É hora de acabar com o mito do low-fat: 5 mitos sobre gordura que você deveria conhecer

139
De acordo com os experts da Escola de Saúde Pública de Harvard, é hora de acabar com o mito do low-fat (pouca gordura). Ao invés, é hora de buscar gorduras saudáveis.
Mito 1: Comer gordura saturada aumenta o colesterol “ruim” (LDL)
Fato: comer gordura saturada aumenta o colesterol “bom” (HDL) na mesma taxa que aumenta o LDL. Uma vez que a proporção HDL/LDL é o preditor mais mais forte para infartos, comer gordura saturada NÃO TEM EFEITO no balanço do colesterol. As recomendações dietárias que dizem que comer gordura saturada aumenta o colesterol “ruim” não levam em consideração o efeito de aumentar o colesterol “bom” ao mesmo tempo.
Mito 2: Comer gordura saturada aumenta o risco de doença cardiovascular, incidência de infartos e doença coronariana.
Fato: a vasta maioria das pesquissa mostra uma falta de associação consistente entre ingesta de gordura saturada e doença cardiovascular, incidência de infarto e doença coronariana.
Mito 3: Carboidratos são um substituto saudável para a gordura na dieta.
Fato: trocar a gordura da dieta e óleos tropicais por carboidratos na prática piora a proporção HDL/LDL e aumenta o risco de infartos. Dietas ricas em carboidratos estão ligadas a muitos problemas de saúde porque é como colocar seu corpo em uma máquina de pinball: ele é forçado a compensar a ingesta com insulina demais (hiperinsulinemia) por causa da alta glicose saguínea repentina (hiperglicemia) que cria oscilações no pêndulo metabólico. Ingesta excessiva de carboidratos (e não de gordura saturada!) está diretamente ligada aos níveis de triglicérides sanguíneos, ganho de peso, obesidade e diabetes tipo II.
Mito 4: Trocar gordura saturada por gordura poliinsaturada vai diminuir a taxa de mortalidade por doença cardíaca.
Fato: a vasta maioria das pesquisas não mostra associação significativa entre mortalidade por doença cardíaca e a substituição de gordura saturada por poliinsaturada. Surpreendentemente, esses mesmos estudos mostraram que trocar gordura saturada por monoinsaturada aumentou significativamente a incidência de infartos.
Mito 5: Comer gordura te deixa com mais fome e mais propenso a comer calorias em excesso
Fato: a verdade é exatamente o oposto. Comer gordura faz o corpo produzir hormônios que te dizem quando você já teve o suficiente, que está cheio e é hora de parar. Carboidratos não produzem esses mesmos hormônios de saciedade. Em outras palavras, dietas muito pobres em gordura e muito ricas em carboidratos são mais propensas a resultar em comida demais porque os mecanimos usado pelo corpo para se sentir saciado não estão sendo estimulados. Comer gordura também estabiliza o nível de açúcar no sangue por períodos muito mais longos do que comer carboidratos.
Fontes:
Enig M. 2000. Know Your Fats: The Complete Primer for Understanding the Nutrition of Fats, Oils, and Cholesterol. Bethesda Press, Maryland, DC.

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

Nota do tradutor: esse artigo foi encontrado no site de um produto chamado “MELT Organic” – uma mistura de gorduras designada a substituir a margarina: óleos de coco, girassol, palma e canola. Ou seja, apesar da informação do artigo em si ser bacana, o autor representa um produto que não é comida de verdade
 
Atenção, muita atenção para a indústria – é fácil posar de bonzinho e continuar nos empurrando lixo.

Recomendado para você: