Os resultados só foram chegando

Meu nome é Tatiane Rodrigues, tenho 28 anos e sou Gerente Administrativo numa empresa de TI.

Vivo uma luta infindável contra a balança desde pequena. Até onde me lembro, com 10 anos eu já era gordinha. Já passei por vários tipos de dietas (da lua, dos pontos, do leite, do frango com batata doce, do comer de 3 em 3 horas...) já passei vontade de comer as coisas. Nunca consegui me manter com um bom peso por mais de 6 meses.

Em março/2015, saí de férias com meu namorado. Fizemos algumas viagens e nos empanturramos muito com doce de leite, cervejas e pães. Quando retornei e percebi que minhas roupas de trabalho não entravam, vi que havia alcançado o extremo do desrespeito com meu corpo e minha saúde. 

Estava com 72kg e meu rosto estava enorme! No dia 21/04 (veja foto anexa), fomos comemorar o aniversário da minha irmã e além de não ter uma roupa que me entrasse pra usar no dia, fiquei chocada com as fotos. Foi quando tomei a iniciativa de retomar a reeducação alimentar.

No fim de abril, reduzi a ingestão de açúcares, pães, bebidas alcoólicas e alimentos processados e industrializados. Passei a consumir mais vegetais, alimentos orgânicos e proteínas de qualidade. Apenas com essas medidas, obtive um excelente resultado. Nesse período, uma amiga companheira de várias dietas disse que havia aderido à paleo. 

Eu achava um absurdo quando ela me mandava vídeos de bacon frito, costela no bafo... mas, como já havia reduzido o consumo de carboidrato e estava engajada a comer "comida de verdade", resolvi tentar. Estudei muito sobre o assunto, li incontáveis artigos e blogs (inclusive o Paleodiário!) e percebi que talvez esse estilo de vida me trouxesse vários benefícios. E sem dúvida trouxe. Comecei a aplicar todos os conceitos no meu dia-a-dia e os resultados só foram chegando. E mais rápido do que eu esperava.

No meio de junho, acabei quebrando o pé e fiquei impossibilitada de praticar exercícios. Foi ruim, mas como fiquei em casa durante um tempo, pude ficar totalmente focada na preparação dos meus alimentos. Foi a melhor época do desenvolvimento da paleo, quando minha relação com a comida mudou completamente. Aquela história de comer de 3 em 3 horas desapareceu na minha vida e comecei até me arriscar em jejuns intermitentes.

Confesso que não fui 100% disciplinada; além de ser boa de garfo, eu e meu namorado somos beer sommeliers, gostamos muito de cozinhar e também produzimos cervejas artesanais em casa eventualmente. Ou seja, Nunca estou 100% livre de carboidratos, mas hoje damos muita preferência aos alimentos orgânicos e uma alimentação livre de produtos processados. Hoje em dia trabalho muito com substituições: escondidinho de carne com purê de repolho, arroz de couve-flor com strogonoff, bolinho páleo com farinha de amêndoas, creme de leite com morango... tanta coisa! 

O que ganhei nesses meses: meu cabelo parou de cair, não me lembro quando tive uma espinha no rosto, minha disposição e foco no trabalho melhoraram muito. Fiz meus exames periódicos no começo de setembro e todos os meus níveis de colesterol estão ótimos e meus hormônios no lugar.

Ah, e para complementar, hoje estou pesando 59kg :) Já cheguei a descer a balança para 57kg, mas além de não gostar do resultado estético, me dou a liberdade de consumir alguns alimentos "não paleo" e que gosto muito. Tomo minha cervejinha de vez em quando, como algumas coisas fora da curva, mas já sei onde fica meu ponto de equilíbrio e quão importante é mantê-lo em dia, em prol da minha saúde. Óbvio que a parte estética também conta e muito!








Um grande abraço,

Tatiane Rodrigues



Quer contar a sua história ? Mande um email para paleodiario@gmail.com.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores