Como os seres humanos se tornaram o topo da cadeia alimentar se somos tão fracos e lentos?

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

Porque os seres humanos são uma versão mais assustadora disso:



Isso mesmo, um zumbi.

Em comparação com outros animais, os seres humanos são incrivelmente resistentes. Quando um cavalo quebra a perna, o que acontece? Na metade das vezes ele entra em choque imediatamente e simplesmente morre. Outras vezes, ele fica quietinho até desidratar, e morre. É o mesmo com a maioria dos outros animais. Lesões maiores levam a choque ou a uma perda de vontade de viver.

O que acontece quando um humano quebra a perna? Ele coxeia. Ele continua andando. Ele fica bravo. Ou ainda mais assustador, ele literalmente pega o lixo do chão - varas, cipós, seja o que for - e faz uma tala. Diabos, mesmo se você arrancar a perna de um humano, ele simplesmente improvisará uma nova.

Então, não só somos como zumbis em nossa resiliência; somos capazes de substituir peças e nos melhorar. Nós somos zumbis-ciborgue!

Mas espere, fica pior.

Um humano não é apenas muito mais difícil de matar do que ele parece. Também é impossível escapar dele. Claro, não somos o animal mais rápido, mas um bicho como um leão só pode correr por alguns minutos de cada vez – e podemos rastreá-lo. Ele vai correr um pouco, ficar quente e cansado, então parar para descansar. O humano irá trotar até ele e assustar o pobre animal. O leão então se afasta, ficando mais quente e mais cansado. Talvez ele tropece, quebre uma perna e entre em choque. Não? Bem, depois de mais algumas vezes, esse leão vai superaquecer e desmaiar de qualquer maneira - ou talvez ele simplesmente entre em choque pelo puro medo do ser humano que aparece constantemente por trás dele. Isso é chamado de caça de persistência e é exatamente o que fazem os zumbis.

Espera, eu disse humano? Como em um ser humano? Que tolo da minha parte. Os seres humanos caçam em bando.

Imagine ver isso para todo canto que você corre.

Outros pensamentos:

  • A maioria dos animais tem medo de humanos e do nosso cheiro. É um medo aprendido, ou nós cheiramos mal?
  • Os únicos animais loucos o suficiente para nos caçar regularmente são aqueles incapazes de pegar suas presas tradicionais e agora estão famintos (tigres) ou aqueles incapazes de considerar o quão perigosos nos somos (mosquitos)
  • As habilidades humanas de fabricação de ferramentas são certamente fundamentais, mas mesmo antes de podermos construir algo complicado, éramos um caçador-coletor no topo da cadeia alimentar. A mentalidade de grupo e a perseverança vencem quase todas as outras estratégias no reino animal.
  • Que outros animais caçam em bando e rastreiam suas presas? Lobos. O que aconteceu com os lobos, o único animal que poderia nos vencer em nosso próprio jogo? Nós os transformamos em nossos animais de estimação.
  • Zumbis e fantasmas são basicamente nós imaginando ser caçados do mesmo modo que costumávamos fazer com outros animais.

Que tal fazer parte da lista de emails do Paleodiário e receber uma versão em alta resolução da Tabela Periódica de Alimentos Paleo?

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores