Dieta não! Tenho estilo de vida

Olá, meu nome é Alexander.

Tenho 37 e sou natural de Osasco/SP; hoje, Curitibano por adoção. Sou casado, tenho três lindos filhos e uma super esposa.

Desde 2005 travo uma incessante luta contra a balança. Desde esta época sempre fui o “Gordinho Saudável” da turma – nem sei se existe esta expressão, mas era meu apelido – pois sempre fazia exames, e os resultados eram sempre no limite mas nunca passavam daqueles valores de referência (que também não querem dizer muita coisa, pois para cada pessoa é específico).

Venho de uma família, com tendência para engordar. Trabalho num ritmo alucinante, com projetos de engenharia de saneamento. Lido com prazos malucos, clientes pressionando, chefes mais ainda e por aí vai. E é claro, SENTADO.

Passei inúmeros almoços derramando coca no teclado do computador; inúmeras viagens onde durante o dia não se comia devido ao tempo escasso, e à noite parecia um banquete de rei MOMO, regado a petiscos e cerveja.

Bom, o resultado disso foi que em 11 anos engordei 37kg, chegando ao ápice deste peso em dezembro de 2015 (mês do meu aniversário).

À época, fui fazer uma bateria de exames pois tinha machucado a cervical (devido ao peso, numa brincadeira com meu filho) e também estava com pontadas no peito. Então fui à minha cardiologista, que vendo a minha situação, me encaminhou para uma bariátrica.

Ela me deu uma guia/recomendação, levei ao meu ortopedista que assinou embaixo pois eu estava numa situação bem crítica. Entre exames e discussões em casa, pois minha esposa era, é e sempre será contra intervenção cirúrgica desnecessária (depois explico o porque do "desnecessário"), o tempo foi passando, e eu cada vez mais certo de que faria a bariátrica. Comecei a pesquisar, falar com pessoas que fizeram e o medo aumentou um pouco mais, pois parecia loteria: em alguns casos a pessoa estava bem e em outros, em depressão e por ai vai.

Bom, aí a minha esposa voltou a me falar sobre a dieta paleo, que um ano antes já tinha mencionado e eu sinceramente não dera bola (quando ela ler isso aqui, vou levar bronca kkkkkk). Em fevereiro deste ano resolvi tentar. Pensei: Já fiz de tudo quanto é dieta, regime, contenção chamem do que quiser... vou ver o que dá. Não vai dar certo mesmo, e pelo menos ela pára de ficar falando. Isto foi o que pensei...

Como diria um cantor de axé por ai... SABE DE NADA, INOCENTE!

Fui apresentado ao Código Emagrecer de Vez, do Rodrigo Polesso, e no dia 10/03/2016 começei a minha jornada – saindo do lagro negro da força e vindo para a FORÇA. Sorte minha que tinha midichlorians no sangue senão não viraria Jedi... Desculpem o trocadilho... Os cinéfilos entenderão :-D

Começei, gostei e hoje é meu estilo de vida.....

Nesta caminhada, são 6 meses e:
  • 27kg a menos
  • 34cm de barriga a menos
  • 18cm de quadril, e por aí vai...
Depois de 45 dias eu já tinha emagrecido 16kg........

Lembram dos meus exames?



Hoje, comendo comida de verdade, que gosto muito, não passando fome, tendo muito mais disposição, alegria...

Nunca mais tomei remédio, e olha que tomava Omeprazol (por causa de refluxo) como remédio contínuo... TODOS os dias.

Nunca mais tive dor nas costas. Parei de tomar Tramal (cheguei a este ponto... acreditem tomava isso, combinado com Miosan e às vezes um anti-inflamatório, tudo por causa da coluna... das dores...)

E agora? NADA! Remédio ZERO!

Agora divido minhas conquistas e curiosidades com o pessoal da Tribo Forte, que é 100% voltado a este estilo. Escuto rigorosamente os podcasts do Dr. Souto e do Rodrigo, acompanho o Paleodiário, tenho grupos no Whatsapp, Face, Instagram. Ou seja, estou cercado de pessoas legais, que estão na mesma luta que agora é minha, mostrando que sim, é possível ter vida antes de partir para ignorância... (lembram que falei da intervenção cirúrgica desnecessária?) 

Antes, eu tomava uma lata de refri zero a cada refeição, e meu filho de 4 anos acabou indo na onda,. Minha mulher falava muito sobre isso, sobre eu ser o espelho dele.....

Hoje, a gente está em casa, ele está assistindo TV, e pede: Pai faz uma limonada pra mim? Com água com gás, viu? Não é o máximo? Estou bem e influenciando meus filhos... isso não tem preço.

Eu fiz uma montagem uma vez, pro nosso fórum da Tribo Forte, e postei lá.

E engraçado a ao mesmo tempo assustador ver as imagens do antes e depois...



Sei que ainda tenho um caminho a trilhar, pois atingi a meta que eu estipulei quando comecei (25kg) mas o negócio e tão gostoso que já ampliei a meta e sei que vou chegar... Agora não com pressa... Sem crise... Com calma e curtindo... 

Já não me preocupo mais, com balança, monto meus protocolos de jejum intermitente aos quais me adapto, faço testes.... já consegui 62h, e fiquei super bem.

Afinal não faço uma dieta, agora tenho um ESTILO DE VIDA.

Alexsander



E você ? Quer contar a sua história e ajudar a inspirar mais gente ? Se sim, escreva um texto, junte umas fotos e mande para paleodiario@gmail.com.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores