Você não vê ? Já começou !

O título desse artigo é uma frase extraída do filme Akira, um clássico da animação japonesa anterior a patacoadas como Pokémon, Inuyasha e Naruto. Não vou me alongar sobre o enredo do filme (assista!), mas no contexto a fala da personagem Tetsuo é sobre a inevitabilidade de um dado fato: 


Você não enxerga à sua volta ? Tal coisa já está acontecendo!

Eu poderia até apontar para a inevitabilidade da aceitação da dieta paleo como opção viável e saudável (conforme sabemos, na "Califórnia é diferente, irmão").

Dá até para pensar na letra de "Como nossos pais", do Belchior:

É você que ama o passado e que não vê que o novo sempre vem.

Sim, o novo sempre vem, mas precisamos nos lembrar sempre de que a indústria nunca perde. Ela sempre vai torcer e distorcer qualquer coisa que possa ser usada para vender. É a função de qualquer negócio, o crescimento.

Amebas não constroem casas e pontes, elas apenas comem -- Kei (também do filme Akira)

Não se enganem, meus amigos: os dias das dietas paleo/LCHF chegaram para ficar. E provavelmente vão causar mais mal que bem (especialmente se nós, macacos-velhos, não nos posicionarmos direito)... Porque o mesmo sistema que vende camisetas do Che Guevara, que vende bottons da USSR, que vende máscaras do Bin Laden, que vende tudo o que possa ser vendido, vai vender lixo com rótulo "É paleo, pode chafurdar sem medo". Ahã, Cláudia, senta lá.

Ontem, um amigo me mandou as fotos abaixo. Uma "barrinha paleo", sem conservantes, sem açúcar, sem amendoim, sem soja... As únicas coisas "não-paleo" contidas aqui são o óleo e a lecitina de girassol.


Igualzinho ao que nossos avós comiam!

Lecitina de girassol, vovó ?


Onde está a pegadinha então ? Perceba que no caso dessa barrinha específica, eu nem torço o nariz completamente não... Provavelmente comeria numa emergência, se não tivesse mais nada para comer e a fome estivesse apertando (o que por si é pouco provável, já que estou bem adaptado a viver da minha gordura).

A torcida de nariz é para a maré que está por vir... Eu não sou hipócrita de dizer "que só como coisas paleo". De vez em quando eu como amendoim e creme de leite de caixinha (que provavelmente tem mais conservantes do que essa barrinha aí). De vez em quando eu uso catchup industrializado para temperar uma bisteca (quando dá aquela preguiça de fazer o meu próprio catchup caseiro).

Mas perceba que esses produtos NÃO SE AFIRMAM paleo. Eu consumo sabendo que estou comendo lixo, por pouco que seja. O que me preocupa é que logo-logo o rótulo "100% paleo" vai virar lugar comum, e a indústria vai reassumir (aposto!) todos os seus hábitos de aumentar o lucro, colocando um conservante aqui, outro ali, e no final teremos lixo empacotado de novo. Só que o público menos atento já vai estar condicionadinho, e vai querer comodidade. 

Quem já comeu uma barrinha Atkins (eu já!) ? Quem acha que aquilo é comida de verdade (eu não!) ?

Finalizando o desabafo, mais uma frase de Akira:

O futuro não é uma linha reta. Ele está cheio de encruzilhadas. Deve haver um futuro que possamos escolher por nós mesmos.

Como dizia o Homem-Aranha (invadindo um artigo que só devia falar de heróis japoneses :-), "antes de melhorar, ainda vai piorar muito". Precisamos ficar atentos para alertar sobre a troca do pão sem manteiga por pão sem margarina.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores