Mudei meu estilo de vida, mudei minha mente.

Olá, meu nome é Juliana. 

Tenho 31 anos e sempre lutei contra a balança. Em 2010, estava pesando 109 quilos – mas sempre fui uma pessoa vaidosa. 

Gosto de andar sempre bem arrumada e sempre estou maquiada. Porém eu não era feliz comigo mesma, não me olhava no espelho. Cheguei até a sentir raiva de mim mesma. Até que entrei em uma depressão terrível e com isso engordei mais ainda por causa dos medicamentos fortes que tomei. Então dos 109 fui para 120 quilos. 

Aí sim o pesadelo se tornou pior em minha vida. 

Eu tentei de todas as formas emagrecer. Fazia tudo o que as pessoas me ensinavam, da dieta da sopa à da lua rsrsrs. Mas nada resolvia. Mais uma vez vinha a frustração. Até que um dia eu resolvi procurar uma nutricionista depois de ter tentado tudo. E na minha primeira consulta ela me examinou etc. No final da consulta ela me olhou e disse "Vou te ajudar a emagrecer. Você quer?" 

Eu respondi a ela quase gritando de tanta alegria: "Sim, Sim é tudo o que eu quero". 

"Então vou lhe prescrever esses remédios: Sibutramina, Fluoxetina, Orlistat, Bupropiona". 

Gente do céu eu sair daquele consultório tão feliz, mas tão feliz que lembro que gastei todo o dinheiro que tinha para comprar esses milagrosos remédios que iriam resolver meus problemas. Comecei a tomá-los. Passando-se os dias, meses, os resultados foram vindo. Fui ficando feliz com o que via. As roupas começaram a cair. E eu me achando, né. 

Afinal de contas, estava conseguindo emagrecer. Foi coisa de louco: dos 120 fui para 65kg. Isso mesmo que vocês estão lendo: 65kg eu pesava. E pense em uma pessoa feliz! 

Só que essa felicidade não demorou muito tempo. Os remédios pararam de fazer efeito e logo fui percebendo que as roupas estavam ficando apertadas novamente. Entrei em desespero quando comecei a ver que tudo estava voltando a ser como antes. E aí, BUM. Lá estava eu novamente pesando 90kg. 

Desespero e tristeza foram tomando conta de mim novamente. Tentei novamente com os remédios mas a balança subia cada vez mais. Até que eu resolvi desistir de emagrecer. Decidir viver como estava e pronto. Comia tudo igual uma desesperada e logo depois eu ia para o banheiro provocar vômito. E assim fui vivendo todos os dias da minha vida. 

Até que conheci meu atual esposo. Eu estava gordinha porém minha gordura era bem distribuída, não sei bem explicar. Ele me achava linda, e eu já havia parado de tomar aquele monte de remédios. Estava em uma outra dieta, comendo de 3 em 3 horas, fazendo tudo bonitinho como mandava uma outra nutricionista que procurei. Porém emagrecia 2kg e logo os recuperava novamente. 

Meu esposo sempre esteve ao meu lado, me ajudando e apoiando em tudo. Comprava tudo o que a nutricionista passava, fazia tudo para que eu pudesse estar bem e me sentir bem comigo mesma. Só que isso tudo não resolvia nada. Cada vez ficava pior, eu malhava igual uma louca. Fazia vários aeróbicos por dia. A noite ainda retornava para academia. Sem contar as inúmeras vezes que malhava e ainda corria nas corridas de rua. Ou seja, eu era uma pessoa focada. Uma pessoa que queria emagrecer a todo custo então me submetia a fazer tudo. Porém não tinha nenhum resultado gratificante. 

Cansada de gastar dinheiro com vários nutricionistas e com tudo o que eles me passavam para comprar, decidir da um basta nisso tudo. Foi quando em agosto de 2016 eu conheci o blog do Dr. José Souto, e ele falava sobre um novo estilo de vida. Lá eu vi montes de que pessoas tinham conseguido emagrecer comendo comida de verdade. Esse estilo de vida chamava low carb. 

Eu li tudo do blog dele e logo comecei a colocar em pratica. Cada vez mais eu lia e relia sobre esse estilo de vida que era a low carb. E via vários depoimentos de pessoas que tinham conseguido emagrecer 10, 20, 30 quilos comendo comida de verdade. Para mim isso tudo era loucura rsrs. 

Como podia alguém emagrecer comendo bacon, churrasco, manteiga, creme de leite, abacate? Logo abacate, com o qual eu cresci traumatizada ouvindo que engordava só de olhar para ele. Mas eu já tinha tentado tanta coisa não é mesmo? Porque não tentar mais essa? Mudei meu estilo de vida, mudei minha mente. 

E tudo começou a fluir. Fui emagrecendo de forma saudável e sem nenhum sofrimento. Iniciei a low carb com 85kg. E hoje 14/08/2017 eu estou pesando 52kg. Sou outra mulher: cheia de vida, realizada, feliz comigo mesma e com meu corpo. Amo meu estilo de vida. Hoje tenho uma página no Instagram (@juliana.lowcarbonde ajudo outras pessoas a alcançarem esse objetivo que um dia pensei que fosse impossível alcançar ou que só poderia ser alcançado com remédios. 

Podemos sim, alcançar nossos objetivos: mudando primeiramente a nossa mente e depois nos alimentando de forma saudável. Comendo comida de verdade.



Juliana

E você? Quer contar a sua história e ajudar a inspirar outras pessoas? Se sim, escreva um texto, junte umas fotos e mande para paleodiario@gmail.com

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores