Aprendi a amar esse estilo de vida e quando estou nele não fico contando os dias para acabar

Bom, eu nunca fui obesa! 

Era apenas um pouco cheinha, e sempre inventava umas dietas malucas para emagrecer rápido. E quando estava no meio das dietas eu sempre ficava sonhando com o dia que ia acabar e eu voltaria a comer tudo que eu queria de novo – o resultado todo mundo sabe... Em duas semanas engordava tudo de novo e até um pouco mais! 

Até que um dia fui ao médico fazer exame de rotina e descobri que estava com pré-diabetes e colesterol alto, então o médico me passou uma dieta com muitos grãos, farinhas integrais e quase nada de gordura. Eu jacava quase todo dia, não conseguia seguir aquilo. Sentia muita fome, não emagreci quase nada e estava sendo uma tortura. 

Então desisti e voltei a comer como antes! Um dia estava procurando na internet mais alguma dieta doida que eu pudesse fazer para emagrecer rápido, até que encontrei um tópico falando sobre low-carb... Eu li bastante sobre a dieta, mas não acreditei muito. Pensava que devia ser mais uma temporária igual às outras! Além disso vi muitas dificuldades, achava que nunca iria conseguir comer ovo no café da manhã, não tomar leite, não comer arroz e feijão. Mas mesmo assim decidi tentar uma semana para ver como meu corpo iria reagir. 

O resultado foram 3kg eliminados em uma semana – fiquei super feliz com o resultado! O sintoma mais forte que senti no começo foi mau-humor, mas as mudanças foram mais motivadoras e me incentivaram a me manter no caminho! Depois da fase de adaptação, que comigo durou de 2 a 3 semanas vi muita coisa mudar: meu ânimo aumentou; eu me sentia com muito mais disposição para fazer atividade física; e o melhor foi a compulsão por alimentos: eu recusava coisas que não estava na dieta sem sacrifício. Simplesmente não tinha vontade de comer aquilo, e isso me animava muito! 



Bom, nesse meu começo com low-carb eu comia muita gelatina zero açúcar, muito chocolate amargo, queijos, inventava receitinhas, fazia bolinho do coco... Hoje em dia eu sou muito mais paleo, praticamente vivo de bicho e planta durante a semana e às vezes no final de semana como algo "fora" – mas sempre low-carb. Teve vezes que jaquei também é demorei um pouco para retornar, como Natal, Réveillon, meu aniversário e algumas outras datas. Mas aprendi a amar esse estilo de vida e quando estou nele não fico contando os dias para acabar. Me sinto feliz comendo assim e o que isso me proporciona, então sempre sinto prazer em retornar à dieta quando jaco! 

Nesse tempo também comecei fazer musculação e treino HIIT, que ajudaram muito na minha evolução. O pré-diabetes que eu tinha foi-se e meu colesterol hoje tá perfeito \o/ comecei com 60kg e hoje peso 51. Antes tinha 35% de gordura corporal e hoje tenho 27%. Ainda é bastante, mas não tenho pressa! Obrigada ao Hilton por me ceder esse espacinho para contar minha história e por compartilhar tanto conhecimento com a gente ! 



Um abraço!
Dieny



E você, quer contar a sua história e ajudar a inspirar pessoas ? Se sim, escreva um texto, junte umas fotos e mande para paleodiario@gmail.com.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores