Agora eu quero ver!

Excelente notícia!

O BMJ (Jornal Britânico de Medicina), uma das mais respeitadas publicações médicas do planeta, decidiu alterar sua política para aceitar artigos científicos.

Agora, ao submeter uma nova pesquisa, o autor deve estar isento de conflitos de interesse (ou seja, não pode fazer parte da folha de pagamento de empresas, ou ter sido financiado por elas, ou ser dono de uma patente ligada ao próprio estudo, etc) pelos 36 meses anteriores. Além disso, caso saiba que vai ter conflito de interesses nos 12 meses seguintes à submissão do artigo, ele precisa declarar também.

O intuito, no frigir dos ovos, é reduzir a presença daqueles estudos que por malícia ou por influência psicológica, apresentam resultados "ajeitados" para dar certo. São "bobagenzinhas" que matam milhares de pessoas por ano: na média, remédios com efeitos colaterais varridos para debaixo do tapete.

Vamos ver agora quantos estudos patrocinados pela Coca-cola vão dizer que açúcar e xarope de milho de alta frutose não fazem mal...

Que outros jornais científicos adotem essa postura, e que o BMJ consiga segurar o rojão – porque a pressão em cima dele vai crescer...

Como dizia o Bezerra: Se gritar "pega, ladrão", não fica um meu irmão :-D



Recomendado para você

1 comentários:

Click here for comentários
luizazz
admin
2 de fevereiro de 2015 19:55 ×

Ótimo!!!!! Quem é que vai falar agora que pizza é legume? :P

Congrats bro luizazz you got PERTAMAX...! hehehehe...
Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores