Lasanha de abóbora cabotiá e queijo canastra

Alguns dias atrás, eu achei um pedaço de abóbora cabotiá (conhecida em algumas regiões como abóbora-moranga) na geladeira, e quis dar um destino diferente a ela do que simplesmente virar creme ou guisado (as maneiras tradicionais como preparo em casa).

Calhou que eu tinha um queijo canastra meia-cura e presunto na geladeira, então improvisei uma lasanha. Já imaginava que ia ficar bom – porque TUDO de abóbora fica bom :-D – mas não imaginei que fosse ficar TÃO bom... Quando postei no Instagram do Paleodiário, várias pessoas pediram receita, então aí vai...

  • 1/4 de abóbora cabotiá, sem sementes nem casca 
  • Queijo canastra (qualquer queijo deve servir...)
  • Presunto
  • Molho de tomate (usei o industrializado mesmo, mas certamente teria ficado mais gostoso com um molho caseiro)
  • Alho a gosto (eu gosto MUITO)
  • Sal a gosto
  • Outros temperos
Fatie a abóbora com um fatiador de queijo. Dá um certo trabalho, e acho que da próxima vez vou usar o processador de alimentos. O ideal é que as fatias fiquem bem finas, porque vão para o forno ainda cruas.

Fatie o queijo com um fatiador de abóbora :-D Brincadeira, use um fatiador de queijo mesmo.

Misture o molho de tomate aos temperos de escolha.

Em um refratário, faça a montagem tradicional de uma lasanha: camada de abóbora, camada de presunto, camada de queijo, camada de molho, e repita até acabarem os ingredientes. O ideal é deixar um pouco de queijo por cima, para ficar gratinado.

Asse por 30 minutos a 250C, e sirva. Aqui em casa, um refratário médio não durou mais que o almoço.









Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores