Controle de natalidade, parte II: Advertência sobre a drospirenona

Artigo traduzido por Juliana Whately. O original está aqui.

Este artigo faz parte de uma série sobre anticoncepcionais, escrita pela Stefani Ruper, do Paleo for Women:

  1. Pílulas anticoncepcionais - como elas funcionam, benefícios e riscos
  2. Advertência sobre a drospirenona
  3. Qual Pílula Anticoncepcional é Qual?
  4. O Implante, o Adesivo e o anel vaginal NuvaRing
  5. O DIU
warning-icon
por Stefani Ruper


Yaz e Yazmin (bem como Gianvi, Ocella, Syeda, Zarah, Beyaz, e Safyral) são escolhas populares de controle de natalidade para as mulheres que têm SOP ou outras desordens hiper-andrógenas.

Isto é porque a progesterona que vem nestes comprimidos é a drospirenona. A drospirenona age da mesma forma que a droga espironolactona age no corpo, o que quer dizer: como um bloqueador de testosterona. É por isso que as mulheres com SOP e/ou desregulação hormonal amam esta pílula. Entretanto, bloquear a testosterona não é a intenção principal dessas pílulas. Eles são, em primeiro lugar, diuréticos poupadores de potássio.

A droga espironolactona é normalmente prescrita para baixar a pressão arterial, preservando simultaneamente os níveis de potássio. Isso é bom para as pessoas com doença renal. E tem também, no entanto, como eu acabei de mencionar, o "benefício adicional" de interferir na produção da adolsterona. Esta, por sua vez, parece ter um efeito antiandrogênico, especificamente um efeito antitestosterona. Por esta razão, espironolactona e drospirenona diminuem e, em muitos casos, eliminam completamente os problemas com acne, crescimento de cabelo de padrão masculino e perda de cabelo de padrão masculino.

A drospirenona tem o mesmo efeito de combate a testosterona e efeitos poupadores de potássio.

Mulheres que tomam estas drogas devem ter seus níveis de potássio verificados regularmente e devem se certificar de que elas não estão desidratadas, enquanto tomam esses medicamentos. E quando o fazem, elas normalmente estão muito bem.

O nível de drospirenona na pílula é menor do que o que as mulheres normalmente tomam quando é espironolactona, mas isso não muda a importância deste aviso.

O acúmulo de potássio no sangue pode levar à morte súbita. Eu não estou brincando. Sinais iniciais de alerta incluem fraqueza muscular, falta de ar e palpitações cardíacas.

A desidratação pode levar a uma grande variedade de problemas médicos, incluindo:

  • Boca seca, pegajosa
  • Pele seca
  • Dor de cabeça
  • Prisão de ventre
  • Tonturas ou vertigens
  • Pressão baixa
  • Batimentos cardíacos acelerados
  • Respiração rápida
  • Insônia
  • Ansiedade
  • Febre
  • Nos casos mais graves, o delírio ou a inconsciência


Eu tomei espironolactona por cinco meses e tive sensação de ansiedade, palpitações cardíacas e insônia devido à combinação do desequilíbrio de potássio e desidratação, e não apenas enquanto tomando a droga, mas por vários meses depois de parar. Infelizmente, eu não sabia disso na época, então eu não sabia como corrigir. E continuou a piorar até que eu fui parar no Pronto Socorro com palpitações cardíacas graves. Eu compartilho essas informações com vocês NÃO para assustá-las sobre essas drogas – milhões de mulheres usam todos os anos com um efeito ótimo – mas para compartilhar com vocês a realidade da situação, e para que vocês saibam que se você sentir quaisquer alterações ou efeitos colaterais negativos, uma vez que tomam uma dessas pílulas, este pode ser o motivo e uma razão para que você considere outras opções mais adequadas para sua bioquímica pessoal.


Alimentos ricos em potássio incluem abacate (os mais rico de todos), banana, batata, batata doce, tomate, todas as folhas verdes e salmão. A maioria dos outros legumes e frutas são ricas em potássio em relação ao resto dos alimentos. Pode ser melhor evitar esses alimentos enquanto tomam pílulas anticoncepcionais contendo drospirenona.

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores