Pão de polvilho e coco

Outro dia implementei esse pão aqui em casa. É barato, e embora não seja lááááá low-carb, é 100% paleo. Mais uma delícia criada pela Didi D'Addio

Ingredientes:
  • 1 xícara de chá de polvilho doce
  • 1 xícara de chá de coco ralado fino
  • 1/3 de xícara de chá de farinha de mandioca flocada
  • 3 ovos
  • 3/4 de xícara de chá de leite de coco
  • 1 colher de café rasa de mel (que será digerido pelo fermento)
  • 2 colheres de sopa de gordura derretida (óleo de coco ou banha ou manteiga)
  • 1 colher de sobremesa de fermento biológico seco
  • 1 colher de chá de sal
Modo de preparo

Coloque no liquidificador todos os líquidos e depois o coco, as farinhas e o fermento. Use o pulse do liquidificador para misturar todos os ingredientes e se der, deixe o liquidificador funcionando na velocidade mais baixa por algum tempo. Acrescente o sal e pulse mais um pouco. Deixe descansando ate dobrar de tamanho ( o tempo vai variar de acordo com a temperatura ambiente, mas levará entre 30 minutos e 1 hora). Unte uma forma de pão pequena com óleo e farinha de mandioca fina.

Leve ao forno pré aquecido a 200° por 40 minutos ou ate você perfurar o pão com um palito e o mesmo sair sem massa grudada

Fica muito macio e saboroso!

Se quiser conhecer mais receitas paleo que cabem no bolso e servem para todas as ocasiões, é só clicar na imagem abaixo:


Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores