A semana de jejum do Hugo: Dia 5

Esse artigo é parte do experimento do Hugo Casarin, que decidiu ficar 5 dias em jejum, malhando crossfit todos os dias.


ACABOOOOU!!! 

Vou explicar o dia de hoje e amanhã revelo sobre todos os resultados e tudo que aconteceu, o que eu senti.

Hoje acordei um pouco cansado ainda, parece que o corpo não descansou. Acho que aquela recuperação tão alta no primeiro e segundo dias, já não estava dando conta da falta de macro e micro nutrientes que eu precisava por realizar tantos exercícios com tanta sobrecarga!

O mais engraçado é que acordei hoje cheguei à academia às 7 horas, dei 2 aulas e tirei um cochilo – mas era aquele que, se não tivesse despertador, ia por horas a fio. Coloquei meia hora de soneca e vamos treinar.

Foi complicado começar, fiquei atrás de todo mundo atrás de uma cafeína pra ver se acordava, mas não tinha e comecei assim mesmo...
Depois que o corpo aqueceu, parecia que estava voando! Tudo que era pra realizar poucas repetições ,meu corpo estava muito bem: me sentindo forte, explosivo, atento! Já nas horas que eu tinha que fazer uma atividade mai8s longa, eu sentia que o corpo não respondia, principalmente meu ombro . Parecia que tinha enfiado uma faca nele :-)

Depois do treino consegui dar aula super de boa, super tranquilo e sem problemas. 

Mas admito que a cabeça estava pensando em comida-comida-comida "all the time".



Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores