Vou vivendo um dia após o outro

Olá Hilton e leitores do Paleodiário!

Hoje, depois de me inspirar em diversas histórias que li aqui, venho finalmente contar a minha!

Meu nome é Maria Beatriz, tenho 24 anos, 1,69m, já tive 85,6kg e hoje estou com 70kg (meta número 1) graças a dieta paleo/lowcarb!

Já tive duas experiências com dietas lowcarb em que perdi peso, atingindo meu peso alvo, e infelizmente ganhei tudo de volta ao voltar com a alimentação normal.

Mas dessa vez foi/está sendo diferente... estou com a motivação a mil, lendo muito, cozinhando, sem neurose e o melhor e ponto que acho mais importante: SEM PRESSA.

Minha alimentação é baseada basicamente em carne vermelha (na maioria das vezes patinho moído ou alguma outra carne) legumes e ovos, volta e meia tomo shake de abacate com morango congelado.

No começo da dieta eu fazia muitas receitas de bolinhos, pães, pizzas lowcarb, comia queijo, presunto, castanhas mas hoje não como mais, esses itens nem estão mais nas minhas compras de mês, acredito que tenha sido bom para engrenar na dieta, mas percebi algumas dores de cabeça.... Depois de alguns testes acho que a causa eram as castanhas e o coco ralado que consumia. Hoje em dia quando de doce não me basta o shake de abacate faço bolinho com farinha de amendoas (que até agora não me deu dor de cabeça) e como com café ou um quadradinho de chocolate 85% com um pouco de amendoim (saudades chocolate Shot), uma dica boa também são balinhas de gelatina (que são zero paleo, industrializado puro, mas são super lowcarb e gostosinhas).

Quando atingir 65kg (meta número 2), pretendo introduzir carboidratos na alimentação, penso em batata-doce (para que meus hormônios não fiquem loucos com o longo período lowcarb rs)

Não pratiquei exercício físico nenhum até agora e considero isso um erro brutal, mas me faltou planejamento, pretendo inserir alguma caminhada e mais pra frente iniciar no crossfit.

Confesso que estou com um pouco de medo da manutenção do meu peso quando atingir essa última meta, mas vou vivendo um dia após o outro (aceito dicas!).



Uma curiosidade: Parei de beber nesse período – e eu bebia bastante cerveja, cachaça saborizada gabriela, etc...outro dia fui tentar beber uma caipivodka, repito UMA CAIPIVODKA e tive a pior e mais longa dor de cabeça da minha vida. Hahahaha, não vou beber nada tão cedo, mas se for pra tentar, da próxima vez tento aquelas cervejas lowcarb rs



Bom, essa é a minha história, espero que inspire alguém assim como muitas histórias aqui me inspiraram! Qualquer dúvida/sugestão podem comentar aqui que assim que puder responderei.

Maria Beatriz

E você ? Quer contar a sua história e ajudar a inspirar mais pessoas ? Se sim, escreva um texto, junte umas fotos de antes e depois e mande para paleodiario@gmail.com

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores