Mesmo espelho, pessoas diferentes

Olá, pessoal.

Umas pessoas pediram para eu falar um pouco do que eu fiz para mudar tanto. Então vou tentar explicar aqui.

Com 10 anos de idade fui obrigado a iniciar a prática de algum tipo de atividade física pois meu colesterol e triglicerídios estavam nas alturas. Meus pais só me davam miojo, salsicha e nuggets, não por mal, mas por ingenuidade e falta de informação.

Entrei pro basquete, me apaixonei. Perdi peso mas continuei gordinho, pelo menos saudável, exame de sangue estava ok. Joguei 10 anos pelo Fluminense/Hebraica nas categorias de base.

Em 2009 parei de jogar e entrei para a academia. Fiquei um gordinho forte, tentava secar e não conseguia por nada, mas ia levando.

Em 2014 descobri o powerlifting e vi que era muito bom nele. Pensei: já que não consigo secar mesmo, vou me preocupar apenas em levantar esses pesos malditos aqui. Deu nisso, de 114kg para 127kg. Uns 38% de BF? Não sei.

Pela primeira vez estava com vergonha do meu corpo, vergonha de tirar a camisa e o principal: entrando na faculdade de Educação Física, precisava liderar com conhecimento e com EXEMPLO.

Comecei a famosa dieta IIFYM, não sei se todos aqui conhecem. Perdi uns 10kg e depois empaquei por meses. Não sabia o que fazer, ainda não estava satisfeito, longe disso.

Enquanto isso, um “maluco” no CT (centro de treinamento) onde treinava vivia se vangloriando de que não comia arroz, farofa. Dizia que comia gordura pra cacete. E eu ria da cara dele, falava que ele tava doidão.

Depois de mais alguns meses revolvi ouvi-lo e comecei a fazer LCHF. Eu tinha certeza que ficaria fraco, mal, sem disposição. Mas arrisquei.

Depois de um mës percebi que minhas cargas no powerlifting não haviam diminuido, percebi que eu estava mais disposto do que nunca, sem fome, sem sono durante o dia, dormia super bem a noite e, de brinde, vários kilos menos na balança. Gritei na minha cabeça MANO QUE QUE ISSO LCHF É A MELHOR COISA DO MUNDO.

Quase todo dia agradeço ao Eddie Sebastian Buddy por ter me convencido a começar esse estilo de vida que não vou parar nunca.

Comer desse jeito não é tortura nenhuma: eu amo, como com prazer.

Hoje estou com 95kg, mais feliz do que nunca, alguns dizem até que vão me dar uma camisa de presente porque eu quase não uso mais :-)

Obrigado, Dr. Souto!





Obs. 1: Dieta IIFYM de 127kg para 117kg – estagnei
Obs. 2: Dieta LCHF de 117kg para 95kg – ainda descendo
Obs. 3: Eu bebo todo fim de semana (#RedLabel), não sou monge, longe disso. Afinal, temos de nos divertir né?
Obs. 4: LCHF é vida rs

Vou falar o que eu como quase todo dia e não enjôo por nada.

7h – café com manteiga
15h – frango, bacon, batata doce, ovos, abacate, creme de leite, morango
19h – carne vermelha, ovos
22h – frango, queijo gorgonzola, bacon, salada, meio litro de azeite kkk (brincadeira né, mas é muito)

PS 1: Horários mudam todo dia
PS 2: Taco um whey protein aí as vezes
PS 3: Eu deveria comer mais salada

Bom, acho que escrevi demais, mas é isso aí. Perdoem os erros de ortografia. Tamo junto galera. VEM QUE VEM NO LCHF!

João Alberto

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores