A confusão das numerações de roupas

Artigo traduzido por Hilton Sousa.

por Brad Pilon

Há algo mais confuso que numeração de roupas ?

Eles variam de loja para loja, mudam de ano para ano, e bem, na maior parte do tempo parecem completamente arbitrários.

Caramba, até onde sei uma mulher pode vestir 46 na Zara e 42 na LK Bennet! Ela pode também ser 46 no busto, 42 na saia e 44 no vestido. Basta dizer que tamanhos de roupas para mulheres são muito complicados.

Para piorar as coisas, as medidas mudaram ao longo dos anos SEM QUE AS MULHERES mudassem. Com o passar do tempo, muitas marcas mudaram suas medidas de maneira que uma mulher que vestia 46 agora veste 44 ou 42, algo chamado "redimensionamento da vaidade", esperando que as mulheres estivessem mais inclinadas a comprar da loja em que vestem 42 ao invés da loja onde vestem 46.

Marilyn Monroe vestia 46 nos anos 1960, mas de acordo com suas medidas, ela hoje vestiria 40... até mesmo 38, dependendo da marca.

No catálodo da Sears de 1937, um vestido tamanho 48 tinha busto de 81cm. Em 1967, esse mesmo tamanho de busto era classificado como 42. Em 2011, era 34 (fatos aleatórios da Wikipedia).

Quando você realmente pesquisa, o tamanho de vestidos têm muito pouco a ver com o seu peso, e tudo a ver com a forma do seu corpo. Na prática, quando o conceito de "tamanho do vestido" foi criado, ele só dizia respeito ao tamanho do busto de uma mulher – os fabricantes de roupas simplesmente assumiam que poderiam adivinhar o resto do corpo só sabendo a medida do busto!

Atualmente, a crença comum é que você tem que perder 9kg para reduzir em 4 a medida do vestido, mas isso simplesmente não parece ser verdade. Os tamanhos de vestidos não ligam para o quanto você pesa, apenas para as suas medidas.

E quanto você pode mudar a forma do seu corpo em um período curto de tempo ? Acontece que a resposta é muito.

Você pode fazer algumas mudanças muito drásticas (embora passageiras) no tamanho que veste em um período de tempo relativamente curto.

Primeiramente, deixe-me esclarecer – eu estou falando sobre mudar a forma do corpo de maneira que alguém caiba num vestido menor. Para algumas mulheres isso pode envolver perda de peso significativa; para outras, pode ser apenas poucos quilos. Novamente, o truque aqui é manipular suas medidas, não necessariamente o seu peso.

Dito isso, acredito que seja possível para alguém reduzir em até 4 números o tamanho do vestido em tão pouco tempo quanto 7 dias – indo, digamos, de 50 para 46 ou de 46 para 42 com as técnicas certas.

Normalmente, para conseguir tal proeza, uma mulher teria que perder aproximadamente 2 polegadas (5cm) na sua cintura. Essa perda não será permanente, e não será na forma de gordura, mas lembre-se: a chave aqui é mudar sua forma... não necessariamente o seu peso.

Como regra geral, gosto de dizer que perder 2.25kg geralmente equivale a 2.5cm a menos na circunferência da cintura, então reduzir 5cm na sua cintura significa perder aproximadamente 4.5kg de gordura – mas essa é uma "regra" para perda de peso real no longo prazo, e não vale para manipulações rápidas do peso sob forma de hidratação.

Além disso, sua cintura é sempre menor pela manhã logo após acordar, e ainda menor na manhã após um jejum... às vezes, só isso já é capaz de representar uma redução de 2-3.5cm  na circunferência da cintura.

A conclusão aqui é que uma redução drástica de calorias e carboidratos, combinada a algumas técnicas de perda de água, poderia ajudar a criar uma queda não-permanente no tamanho do vestido em 7 dias... 7 dias difíceis, mas 7 dias no fim das contas.

Algumas pessoas vão argumentar que isso não é uma redução "real" no tamanho do vestido, mas dado que os tamanhos são arbitrários e não-relacionados ao peso, eu pergunto o que seria uma redução "real".

A lição é que a melhor maneira de rastrear as mudanças no seu corpo é acompanhando as suas circunferências e peso, e não algo arbitrário quanto o seu "número" de roupas.

O tamanho que vestimos pode ser facilmente manipulado (e olha que nem discutimos o quê o ganho de massa magra pode fazer pelo caimento das suas roupas), então lembre-se – se vai acompanhar as mudanças no seu corpo (e eu acho que deveria), fique de olho nas suas medidas (circunferências) e peso.

Busque por mudanças sustentáveis no longo prazo, e não flutuações rápidas!

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores