Projeto Pé no Chão

Nasci com pés chatos - "planos e pronados", segundo a linguagem dos doutores. A pronação faz com que eles "caiam para dentro", colocando certa pressão nos joelhos - o que leva à dor.

Mas não foi sempre assim...

A minha filha herdou os pés chatos do pai :-)

Quando eu era moleque, a minha mãe me levou a um ortopedista que cogitou cirurgia corretiva (um pequeno enxerto ósseo). Por sorte, mãinha não quis submeter o filhote ao sofrimento e foi ver outro doutor. Este sugeriu o uso de palmilhas - que no início dos anos 90, eram feitas de um material tão macio quanto pedra.

Sofri com esta tralha por alguns meses, e depois larguei mão ("larguei pé" :-). Isso deve ter sido lá pelos 14 anos. Depois disso, me mudei para BH e comecei a praticar capoeira e corrida. Quando os sintomas iniciais da minha fibromialgia apareceram (dor no joelho), a primeira reação foi culpar os pés chatos - e comecei a usar palmilhas. O material já era mais moderno, e prezava pelo conforto.

Acabou que descobri a fibromialgia uns anos depois (de muitas sessões de fisioterapia), comecei a tratar a doença mas não abandonei as palmilhas. Venho trocando anualmente o par, desde 2003 aproximadamente.

E há um ciclo que sempre se repete: compro um sapato novo, e sofro por alguns dias até que ele ceda o suficiente para a palmilha caber com conforto. Às vezes, um dos pés se estressa com a combinação sapato/palmilha, e aparece uma tendinite. Aí fico umas semanas dolorido, ou faço fisioterapia, ou em casos extremos, tomo antiinflamatórios.

Pois é. Agora chega. Começando nessa semana (28/10) e até ordem em contrário, decidi só usar sapatos fechados em ocasiões extremas: rodas de capoeira, casamentos, funerais, reuniões importantes. De resto, pretendo ficar descalço e usar sandálias com o mínimo de plataforma possível, deixando a musculatura dos pés se fortalecer com o tempo (e exercício) - afinal de contas, eu nunca senti qualquer dor nos joelhos ou pés antes da fibromialgia aparecer, e com a dieta paleo ela está bem controlada há quase 2 anos.

Não pretendo virar corredor, apenas conseguir me movimentar andando para onde quiser - sem ficar sofrendo.

Vamos ver se dá certo. No momento, estou com uma tendinite leve na sola do pé direito (em parte resultante de uma torção que sofri ano passado)...

Recomendado para você

5 comentários

Click here for comentários
Pedro Guerra
admin
1 de novembro de 2014 13:59 ×

Olá, Hilton. Para andar por aí com um tênis que seja mais próximo de uma pisada descalço, que seja plano (drop zero) e largo na frente para os dedos se abrirem, recomendo o Saucony Hattori. Vende em várias lojas na net, mas ele tem uma fôrma pequena, então vale a pena comprar um número maior. Eu uso para dar meus sprints e é ótimo, muito leve. Abraços.

Reply
avatar
Teimosia
admin
1 de novembro de 2014 15:36 ×

Valeu pela dica! Eu estou estudando diversos, como o Saucony, o FiveFingers e o Xero. Os meus sprints eu faço usando um desses tênis de vôlei da Rainha/Topper, que também tem zero plataforma (é o mesmo que uso para jogar capoeira)

Reply
avatar
2 de novembro de 2014 23:43 ×

Hilton,

Faz 1 ano uso que estou usando um Vibram 5 fingers (influência do Mark Sisson). Tirando o fato das pessoas quase tropeçaram por não serem capazes de tirar os olhos dele quando me vêm, o que incomoda um pouco, foi uma boa aquisição. Me acostumei tanto com ele que passei a achar qualquer coisa desconfortável. O pé fica todo esparramado com o tempo.
Outro que experimentei e também gostei muito foi o Sockwa (www.sockwa.com), uma espécie de meia com uma sola finíssima de plástico. A sensação de estar calçado e quase descalço é indescritível, mas a versão que comprei (G2) não deixava meu pé respirar e eu parei de usar.
Pretendo experimentar em breve um ZEMGEAR traveler (www.zemgear.com), que parece ser muito confortável, pois tem uma forma bem aberta e parece proporcionar uma pisada mais próxima do Vibram, sem o incômodo da aparência (convenhamos, o bicho é feio….).

Abraço,

Reply
avatar
Teimosia
admin
3 de novembro de 2014 08:19 ×

Os Vibrams são feiosos mesmo... Enquanto eu não encontro alguém para trazer um dos EUA para mim, acho que vou comprar um genérico no MercadoLivre. Este final de semana, comecei a construir huaraches para mim (só faltou o furador de couro, para furar as solas de borracha sem rasgar).

Gostei muito das sugestões... Vou ver o que faço :-D

Reply
avatar
3 de novembro de 2014 12:53 ×

Dê uma olhada no skechers go bionic, comprei um e não me arrependo.
Drop zero sem a feiura dos Vibram.

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores