Pirão Atômico

Ontem, uma amiga me deu uma carne-de-lata. Na prática, foi uma carne-de-tupperware: um excelente pedaço de carne de boi, magra e suculenta, frita na banha de porco e mergulhada em banha – dentro de um tupperware.

Cheguei  da faculdade lá pelas 22h40, e resolvi que ia chutar o balde com a dieta do guerreiro. Tirei uma boa lasca da carne – que veio coberta de banha temperadinha – e aqueci no microondas. A banha derreteu e fez aquele caldão no prato. 

Olhei para ele, e não tive dúvida: joguei farinha de coco e vindalhos (comprei em um quiosque que vende temperos num shopping aqui de BH – combinação perfeita de alho, vinho, cominho, colorau e malagueta) por cima, misturei e fiz um pirão mega-power.

Comi suspirando e virando os olhos, enquanto assistia um documentário sobre armamento nuclear (muito bom, por sinal). Uma pena que não tirei fotos.


Não, esse não é o pirão que fiz. A foto é só para ilustrar mesmo :-)



Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores