Perda de peso para mulheres, parte I: Tudo exceto os hormônios

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.


A saúde da mulher em geral tem seu próprio artigo, mas há também um tópico específico nela que merece atenção especial porque é uma preocupação comum: perda de peso.

É mais difícil para as mulheres perderem gordura ?


Parece que mulheres não produzem tipicamente histórias muito dramáticas sobre perder 65kg em 1 ano, ou ao menos, elas não tem tantas assim para contar. Mas a pesquisa realmente suporta a idéia de que é objetivamente mais difícil para mulheres perder gordura ? Na verdade, não.

Primeiro de tudo, as taxas de obesidade são aproximadamente as mesmas para mulheres e homens. De acordo com os dados mais recentes do CDC, 35.5% dos homens e 35.8% das mulheres são obesos. Para as mulheres que compõem esses 0.3% da população, isso é obviamente importante, mas no quadro geral, não é exatamente uma diferença enorme - não o suficiente par aprovar que mulheres são "mais propensas" à obesidade do que os homens de qualquer maneira significativa.

E sobre a perda de peso ? Quando homens e mulheres entram em dietas, eles respondem diferentemente ?

  • Neste estudo, mulheres e homens perderam basicamente as mesmas quantidades de gordura, mas em lugares diferentes. Os homens perdem mais gordura visceral (ou seja, na barriga), e as mulheres perdem mais gordura subcutânea nos quadris. Mas isso é de se esperar, considerando que mulheres tem mais gordura subcutânea para começo de conversa.
  • Este estudo descobriu (e não foi surpresa para ninguém) que uma dieta moderada em carboidratos funcionou melhor que uma dieta rica em carboidratos para a perda de peso, mas que os resultados não diferiram por sexo. Este estudo concordou – no curto prazo, homens perderam mais que mulheres, mas no longo prazo, com as mesmas intervenções dietárias, os resultados empataram.

Para resumir: não está claro a partir da evidência científica atual, que mulheres tem objetivamente uma tarefa mais difícil à sua frente quando estão tentando perder peso. Em um laboratório, funciona da mesma maneira. Mas laboratórios não são o mundo real, e está claro que muitas mulheres do mundo real lutam mais com a perda de peso do que seus irmãos, maridos e amigos. Por que ?

Na primeira parte desta série, vamos cobrir tudo exceto os hormônios; então, na parte 2, vamos nos afundar no estrogênio e ver o que ele tem a dizer.

3 Razões não-hormonais para a perda de peso no mundo real ser difícil para mulheres


Matemática da composição corporal

Primeiramente, mulheres são (na média) menores que os homens. Mulheres (na média) tem menos massa corporal, e menos massa muscular. Quanto mais massa corporal você tem, mais calorias precisa apenas para o seu metabolismo, e mais calorias você queima por cada minuto de exercício.

Por exemplo, imagine um homem de 113kg que sai para correr com a sua namorada de 70kg, por 1 hora. Ele queima quase 800 calorias; ela queima algo próximo de 500. Mesmo em repouso, aquele cara de 113kg queima muito mais calorias num dia. Na prática, imagine que ele sequer saia para correr. Imagine que ele fique apenas lá sentado, jogando videogame o dia inteiro. Se a sua namorada quiser igualar as calorias queimadas por seu namorado sedentário, ela teria que correr por quase 3 horas - além de tudo o que ela já faz no dia!

Olhando para tais números, não devia ser difícil entender o motivo de as mulheres acharem mais difícil perder peso: é mais difícil criar um déficit calórico. Não tem a ver com o sexo; é sobre a sua massa corporal. Um homem de 1.60m teria problemas muito similares, mas num nível populacional, a maioria dos homens tem um pouco mais de "liberdade" com a comida que ingerem porque tem mais massa corporal para sustentar.

A solução: não tente acompanhar o tamanho das suas porções que os homens ao seu redor comem! Coma para satisfazer a sua própria fome, não para "competir" com alguém. Além disso, faça algum treinamento de força e coma bastante proteína durante a perda de peso para minimizar a perda de tecido magro tanto quanto possível; isso vai te ajudar a manter a "massa" que você quer (massa muscular), minimizando o problema de "meu corpo está menor, então agora eu preciso de ainda menos calorias do que precisava antes".

Dieta paleo pode ajudar ? Provavelmente - porque comida paleo não é muito fácil de se abusar, é mais fácil ficar atenta às dicas do próprio corpo e parar de comer quando ele já recebeu o suficiente - e não quando o prato está vazio ou quando todo mundo na mesa acabou.

Pressão cultural


A segunda razão para as mulheres acharem a perda de peso tão difícil é o componente emocional. A maioria dos homens simplesmente não ligam tanto para a imagem corporal ou magreza, então é mais fácil para eles abordarem uma dieta de maneira lógica e analítica. Mulheres são tão bombardeadas com tantas mensagens sobre vergonha, culpa, medo da comida e inutilidade, que é muito difícil tomar uma abordagem científica, e muito fácil perder-se numa confusão de expectativas irreais e auto-depreciação.

Isso não é sinal de nada errado com as mulheres; é um sinal de algo errado com o mundo à volta delas. Mas ainda assim, pode sabotar os maiores esforços para perda de peso com dietas da moda, ou zigue-zagues de restrição extrema e de compulsões.


A solução: não há solução fácil para essa, mas às vezes ajuda lembrar a si mesma que só porque você sente tais pressões com muita força, isso não significa que tenha que agir por causa delas. Com o tempo, o "eu estou lutando com a necessidade de me matar de fome agora, mas vou alimentar o meu corpo com um café-da-manhã de verdade, de qualquer jeito" pode tornar-se "eu aprendia a amar e respeitar o meu corpo e não sinto mais que preciso matá-lo de fome". (Parar de ler revistas de dieta também ajuda!)

Dieta paleo pode ajudar ? Bem, nenhum tipo de dieta consegue mudar seu ambiente cultural, mas a comunidade paleo como um todo encoraja um tipo de comportamento diferente - então neste sentido, sim, paleo provavelmente pode te ajudar. Conhecer outras pessoas que comem da mesma maneira pode te ajudar a construir um ambiente social onde esse tipo de ciclo maluco de empanturrar-se/restringir não é a norma.

Expectativas Irreais


Um último fator que pode tornar a perda de gordura "difícil" para mulheres não é um problema real com seus corpos; e sim um problema com expectativas irreais. Colocado de maneira simples, um número enorme de mulheres quer ser de um tamanho menor do que lhes é saudável.

O nosso ideal de "beleza" não é necessariamente saudável. Coxas que não se tocam não é sinal de boa saúde. E não ache que fitspo (N.T.: geralmente, mulheres que advogam pela alimentação saudável e malhação para conseguir um corpo perfeito; divulgam-se em blogs cheios de selfies) sejam melhor que thinspo (N.T.: geralmente, mulheres que advogam por corpos perigosamente magros através de restrições alimentares): mesmo um físico de modelo sarada não é necessariamente sinal de saúde "por baixo do capô". as realizações físicas destas mulhrees são muito impressionantes, mas tal tipo de corpo não é saudável para todas. Modelos de fitnesse são tão idealizadas quanto as modelos de passarela, só que de uma maneira diferente. Algumas mulheres parecem-se assim; outras não, e nenhum dos jeitos é "certo" ou "errado".

Tentar reduzir o seu peso abaixo de um nível saudável vai ser difícil e doloroso - porque não é saudável. Isso não significa que perder peso seja mais difícil para mulheres; significa que seus corpos são muito bons em preservar um importante órgão hormonal e metabólico face uma escassez repentina de comida.

A solução: antes de lamentar que você "simplesmente não consegue perder peso", considere que você pode não precisar perdê-lo. Algumas pessoas não tem a compleição física de uma modelo, e ESTÁ TUDO BEM. É melhor vestir um tamanho médio ou grande sendo feliz e saudável, do que sentir-se horrível e passar fome vestindo PP, tendo deixado de menstruar e incapaz de manter-se aquecida em temperatura ambiente.

Dieta paleo pode ajudar? Paleo torna muito difícil ficar abaixo do peso saudável (a menos que você esteja contando calorias, o que você não devia fazer). Então ela pode te ajudar a identificar o ponto a partir do qual a perda de mais peso simplesmente não é saudável. Sobre fazer as pazes com isso emocionalmente, mais uma vez, a comunidade de pessoas que comem desta maneira vai fazer mais por você do que a dieta em si.

Aí estão: 3 razões não-hormonais pelas quais a perda de peso fora do laboratório pode ser mais difícil para mulheres que para homens. Mas e sobre os danados dos hormônios ? Aguarde pela segunda parte, que vai explicar tudo o que você precisa saber sobre estrogênio e perda de peso.

Recomendado para você

2 comentários

Click here for comentários
4 de agosto de 2014 18:38 ×

Show! Competir com o fotoshop não é uma boa idéia:

Reply
avatar
Marjorie
admin
7 de agosto de 2014 10:08 ×

Excelente matéria!

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores