Não consigo emagrecer! O que fazer? Parte 2 de 6

Segundo guest post de uma série fenomenal do Glauber Silva, do blog Obeso Emagrece.

não consigo emagrecer - parte 2 de 6: emocional - imagem com uma fita métrica, uma balança e uma mulher segurando fotos de expressões que representam diferentes emoções  

Eu vivo dizendo a frase abaixo: "Sentir-se leve começa pela cabeça!" Mas é importante destacar que eu não tenho a intenção de separar o corpo da mente quando falo isso. Afinal, a mente faz parte do corpo e nós devemos tratar o problema integralmente e não em pequenos pedaços. Mas essa separação infelizmente acontece em uma frequência bem alta! 

Dessa forma, sempre surge alguém buscando explicações para os seus fracassos em apenas um desses campos do conhecimento. E no campo emocional é bem comum as pessoas relatarem problemas que vão desde o estresse até a ansiedade, compulsões, culpa etc. 

Inclusive, eu gravei uma vídeo-aula onde explico como você pode tratar esses problemas emocionais de um jeito bem eficiente. Se você tiver interesse em assisti-la, clique aqui. Existem vários motivos emocionais para alguém não conseguir emagrecer da forma ou velocidade que gostaria... Entretanto, nesse artigo buscarei explorar o problema das pessoas que acreditam NÃO conseguir emagrecer porque não estão "pensando magro" o suficiente, então vamos lá...

1 - Não consigo emagrecer porque não estou "pensando magro"

Alguém já te disse que para emagrecer, primeiro você teria que aprender a pensar magro? Cuidado! Esse conselho abre margem para muitas interpretações. Eu entendo que muitos dos que falam esse tipo de coisa até possuem uma boa intenção, mas “pensar magro” é basicamente um nome bonitinho para se dizer a mesma coisa de sempre: “coma menos e faça mais exercícios”. Mas será que um magro realmente pensa assim? Bom, isso nos leva ao nosso próximo tópico...

2 - Será que você realmente deveria pensar como uma pessoa magra?

A grande verdade é que a maioria das pessoas magras jamais precisou se preocupar em seguir o que o senso comum nos diz a todo momento: coma menos e faça mais exercícios! E essas pessoas nunca se preocuparam com isso porque já possuem um tipo corpóreo que favorece o NÃO acúmulo de gordura. Eu mesmo conheço diversas pessoas extremamente magras que comem absurdamente mais do que eu e não engordam de jeito nenhum. Isso não quer dizer que essas pessoas sejam mais ou menos saudáveis, mas NÃO são gordas – mesmo comendo muito. Então "pensar magro" não parece ser uma boa ideia: grande parte das pessoas magras não se preocupa muito com as questões relacionadas ao emagrecimento.

Na verdade, quem precisa pensar em emagrecimento é quem sofre com excesso de peso.

E se formos parar para pensar, essa expressão “pensar magro” faria mais sentido se fosse trocada por “pensar gordo”.

Pois é o gordo que sempre está pensando e tentando emagrecer.

Ou seja: é exatamente o gordo que sofre emocionalmente com as dietas tradicionais que aprendemos ao longo da vida, e não as pessoas magras!

3 - Comece a pensar por conta própria e seja autônomo!

O principal problema dessa dica (#pensemagro) é que ela reforça que tem algo errado com você e para resolver é preciso tentar ser uma outra pessoa. Esse tipo de conselho mais uma vez coloca a culpa no gordinho e faz ele pensar novamente que esse problema é só dele.

Afinal de contas, todo mundo sabe o que deve ser feito para emagrecer não é mesmo?

Não!

As pessoas acham que sabem de tudo que deve ser feito para emagrecer. Enquanto, na verdade, elas apenas sabem o que o senso comum diz.

Mas comer menos (forçadamente) e fazer mais exercícios não é a solução, embora grande parte da população pense que sim.

Então da próxima vez que alguém disser que você precisa pensar magro, não dê muita bola...

E nem se preocupe em tentar se transformar em uma outra pessoa.

Seja você mesmo, seja autônomo!

Se você quiser saber mais sobre essa questão do emocional durante o processo de emagrecimento definitivo, baixe GRÁTIS o eBook MCL5 - Mente & Corpo Leve em 5 Etapas! Trata-se de um livro digital, escrito por mim. No livro eu abordo vários mitos sobre o equilíbrio emocional durante o processo de emagrecimento definitivo. Inclusive esse mito que diz para você pensar magro e vários outros relacionados a ansiedade, motivação, culpa, estresse etc.

Lembrando que não sei até quando esse livro ficará disponível para todos de forma gratuita... Portanto aproveite enquanto ainda dá tempo e garanta a sua cópia GRÁTIS agora mesmo! ;-)

Um forte abraço e até o próximo artigo. 

Glauber 

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores