Caros experts em fitness

Artigo traduzido por Rafael Araújo. O original está aqui.

por Brad Pilon



Caro especialista em fitness - Pare de agir como se você fosse um em um milhão.

Nós somos na verdade um centavo a dúzia.

É hora de parar de fingir. Fingindo que somos o único que já entrou em forma. Que somos o único que é bom em levantamento terra. Que somos os únicos com braços grandes, abdominais trincados ou um peitoral gigante.

Nós não somos - custamos um centavo a dúzia.

E dentro desse centavo - desse grupo de especialistas em fitness, há tantas abordagens diferentes, dietas diferentes, exercícios diferentes e histórias diferentes.

E daí? O que isto significa?

Isso significa que provavelmente não há nada de especial na sua abordagem. Isso é tão verdadeiro para você quanto para mim.

A verdade é que o esforço consistente não é cheio de picuinhas e a disciplina é muito complacente.

A verdade é que para cada carnívoro praticante de jejum intermitente há um vegano que come 8 refeições por dia todos os dias.

Para cada expert treinando 3 vezes por semana, uma série por exercício, há um outro treinamento 6 vezes por semana com 40 séries por treino.

No entanto, todos têm um shape ótimo... então, o que está acontecendo?

A verdade é que é mais do que apenas esforço consistente e disciplina.

Começa com a compreensão de que o potencial físico igualitário é um mito. É um mito que somos todos iguais, que todos respondemos ao treino igualmente ou à nutrição da mesma forma, que desenvolvemos músculo na mesma proporção e perdemos gordura com a mesma facilidade.

É o mito do potencial físico igual que causa nossa confusão; afinal de contas, se todos começarmos iguais e tivermos o mesmo potencial, por que algumas pessoas obtêm resultados superiores? (devem ser os treinos secretos e dietas mágicas)

Existe o ser naturalmente dotado. Todos somos dotados em algum grau, e o trabalho duro libera essa superdotação.

Aqui está a lição de casa desse post, se você não quiser ler mais: esforço consistente e disciplina desencadeiam um dom inato, mas não o criam.

Isso é tão verdadeiro na fisicalidade quanto na inteligência.

Elon Musk não é mais esperto do que eu porque ele tomou uma droga rara, ou porque tem uma forma secreta especial de "treinamento cerebral".

Elon Musk nasceu com dons inatos que eu não tenho, e depois trabalhou mais duro do que eu jamais gostaria de trabalhar.

[[ Você poderia me dar duas vidas inteiras para estudar, e eu ainda não seria capaz de lançar um foguete no espaço. ]]

Arnold Schwarzenegger não apenas tomou esteróides e malhou mais do que eu.

[[ Eu poderia tomar exatamente os mesmos esteróides e fazer exatamente o mesmo treino e não me pareceria com Arnold. Eu me pareceria com um Brad Pilon maior, mas não com Arnold. ]]

Os princípios de nutrição e exercício aplicam-se como uma generalidade, mas os princípios não se aplicam igualmente a todas as pessoas.

Quando você olha para os belos corpos no Instagram, o que você está vendo é a manifestação física do dom natural inato, desencadeada pelo trabalho duro e por uma dieta disciplinada.

O erro que cometemos é que pensamos que tudo o que estamos vendo é trabalho árduo e dieta disciplinada... esquecemos os dons inatos ... mas eles existem.

Sabemos algumas das razões: diferenças na quantidade de enzimas e receptores, hormônios e suas afinidades, mas há inúmeros outros fatores que ainda não entendemos.

Uma vez que aceitamos isso, percebemos que podemos nos tornar uma versão impressionante de nós mesmos, mas não importa o quanto puxemos ferro na academia, não podemos nos tornar outras pessoas.

Uma vez que percebemos que nos saímos muito bem para nós, e qualquer que seja o nível de dons inatos que temos, torna-se muito mais fácil ficar feliz com o resultado e entender que podemos escolher os métodos que melhor se adequam a nós – porque são o trabalho árduo e a disciplina que desencadeiam nossos dons, não os detalhes da complexidade de exercícios especiais e dietas mágicas.

E, especialistas em fitness, lembrem-se de que embora a maioria de nós seja mediana, também somos todos tão únicos como flocos de neve à nossa própria maneira. Cada um de nós tem algum nível de dons inatos que nos permitiram criar físicos impressionantes o suficiente para decidirmos exibi-los nas mídias sociais. É um trabalho árduo e dedicação, mas combinado com o nosso dom natural.


Rafael Araújo é lifter, praticante de jiujitsu e muay-thai, estudioso do mundo low-carb e criador do Método MCM. O caso de sucesso dele foi contado aqui no Paleodiário um tempo atrás.


Que tal fazer parte da lista de emails do Paleodiário e receber uma versão em alta resolução da Tabela Periódica de Alimentos Paleo?

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores