Entendemos o que cada tipo de alimento faz com o nosso corpo

Olá! Eu sou a Tatiane, 36 anos. Em julho de 2016 completamos 1 ano neste novo estilo de vida e gostaríamos de compartilhar nossos resultados para que sirvam de incentivo a quem está iniciando sua trajetória.

Meu histórico sempre foi de uma pessoa super-focada em alimentação desde os 18 anos.

Sempre me preocupei em fazer atividade física e "dietas", mas não conseguia perder nem um quilinho. Tinha uma alimentação super-restritiva em termos de calorias, comia de 3 em 3 horas, tudo integral, light e sem gordura.

E assim vivi até os meus 35 anos. Isto me fez acumular mais de 13kg de gordura excessiva em meu corpo, além de me colocar no caminho da diabetes – pois já estava com resistência à insulina sem saber.

Já fiz "trezentas" dietas diferentes. Emagrecia e voltava a engordar em qualquer escapulida que dava em um final de semana. Pois é, bastava um final de semana para eu perder qualquer resultado que tinha conseguido, e este efeito sanfona sempre me deixava insatisfeita.

Sou casada há quase 2 anos e já tinha conseguido fazer com que meu marido perdesse 5kg desde então, mas sempre com a restrição alimentar e comendo tudo integral, light, diet e sem gordura – igual a mim :(

Foi pesquisando sobre alimentação que encontrei o Blog do Dr. Souto, onde adquiri o conhecimento necessário para começar a mudar a nossa vida.

Mergulhei de cabeça nos estudos sobre o assunto e acabei conhecendo outras pessoas que também contribuíram muito com o nosso processo de aprendizagem como o Hilton Sousa do Paleodiário, a @laranesteruk, @lilian_sá, @teco.mendes, @danybettyboop, @drvictorsorrentino, Dr. Lair Ribeiro, entre outros.

No início quase “enlouquecemos” de tanto estudar. E a cada dia víamos o quanto de tudo que tínhamos aprendido estava errado. A cada livro que líamos, a cada documentário que assistíamos e a cada Periscope, nos certificávamos e nos encorajávamos a continuar neste NOVO estilo de vida.

No início não concebíamos a ideia de comer bacon, queijos gostosos, carnes gordas e ainda assim emagrecermos. Tínhamos medo da gordura natural dos alimentos. Afinal de contas, a mídia estava ali todos os dias pregando o contrário.

Passados os primeiros 3 meses, já estávamos convencidos e empolgados com os resultados da gente. Era incrível como nossa saúde tinha mudado: o sono, a pele, o intestino, a celulite, a disposição,o sistema imunológico, tudo estava melhorando.

Foi quando decidimos procurar um médico aqui em Salvador que seguisse a mesma linha de saúde integrada e que acreditasse neste estilo de vida. Encontramos através do Blog do Dr. Souto, o médico Dr. Adolfo Duarte na clínica @clinicasallus. Desde a primeira consulta ficamos encantados com tamanho conhecimento e ficamos muito felizes, pois ele não corrigiu nada em nossa alimentação. Ufa, estávamos na direção certa.

Nos tornamos muito “chatos” porque falávamos da nossa descoberta para todos os amigos e parentes. Queríamos compartilhar todos os benefícios que estávamos sentindo em nossa saúde. Sofremos muito no início com esta rejeição das pessoas mais próximas.

Meu marido então sugeriu que eu compartilhasse as nossas refeições no Instagram (@tatijmelo) para mostrar o que comíamos no dia-a-dia. As pessoas ficavam espantadas quando nos viam comendo ovos, bacon, queijo e salada no café da manhã. Sempre falavam a mesma coisa: “se eu tirar o pão, o que vou comer então?” rs.

A minha perda de peso foi muito gradativa. Ao passo que a do marido foi super-rápida. Logo nos primeiros meses ele já tinha perdido 20 kg, depois mais 6kg. Já no meu caso, foram 6kg e outros 7kg no decorrer do ano. É muito injusto com as mulheres, mas a questão hormonal influencia muito. Tive que aprender a ter paciência, rs.

Valeu a pena esperar. Estamos muito felizes com os resultados. Não pretendemos voltar a nos alimentarmos como antes. Aprendemos a conhecer os alimentos e a fazer as melhores escolhas em qualquer lugar. Entendemos o que cada tipo de alimento faz com o nosso corpo.

Agora, os amigos e familiares é que nos perguntam como fizemos para conseguir chegar onde chegamos. Como diz Dr. Souto, “os resultados falam por si” e eles são proporcionais aos seus esforços.

Espero poder contribuir um pouco com quem está começando….Tenham certeza de que este é o caminho mais acertado para viver uma vida saudável e libertadora.


Tatiane



E você ? Quer contar o seu caso e ajudar a inspirar outras pessoas ? Se sim, escreva um texto, junte umas fotos de antes e depois e mande para paleodiario@gmail.com

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores