Ouça menos o que a televisão diz, e mais o que diz sua horta!

Hoje eu tenho 29 anos. Que bom que o tempo passa, né? Vira e mexe alguém me pede pra ver o meu "antes e depois". Esses dias mexendo nas fotos antigas achei essa do "antes", em 2011, no Facebook do meu irmão Caio Shiru... Resolvi publicar no meu perfil no Facebook e, a convite do meu amigo Hilton, também compartilhar aqui com vocês no Paleodiário – porque todo dia escuto algum tipo de crítica ou a mídia mundial publica alguma matéria ou artigo-lixo sobre o estilo de alimentação que eu sigo e recomendo, como se ele pudesse induzir obesidade a longo prazo e/ou prejudicar a saúde de alguma maneira... Como apenas quando tô com fome, com menos carboidratos (sem NUNCA chegar nem perto de ZERÁ-LOS) e sem evitar a gordura natural dos alimentos! 



Emagreci, passei por platô, levei puxão de orelha do Dr. Souto, desencanei, emagreci mais um pouco, passei por uma perda enorme em 2014, engordei, voltei pra faculdade, emagreci de novo... UFA! Depois de uma vida inteira tentando tudo quanto foi dieta, tomando tudo quanto foi remédio, tentando lidar com a culpa por comer, com a raiva de mim mesma, lutando contra a balança e a compulsão, acreditando que isso não era pra mim.... Foram 33kg eliminados em aproximadamente 1 ano, autoestima recuperada, prazer no lugar do medo na hora de comer, noites de sono tranquilas, disposição e ânimo durante o dia, entre milhares de outros benefícios: não ter mais crises de enxaqueca, não precisar tomar 2 hormônios para controlar o ciclo, nunca mais depender do anti-histamínico pra conseguir respirar, não precisar de remédio pra dormir, remédio pra acordar... É, parece que funcionou! O resultado pode não agradar a todos os gostos, mas a mim, deixa muito feliz! :)

Na época em que mudamos a alimentação, sempre me perguntavam se não era perigoso deixar minha filha de 3 anos comer mais de um ovo por dia – mas ninguém tinha medo de dar pra ela aquele pirulito que pinta a língua de azul! Até hoje as pessoas têm medo por eu dar COMIDA à minha filha mas não sentem medo de dar às crianças xarope de milho invertido, gordura vegetal hidrogenada, ácido fosfórico, maltodextrina, formaldeído, benzoato de potássio, glutamato monossódico, inosinato dissódico, tripolifosfato de sódio e corantes.

Basicamente a minha pergunta é: em que situação possível, pode ser uma má-ideia eliminar industrializados da alimentação? Conhecer-se, comer de forma natural, obedecer o corpo, respeitar-se? Em que conta o resultado pode dar negativo quando se troca barrinha de cereal, adicionada de xarope de milho e corantes, por castanhas in natura e abacate? O que de ruim pode acontecer se trocarmos pão de pacote, cheio de aditivos e conservantes, por ossobuco cozido em fogo baixo?!



Não é dieta da Moda!
Não é Dieta da Proteína!
Não é dieta Zero Carbo!

Que mundo é esse onde pessoas, médicos e nutricionistas acham que alguém terá carências nutricionais por consumir comida de verdade, salada, vegetais, peixes, ovos e carne, e que essas mesmas carências poderiam ser sanadas pela introdução de pão, massa, biscoito e açúcar?

Estas são as certezas que tenho HOJE: eu me curvo às evidências. Assim que elas em conjunto apontarem o contrário e a prática as seguir, eu irei junto! Cabe a todos a busca, o conhecimento, o não ignorar de suas raízes evolutivas, o ignorar do senso comum e o confiar no que a própria natureza não restringe! 



Ouça menos o que a televisão diz, e mais o que diz sua horta! <3 #ComidaDeVerdade #LCHF #LoveMyDiet #MundoDoido

May Ishii



E você ? Quer contar a sua história e ajudar a inspirar outras pessoas ? Se sim, escreva um texto, junte umas fotos de antes e depois e mande para paleodiario@gmail.com.

Recomendado para você

1 comentários:

Click here for comentários
23 de junho de 2016 13:35 ×

Hilton, onde eu encontro material low carb\paleo relacionado ao alto rendimento em esportes (crossfit, musculação, etc) e fases de definição muscular e ganho de massa?

Congrats bro Joao Pedro Prado you got PERTAMAX...! hehehehe...
Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores