E de delícias em delícias se passou um ano.

Meu nome é Vanusa Rodrigues Chaveiro, tenho 46 anos e moro em Belo Horizonte.

Em 06 de julho de 2015 iniciei uma alimentação de verdade, evitando ao máximo o trigo e o açúcar. Inicialmente foi de maneira tímida, mas com o resultado alcançado com esta redução já foi o suficiente para me entusiasmar e levar a sério. Em pouco tempo o peso foi embora e a medicação para colesterol alto e hipertensão foi suspensa! HUHUHUHU. Mas para começar do começo do fim, voltemos uns dias antes...

Bem, exatamente no dia 20 de abril de 2015, em uma segunda feira perdida entre o feriado de 21 de abril e o final de semana, fui a um médico que, após me ouvir e pesar-me, constatou que eu estava com IMC 31 (66 quilos distribuídos em 1,46 metros de altura), considerado grau I de obesidade. Receitou-me SIBUTRAMINA, FLUOXETINA, GLIFAGE 500, Gymnema Silvestre 350mg Cápsulas, Espironolactona (Aldactone) e Picolinato de Cromo.

Bom, acho que como ele soube naquela consulta que há 20 anos eu fazia dieta pra emagrecer, deduziu que eu sabia o que comer e não me passou uma receita ou orientação de refeição, apenas o medicamento. Em três dias a medicação foi manipulada e como qualquer pessoa obesa desesperada, comecei o tratamento. Três dias de Sibutramina e decidi que não dava pra mim (ficava totalmente alheia ao mundo real e com medo até de atravessar a rua). A fluoxetina com os acréscimos acima eu tomei por uns 60 dias. Nesse prazo, como não tinha uma orientação do que comer, comecei a procurar na internet o que comer. Abençoado momento, quando me deparei com o vídeo do Rodrigo Polesso do “Emagrecer de vez”, com uma proposta totalmente inovadora e até absurda para meus paradigmas de alimentação e nutrição. Mas, como já estava perdida mesmo e após passar por todas as dietas possíveis, tomado medicamento pra emagrecer, pra colesterol e hipertensão, resolvi arriscar e comprar o e-book.

O que posso dizer é que esta foi a melhor compra da minha vida. Nunca tive um investimento com melhor resultado. E exatamente no dia 6 de julho, após me despedir do milho e guloseimas das festas juninas (muito tradicionais em Belo Horizonte), comecei o que seria meus 30 dias para ver o que acontece, sob o olhar desconfiado e condenador do meu marido.

Já na primeira semana os resultados foram fabulosos (redução de medidas inacreditável). Talvez porque já estivesse fazendo dieta restritiva de tudo e consequentemente de carboidratos há mais de dois meses, não sofri os efeitos com a retirada de derivados do trigo e do pouco açúcar que ainda me restava, mas meu corpo respondeu de uma maneira surpreendente, incrível. Era muito bom pra ser verdade. Não é que aquele doidinho (Rodrigo) tinha razão?

Inicialmente, consumi horrores de gordura. Colocava óleo de coco e azeite de oliva em tudo. E foi válida a experiência para perder o medo das gorduras e porque realmente a fome sumiu literalmente. Imediatamente abandonei todos os medicamentos (fluoxetina e companhia para emagrecer e medicamentos para hipertensão e controle de colesterol).

Em outubro, após três meses em low carb e alguns litros de gorduras, ao fazer exames médicos, meu colesterol deu uma arribada. Contudo, nesta ocasião, eu já havia conhecido o meu guru e Santo Protetor, Dr. Souto. Portanto, sabia perfeitamente o que fazer para corrigir esta dislipidemia e ajustei meu consumo de gorduras e também já havia passado aquele período de “oba, vamos comer todas as gorduras disponíveis do planeta”. Fiz a correção e resolvi o problema, tudo bonitinho, conforme orientações de quem conhece e sabe o que diz (leia-se Dr. Souto).

Fato é que, hoje, após um ano de mudança do estilo de vida e sair do manequim 44 (apertado) para o 38 (frouxo tendo que ajustar cintura) sinto-me imensamente feliz em meus 52/51kg. Não ajustei nenhuma atividade física, embora não me considere sedentária, pois minhas atividades me obrigam a carregar alguns pesos e caminho com regularidade, além de ter uma netinha com quase 15 quilos que me obriga a levantar peso.

As pessoas se surpreendem com meu emagrecimento, elogiam, mas quando falo sobre meu estilo de vida e das mudanças que fiz, torcem o nariz. Meu marido continua comendo um pãozinho quase todos os dias, mas com as pequenas mudanças já emagreceu mais de 5kg e perdeu medidas.

Depois de mais de 20 anos (dos 25 aos 45) lutando contra a balança e passando por todo tipo de dieta, é muito bom saber que não existe mais este tormento em minha vida. Como quando tenho fome e como as coisas mais gostosas às quais todas as dietas convencionais me restringiam. Prefiro a carne com gordura e para mim a melhor parte do frango é a pele. 

Para finalizar (sei que estou cansando o nobre e paciente leitor), continuo emagrecendo e perdendo medidas, mesmo tendo acrescentado alguns bons carbs em minha alimentação, principalmente à noite. Desde fevereiro tenho praticado JI de no mínimo 24h uma vez por semana e na semana passada vivenciei a experiência de ficar por 48h sem ingesta e confesso que foi a sensação de libertação mais gostosa que já experimentei. Amo fazer JI e tenho que me segurar para não exagerar e emagrecer demais.

Resumindo, neste período de 12 meses quase 15kg se foram e um mundo de felicidades e novas experiências vieram. Sem fome nem drama. Apenas com discernimento suficiente para entender que as coisas não acontecem do dia pra noite.

Como não sou celíaca, eventualmente consumo alguma coisa de trigo e tomo cerveja, também eventualmente, sempre com muita parcimônia. 

Tentei levar o conhecimento para a minha família e amigos, principalmente para aqueles que realmente precisam, mas não obtive muito êxito. A força da mídia é maior que a minha e já que o exemplo vivo que represento não é suficiente, nem lamento. Cada um com sua crença.

Agradeço muito ao Rodrigo Polesso, porque tudo começou com o seu e-book “Emagrecer de Vez”. Agradeço ao Dr. Souto por ser este Pai de todos! Com seu conhecimento, a sua sabedoria e o seu altruísmo está levando saúde a uma gama imensurável de pessoas. 

Hoje sou seguidora de muita gente boa que temos na esfera dos blogs, como o Hilton Sousa, Teco Mendes, Senhor Tanquinho, Fernanda Vida Paleo, Paty Aires e outros.

A todos o meu eterno agradecimento... Por fim, como as imagens falam mais que as palavras, deixo as imagens falarem por si...






E você ? Que tal contar a sua história e ajudar a inspirar mais pessoas ? Se quiser, escreva um texto, junte umas fotos e mande para paleodiario@gmail.com.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores