Dietas de baixo carboidrato deveriam ser consideradas para o tratamento do diabetes

Mais um daqueles textos que têm sabor de "eu te disse" :-D Quando comecei a ler, imaginei tratar-se de pesquisadores com cabeça mais "moderna", já alinhados com a forma LCHF de pensar, e que queriam mostrar a seus pares que essa é uma boa estratégia. 

Maaaaas... lá no meio do texto você vai perceber que o medinho da gordura saturada ainda é citado. Ou seja, a sensação que me passa é a de que queriam provar que dietas low-carb NÃO ajudam com o diabetes, e o tiro acabou saindo pela culatra :-D

Ainda assim, considero uma "vitória para a causa". Talvez até uma maior do que se a pesquisa fosse feita com o viés de quem já acredita nas evidências em favor de LCHF.

Então, amiguinhos, lembrem-se: low-carb sempre foi e continua sendo a melhor abordagem para se controlar o diabetes.

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

Seguir uma dieta reduzida em carboidratos pode ajudar a reduzir os níveis de glicose no sangue, proporcionando uma estratégia segura e eficaz para o gerenciamento de diabetes, sugere uma nova pesquisa da London Metropolitan University.

Em um resumo publicado no Proceedings of the Nutrition Society, os autores realizaram uma revisão sistemática de estudos de intervenção, analisando as mudanças nos níveis de hemoglobina glicada dos participantes após uma mudança para uma dieta mais pobre em carboidratos. A formação de hemoglobina glicada (ou glicosilada, ou glicosada) se dá quando a hemoglobina, uma proteína nos glóbulos vermelhos, combina-se com a glicose – e é utilizada para medir os níveis de glicose no sangue no longo prazo.

A revisão, que foi realizada por Michelle McKenzie e Sarah Illingworth, da London Met's School of Human Sciences, descobriu que os níveis de hemoglobina glicosada dos indivíduos caíram ao seguir uma dieta reduzida em carboidratos (até 120g por dia), sendo que a maior redução (de 2,2%) foi observada quando o consumo era de menos de 30g por dia.

A autora principal, Michelle McKenzie, disse: "Nossos achados sugerem que uma dieta reduzida em carboidratos pode ser uma técnica eficaz para o gerenciamento do diabetes e que novas diretrizes que promovam menores ingestões de carboidratos tanto para a população em geral como para as pessoas com diabetes, devem ser consideradas seriamente".

"Mais estudos a longo prazo são necessários para garantir que os resultados possam ser traduzidos com confiança na prática clínica, no entanto, a ciência neste momento é convincente e não deve ser ignorada".

Os participantes que seguiram uma dieta reduzida em carboidratos relataram uma diminuição significativa no peso corporal, perdendo uma média de 4.7kg durante um período de 2 anos, em comparação com 2.9kg perdidos por aqueles que consomiram uma dieta com baixo teor de gordura. Uma dieta baixa em carboidratos também foi associada a uma diminuição do estresse psicológico associado ao manejo do diabetes e a uma redução no humor negativo entre as refeições.

A co-autora Sarah Illingworth disse: "É importante considerar quais grupos de alimentos devem ser usados ​​para substituir carboidratos ao alterar a dieta. Pesquisas anteriores mostraram que dietas com alto teor de gordura, especialmente gorduras saturadas, incorrem em riscos para pessoas com diabetes tipo 2".

"As diretrizes clínicas devem ser revisadas para considerar a inclusão de dietas com baixo teor de carboidratos como uma estratégia de gerenciamento do diabetes, mas isso não significa que seja adequado ou benéfico para todos. As mudanças na dieta só devem ser realizadas após consulta com um nutricionista qualificado e levando em consideração as necessidades médicas individuais ".

O resumo está disponível para exibição na edição do Winter Meeting do Proceedings of the Nutrition Society.

Referência


  1. M.R. McKenzie, S. Illingworth. Should a Low Carbohydrate Diet be Recommended for Diabetes Management?Proceedings of the Nutrition Society, 2017; 76 (OCE1) DOI: 10.1017/S0029665117000192

Que tal fazer parte da lista de emails do Paleodiário e receber uma versão em alta resolução da Tabela Periódica de Alimentos Paleo?

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores