Projeto Pé no chão: Huaraches v3.0

Com quase 2 meses usando apenas huaraches ou sandálias com o mínimo desnível que consegui, já vi que essa é a minha praia. A minha tendinite desapareceu completamente, e sinto os pés mais fortes – mais cascudos também, certamente :-)

Nesse tempo, só usei sapato fechado umas 3 vezes (para uma ou outra ocasião que pedia: reunião de trabalho, igreja, capoeira). Ainda me olham esquisito na rua, mas finjo que não é comigo.

Percebi que ao menos aqui em BH, é impossível achar sandálias artesanais que tenham drop zero. Todos os artesãos insistem em colocar um mínimo de calço no calcanhar. Se eu quiser uma sandália de couro nesses moldes, ou faço ou mando fazer especificamente (já peguei o contato de um cara que parece ser bom, agora só falta encomendar).

Hoje, resolvi fazer mais um par de huaraches para mim, e aproveitei para fazer para a filhota. Não ficou primoroso, mas vou melhorando aos poucos enquanto invento/descubro as técnicas. É óbvio que um sapateiro faria com os pés nas costas, mas aí eu perderia a chance de aprender uma habilidade nova. Como dizia o Robert Heinlein:

Um ser humano deveria ser capaz de mudar uma fralda, planejar uma invasão, carnear um porco, pilotar um navio, projetar um edifício, escrever um soneto, puxar o saldo de contas, construir um muro, encanar um osso, confortar os moribundos, cumprir ordens, dar ordens, cooperar, agir sozinho, resolver equações, analisar um novo problema, carregar estrume, programar um computador, fazer uma refeição saborosa, lutar com eficiência e morrer corajosamente. A especialização é para os insetos.







Recomendado para você

3 comentários

Click here for comentários
Sillas
admin
4 de janeiro de 2015 12:14 ×

Já pensou em usar five fingers? Eu já usei até pra longas trilhas na serra do cipó e acho que é bem parecido com pés descalços.

Reply
avatar
14 de janeiro de 2015 00:34 ×

Ficou bacana! Se encontrar um artesão que faça um pra vc, mande o contato, pois vou querer uma também - A minha sandália está quebrando o solado no meio. Um artesão da feira da Afonso Pena fez uma sandália drop zero para mim uma vez. Ele achou estranho, mas como paguei adiantado, ele não quis nem saber. Atualmente uso um sockwa G4. Me saiu caro (US$ 80,00), mas é a coisa mais deliciosa - o solado tem 1.2 mm de espessura - mas dá um chulé desgraçado se for usado sem meia, kkk. O chulé é o mesmo problema do Five fingers - eu tinha que lavar o meu a cada 2 ou 3 dias. rs... Abraço

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores