporário da micção.

A cura: sal é água



Quaisquer problemas podem ser minimizados e às vezes inteiramente curados colocando água e sal suficientes no seu sistema.

Por exemplo, tente adicionar 1/2 colher de chá de sal a um grande copo d'água. Beba. Isso pode reduzir ou eliminar os efeitos em 15-30 minutos. Se sim, isso pode ser repetido diariamente durante a primeira semana.

Uma opção mais saborosa é usar caldo, por exemplo de frango, carne ou ossos.

O bônus: mais gordura


Garanta que come gordura suficiente. Ao tornar-se low-carb, pouca gordura é uma receita para a fome e sentir-se cansado. Você nunca deveria ter que suportar a fome quando começa com low-carb. Uma dieta low-carb apropriada contém gordura suficiente para que sinta-se satisfeito e energizado. Isso pode acelerar a transição e minimizar o tempo perdido sentindo-se "para baixo" quando começa low-carb.

Então como você consegue gordura suficiente, quando come low-carb ? Há um grande número de opções, mas quando em dúvida adicione manteiga ao que estiver comendo.

Se necessário


Se adicionar sal e água (e gordura) não eliminar completamente a gripe da indução, a melhor opção é aguentar firme. Quaisquer sintomas remanescentes provavelmente se resolverão em dias, à medida que o corpo adapta-se ao low-carb e torna-se uma máquina de queimar gordura.

Se necessário, é obviamente possível comer alguns carboidratos e fazer a transição para low-carb mais gradual e lenta. Isso não é recomendado como primeira opção, já que desacelera o processo e faz os benefícios da perda de peso (entre outros) menos imediatamente perceptíveis.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores