Já não estava mais feliz com meus 125kg...

Conheci a lowcarb através de uma amiga que me adicionou a um grupo 7 meses atrás.

Já não estava mais feliz com meus 125kg... Me sentia feia e nem vontade de sair na rua tinha mais.

Foi então que resolvi pesquisar tudo sobre esse estilo de vida – porque lowcarb não é uma dieta e sim um novo modo de viver, no qual "apenas" nos alimentamos corretamente. Muitos dizem: "nossa, mas você consome gordura e emagrece?". SIM! Porque é uma gordura saudável.

Depois de estudar muito, que decidi me reencontrar. Iniciei meu novo modo de vida, e no começo sofri muito. Sentia dor de cabeça, fraqueza e alguns sintomas muito parecidos com gripe. Muitas noites fui dormir chorando.

Aprendi que a fome é mais psicológica que real, e na hora que ela chegava eu dizia a mim "não é fome e sim sede". Tomava muita água, e a "fome" passava. Até a primeira vez que subi na balança e vi que todo meu esforço estava valendo apena. Me animei muito e dizia a mim: eu quero, eu posso e eu consigo.

E assim fui levando minha vida lowcarb... De manhã comia ovos com ou sem bacon. Quando enjoava ia pro queijo e café com nata ou creme de leite. Almoçava carnes variadas, legumes e verduras. À tarde comia coco, morango, abacate ou kiwi e na janta repetia o almoço.

Com o tempo não sentia mais fome, e foi quando que iniciei o jejum intermitente. Faço 16/8, ou seja, 16 horas sem comer e 8 horas para me alimentar. Apenas almoço e janto, e no intervalo às vezes como uma fruta permitida.

No início meus exames estavam todos alterados: início de diabetes, colesterol muito elevado, entre outros. Já hoje estão todos normais e minha saúde é sem igual. Ganhei disposição e qualidade de vida.

Hoje já se foram 37kg e muitas medidas. Usava calça 54 e hoje uso 44 (mas já estão ficando largas em mim). Me encontrei de novo e descobri que tenho uma vida longa pela frente. Autoestima agora tenho de sobra, estou me amando como nunca.

Força de vontade e comida de verdade são o segredo pra chegar onde queremos.







Dayane

E você? Quer contar a sua história e ajudar a inspirar mais gente? Se sim, escreva um texto, junte umas fotos de antes e depois, e mande para paleodiario@gmail.com.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores