4 coisas que a sua temperatura corporal pode lhe dizer sobre sua saúde

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

por PaleoLeap



A temperatura do corpo é fácil de medir e pode lhe dizer uma quantidade surpreendente de coisas sobre sua saúde. É preciso paciência - às vezes, uma semana ou duas de medir regularmente antes de obter qualquer dado que você possa usar -, mas leva 30 segundos e é grátis, então dê uma olhada em 4 maneiras de aprender sobre sua saúde. Sua temperatura pode te dizer ...

1. Quão rápido seu metabolismo está funcionando


Isto é o que a maioria das pessoas sabe: a temperatura corporal é um guia decentemente confiável para a taxa metabólica. Quando as pessoas perdem peso, a temperatura do corpo diminui à medida que o metabolismo diminui. É por isso que algumas pessoas sentem frio o tempo todo quando estão fazendo dieta, especialmente se estão fazendo algo extremo.

Por exemplo, veja o estudo da Biosfera 2. Neste estudo, 8 adultos saudáveis ​​passaram 2 anos isolados do mundo exterior. Eles tiveram que comer uma dieta de baixa caloria que causou 18% de perda de peso em homens e 10% de perda de peso em mulheres. E essas pessoas não estavam acima do peso para começar.

Como relataram os pesquisadores, os participantes tiveram uma temperatura corporal média em torno de 37C. Mas no momento em que saíram, a temperatura corporal variava entre 35.3 e 36.1C, às vezes menos. Quando eles começaram a comer novamente e recuperaram o peso, a temperatura do corpo voltou ao normal. Isso espelhou sua função tireoidiana - temperaturas corporais mais baixas correspondiam a níveis mais baixos de hormônios tireoidianos. Basicamente, a temperatura do corpo diminuía à medida que a taxa metabólica diminuía e depois se recuperava quando o metabolismo se recuperava.


Curiosamente, pode haver uma vantagem em todo esse processo. Sim, é ruim que a taxa metabólica inevitavelmente diminua com a perda de peso - é mais difícil manter a perda de peso porque você está sempre lutando contra o desejo do seu corpo de recuperá-lo. Mas do lado positivo, a redução da temperatura e a desaceleração metabólica podem aumentar a longevidade .

Basicamente, o seu metabolismo é um pouco como uma vela. Quanto mais quente você queimar, mais rápido ele acaba. Desacelere e você pode sentir um pouco de frio, mas a vela vai queimar mais tempo.

Como você pode usar isto:

Manter o controle de sua temperatura corporal pode ajudá-lo a determinar que tipo de resposta metabólica seu corpo está tendo a uma determinada dieta. Acompanhe sua temperatura enquanto você perde peso. Se uma coisa aquece seu metabolismo, tentar outra coisa pode ajudar. Por exemplo, se uma dieta baixa em carboidratos não funciona para você, talvez o carboidrato moderado seja melhor. Ou vice-versa! (Você pode obter mais idéias e informações sobre a desaceleração metabólica e perda de peso aqui e aqui).

2. Quando seu corpo quer ir dormir (seu ritmo circadiano)


Seu ritmo circadiano é o ciclo diário de hormônios que sincroniza o relógio interno do seu corpo com o mundo real. Os ritmos circadianos são o motivo pelo qual você fica com sono à noite e acorda de manhã (ou, se os seus ritmos circadianos estão totalmente fora de sintonia, são o porquê de você não se ter sono até as 5 da manhã e não conseguir acordar até o meio-dia). Em humanos saudáveis, a temperatura varia como parte do ciclo circadiano:

  • Temperatura corporal mínima = mais sonolência (geralmente isso é em algum momento no início da manhã). Normalmente acontece poucas horas após o pico de produção do hormônio melatonina .
  • Temperatura corporal máxima = mais acordado (geralmente no final da tarde).

Como este estudo explica, as pessoas "matutinas" têm um pico de temperatura anterior (correspondente à hora do dia em que você está mais acordado), enquanto as pessoas "noturnas" têm um pico mais tardio. Normalmente, as pessoas "matutinas" são têm seus picos cerca de uma hora antes. Basicamente, seu ciclo de temperatura é uma maneira decente de descobrir quando seu corpo quer estar acordado e dormindo.

Como você pode usar isso

Se você está cansado demais, não consegue levantar-se de manhã ou não consegue dormir à noite, use a temperatura do seu corpo para ver como estão os seus ritmos circadianos. Seu pico de temperatura acontece muito cedo ou muito tarde? Se a sua temperatura está no máximo às 11 da noite e não atingiu a mínima até as 8h, bem, aí está o seu problema! E aqui está a boa notícia: se você encontrar alguma coisa, você pode mudar seu ciclo de temperatura corporal usando luzes brilhantes .

  • Use luzes brilhantes de manhã se você precisar começar a acordar mais cedo.
  • Use luzes mais brilhantes à tarde ou à noite se precisar ir para a cama mais tarde (este estudo tem mais sobre isso, se você estiver interessado)

3. O quanto você está estressado


Nos seres humanos (e nos ratos), a temperatura do corpo aumenta com o estresse. Tecnicamente, isso é chamado de hipertermia induzida por estresse.

Isso tem sido estudado principalmente no estresse agudo, que na verdade é o menos útil para a vida cotidiana – porque se você está sob estresse agudo, você sabe disso. Se você está suando em uma prova, não precisa de um termômetro para dizer que está estressado. Mas alguns estudos, como este e este, também demonstram um aumento crônico da temperatura com estresse de longo prazo.

Como você pode usar isso

Meça sua própria temperatura todos os dias durante uma semana ou mais, quando não estiver estressado. Faça isso na mesma hora todos os dias, para que não seja confundido pelos ciclos circadianos. Isso lhe dará uma linha de base. Então você pode ter uma idéia aproximada de se está ou não estressado ao perceber um aumento na temperatura. A temperatura sozinha não é um guia totalmente confiável, mas pense nisso como um sinal potencial de um problema, especialmente se for combinado com…


4. Se a sua saúde metabólica está melhorando


(Isso pode ser um pouco confuso, portanto, apenas para esclarecer: "Taxa metabólica" acima refere-se a quantas calorias você queima em um dia apenas por existir. "Saúde metabólica" refere-se a coisas como tolerância a carboidratos, sensibilidade à insulina e lipídios no sangue)

Pessoas com boa saúde metabólica têm mais variação na temperatura diária: suas máximas são mais altas e suas mínimas são mais baixas. Eles também têm mais consistência no dia a dia.

Este estudo descobriu que pessoas metabolicamente saudáveis ​​têm um ritmo de temperatura circadiano com mais picos (maiores diferenças entre o baixo e o alto) do que pessoas inativas. O estudo comparou pessoas sem problemas metabólicos com pessoas com pelo menos um sintoma de síndrome metabólica (problemas de açúcar no sangue, grande circunferência de cintura, pressão alta, colesterol HDL baixo e/ou triglicerídeos elevados). O grupo saudável teve uma variação de temperatura típica de cerca de 1,5C, enquanto o grupo insalubre variou menos de 1C.

Como você pode usar isso

Meça a sua temperatura em vários pontos durante o dia para encontrar a variação diária típica entre o alto e o baixo. Faça isso por alguns dias apenas no caso de ter havido ruídos na primeira vez. Então você pode medir novamente para saber se/quanto sua saúde metabólica está melhorando.

Se você não está obtendo os resultados desejados, outros estudos de temperatura corporal sugerem que o exercício é uma boa maneira de mudar isso. O estudo acima descobriu que um dos principais fatores preditivos da amplitude da temperatura corporal foi a atividade física. Isso faz todo o sentido, já que a atividade física é uma das melhores maneiras de melhorar a saúde metabólica. Então, pessoas fisicamente ativas também são metabolicamente saudáveis: é o mesmo grupo. Este estudo confirmou que pessoas ativas tinham um ritmo de temperatura mais cheio de picos, com uma diferença maior entre a baixa noturna e a alta da tarde.

Resumindo


A temperatura corporal é fácil de medir: sem medidores de glicemia, sem picar a pele, sem sangue ou agulhas. E se você estiver interessado em sua taxa metabólica, níveis de estresse, ritmo circadiano ou saúde metabólica/aptidão física, a temperatura corporal é uma maneira relativamente rápida e fácil de rastrear essas coisas.

A temperatura corporal "normal" de todos nem sempre é exatamente 37C. Os pontos acima são principalmente sobre mudanças de linha de base, não números absolutos - descubra sua própria temperatura típica e ir a partir daí.

Algumas outras notas técnicas:

  • Como a temperatura gira naturalmente ao longo do dia, meça à mesma hora todos os dias.
  • Para as mulheres: a temperatura do seu corpo naturalmente aumentará cerca de 1 grau durante a fase lútea do seu ciclo menstrual (a partir de 14 dias após o período menstrual começar, durando até a menstruação começar novamente). Portanto, certifique-se de contabilizar isso em suas medições.

Consiga um bom termômetro e lembre-se: algumas dessas mudanças são de 1 a 2 graus em média, então observe um padrão consistente de mudanças menores, e não grandes saltos dramáticos.

Que tal fazer parte da lista de emails do Paleodiário e receber uma versão em alta resolução da Tabela Periódica de Alimentos Paleo?

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores