Meu filho deveria puxar ferro ? Parte 2.2: Princípios para desenvolver o condicionamento em crianças para o esporte e a vida

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

Nota: Esse artigo é gigantesco, por isso tive que quebrá-lo... A parte 2.1 está aqui.

por Joy Victoria

Enquanto pensamos em habilidades esportivas como sendo relacionadas a um esporte específico, você pode (pelo contexto) incluir levantamento de peso como um tipo de "esporte", uma vez que essa série foi escrita exatamente sobre a questão "Meu filho deveria puxar ferro?" Eu sei que não é esporte se você fizer recreacionalmente, mas não é esse o ponto. O ponto é que levantar pesos também é específico. Levantar pesos e treinar para ganhar força é frequentemente MAIS específico do que precisa ser, e introduzido com especificidade mais alta (somente treinos com halteres ?) antes que o corpo de alguém tenha uma boa base de movimento para começar. A base de movimentos é ampla, e esta variedade é importante de desenvolver-se enquanto criança, quer ela venha tornar-se um atleta de elite em um único esporte, ou apenas permanecer forte e móvel até a morte. Eu acho que é seguro dizer que a razão pela qual precisamos de tantos protocolos corretivos, variações, regressões, progressões, etc, é porque estamos tentando reganhar o que supostamente era nosso desde o princípio; movimento fácil, gracioso e variado que pode eventualmente receber carga, velocidade, treinado com força ou evoluir para a alta especificidade de um esporte.

Então o objetivo não é O agachamento, e sim SER CAPAZ de agachar.

Certos esportes desenvolvem habilidades motoras fundamentais de maneira melhor ou mais variada que outros. Ginástica e lutas como greco-romana e judo requerem mais quedas, empurrões, rolamentos, etc. Na minha opinião pessoal, são dois dos esportes mais valiosos para crianças, especialmente as muito jovens. Esportes atléticos também englobam uma variedade de habilidades. Saltar, saltitar, correr e arremessar. A importância da variedade de movimento para crianças é um tema comum com o qual nos deparamos.

A obra "Desenvolvimento de atletas no longo prazo" (3), publicada pelo Centro Esportivo Canadense, define um modelo para desenvolvimento apropriado e estágios (físicos e psicológicos) de desenvolvimento para as idades 0-19+. Ele categoriza os blocos fundamentais (aquelas habilidades motoras básicas!) de movimentos mais especializados chamando-as de FUNdamentals (N.T.: um trocadilho entre as palavras "fun" (diversão) e "fundamentals" (fundamentos)). E isso é uma boa maneira de lembrar-se deles, porque aumenta um dos mais importantes princípios para aprender habilidades físias: diversão e brincadeira. Crianças aprendem com elas.

Eu cito:

As habilidades motoras básicas de 3 atividades proveem a base para todos os outros esportes:
  • Atléticos: correr, girar, saltar ou arremssar
  • Ginásticos: agilidade, coordenação, equilíbrio e velocidade
  • Natação: por questões de segurança na água, para equilíbrio em um ambiente flutuante, e como fundação para todos os esportes aquáticos
Sem as habilidades motoras básicas, uma criança terá dificuldade de participar em qualquer esporte. Por eemplo, para desfrutar do baseball, cricket, futebol, handball, rugby e correlatos, a simples habilidade de agarrar (um objeto em movimento) precisa ser dominada (3)

Você pode eventualmente aperfeiçoar, adicionar carga ou especificar um movimento para dado esporte enquanto uma criança cresce – é isso que "apropriado" significa. E é aqui que as crianças também podem engajar-se mais e mais no que podemos pensar como exercício "formal", ou treino de habilidade esportiva específica.

Mas a melhor coisa que você pode fazer pelo condicionamento físico dos seus filhos para o esporte ou saúde é criar um ambiente no qual a atividade física diária seja a norma, e proveja-os com oportunidades de brincar com uma variedade de ferramentas e tarefas. Além disso, tudo é possível. Crianças podem erguer kettlebells, treinar levantamento olímpico ou fisiculturismo no porão com você. Elas podem ter aulas, tentar qualquer esporte que gostem, e pedalar até cansar. Futebol e hockey na rua são boas idéias, assim como subir em árvores e rolar morro abaixo na grama. Construir uma base de movimentos sólida, especialmente antes da pré-puberdade aos 11-12, é um momento crucial para construir habilidade física e uma base atlética sólida.


Brincadeira e exercício físico estão tornando-se menos normais para crianças. Videogames, TV, férias mais curtas, trabalho de casa, menos educação física e ambientes domésticos (pais, estou falando com vocês!) que não encorajam atividade física estão erodindo o calibre e a qualidade da saúde em crianças e nos adultos que elas se tornarão.


"Aqui está nossa realidade. As crianças não se movem. A ginástica foi-se e o conceito de brincar lá fora está morto, que é onde as crianças costumavam desenvolver seu preparo físico geral" – Ryan Burgess falando sobre o desenvolvimento de habilidades esportivas em crianças (4)

"Com a alta incidência de obesidade infantil no mundo ocidental, muitas crianças não conseguem fazer simples flexões, barras e agachamentos. Já foi mostrado que mesmo os exercícios com peso corporal são difíceis de fazer, e que a incapacidade de realizar exercício afeta dramaticamente o desejo da criança de exercictar-se devido à auto-estima e feedback negativos ('Eu não consigo fazer isso'). A habilidade de controlar a própria massa corporal é vital para a performance atlética ótima, e os treinos com pesos deveriam ser usados para reduzir a carga e melhorar os níveis básicos de condicionamento de atletas jovens de maneira que eles possam desenvolver a habilidade de controlar seu peso em exercícios. A progressão em várias máquinas e exercícios de levantamento podem ajudar a desenvolver o controle do peso corporal e do movimento, uma característica crítica da performance atlética" (5)

Habilidades motoras e aprendizado motor não são discutidos o suficiente pelo "fitness convencional", na minha opinião. É muito simples. Cada movimento que você faz é uma habilidade motora. Ele é aprendido. COMO ele é aprendido é muito importante, e um assunto completamente diferente – sobre o qual não vou falar agora. Mas voltando ao assunto de crianças, levantamento de peso e atividade física, aqui está o que você precisa saber: a melhor época para construir a fundação de tudo na vida é durante a infância, incluindo saúde física, movimento e coragem. Dá perspectiva, hein ?

Agora, vamos ao próximo tópico.


Cedo demais, tarde demais ? A discussão sobre a especialização prematura em um esporte, e treinamento para esporte específico.


Eu não sou a mais qualificada para falar sobre isso, mas conheço um bocado de coaches que são e já li um bocado do seu trabalho. Eu passei 2 anos trabalhando com estudantes de segundo grau, mas nunca fui treinadora de um esporte específico. Sinto que é importante dizer que algumas das idéias que apresentarei são bem suportadas mas controversas, especialmente para treinadores e pais que têm sonhos de seu filhos sendo uma estrela do esporte. Se você tem uma criança assim, é ainda mais importante que você leia.

Alguém já me apontou um grande texto escrito por Gareth e Leigh Ashton, chamando "Treinamento básico para jovens – O método DASH". Você pode comprá-lo aqui, e eles descrevem a questão muito bem ao distinguir entre desenvolver o atletismo e desenvolver um atleta. Em suas palavras:


É importante que esclareçamos a diferença entre desenvolvimento atlético e desenvolvimento de um atleta. Os termos são frequentemente usados de maneira intercambiável, mas têm significados muito diferentes. Desenvolvimento atlético está relacionado a desenvolver as habilidades físicas de alguém, ou "atletismo". Isso inclui habilidades de locomoção, estabilização e manipulação, tais como corrida, salto, mudança de direção, giro, movimentos combinados, levantamento, arremesso, chute e muitos outros. Também envolve os componentes do condicionamento tais como velocidade, força, explosão, resistência e coordenação. O termo mais amplo "desenvolvimento do atleta" cobre todos os componentes importantes para o sucesso como atleta em uma arena esportiva. Isso inclui atletismo, habilidade esportivas, senso de jogo e compreensão tática, traços de carater, habilidades mentais e psicológicas, conhecimento e aplicação de nutrição e estratégias de recuperação. Atletismo é um componente crucial (e frequentemente menosprezado) do desenvolvimento geral do atleta.

Capacidades atléticas fundamentais formam a base do movimento efetivo e livre de lesões e da performance tanto no esporte quanto nas atividades gerais da vida. Quanto mais atlética é uma pessoa, maior a plataforma que ela tem para desenvolver habilidades e capacidades específicas e atingir o nível mais alto. Atletismo estabelece a base de QUALQUER ambiente esportivo ou de condicionamento, com todos os outros componentes formando camadas construídas sobre essa fundação.

Conhecido também como "não passe o carro à frente dos bois". Ou, como Ryan Burgess diz, "não vire a pirâmide de cabeça para baixo".

O problema é que frequentemente o desenvolvimento esportivo (nos EUA ao menos, pela minha pesquisa) não respeita esse processo. Há uma ênfase prematura, não no desenvolvimento, mas na especialização e em brilhar muito cedo em um esporte (novamente, por tudo o que li isso significa antes dos 11/12 anos). Jovens destacam-se muito cedo em seus esportes, lá pelo fim da adolescência, estão cheias de lesões na época do segundo grau, não têm longevidade em seu esporte e abandonam o atletismo levando uma vida inteira de consequências. alguns esportes têm seu pico em idades ainda menores (ginástica, por exemplo), outros mais tarde (salto com vara é um exemplo), mas esse conceito ainda se aplica à maioria. O ponto principal é que os anos de desenvolvimento de uma crianças deveriam ser apenas isso. Desenvolvimento.

Esse é o modelo ideal sobre o qual a habilidade atlética e a performance são construídos. Uma fundação sólida de preparo físico geral (GPP) vai consistir de controle grosseiro da habilidade motora, proficiência na força corporal relativa, a introdução de um programa geral de treinamento e uma dose sadia de condicionamento cardiovascular... basicamente, ficar bom nas coisas que um humano funcional deveria ser bom. Preparo físico específico (SPP) é onde começamos a nos focar mais nos objetivos individuais: planos de movimento, sistemas de energia dominantes, treino de força especial, etc. Finalmente, a preparação técnico-tática é o esporte escolhido propriamente dito. (4)


O problema nos EUA é que nossa pirâmide está completamente invertida para o atletismo jovem. Ela é mais ou menos assim.



GPP = preparo físico geral. Tudo sobre o que falei acima. Garotos entram em treinamento altamente específico sem uma base boa. E acho que adultos também.

Crianças despreparadas expostas a estressores desenvolvimentais inapropriados é uma receita para lesões, performance ruim e desenvolvimento inadequado de habilidades. Quando se lida com atletas jovens, o aspecto desenvolvimental da equação é chave. (4)

Se você quer saber, aplica-se a todo mundo – que é o motivo pelo qual o seu treinador quer que você "domine o básico".

Continua... (caramba, pense num artigo ENORME)

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores