Cinto de adição de peso

Algumas semanas atrás, descobri um blog bacana chamado "Back to primal". O autor é um neozelandês que segue o método do Mark Sisson, e assim como eu, gosta de construir seu próprio equipamento para malhar. A lista de geringonças que o cara fez é impressionante: com uma mixaria de dinheiro, ele tem mais equipamento que muitas academias...

Pois bem, eu fiquei encucado com o "cinto de adição de peso" (weight belt, em inglês). É uma maneira mais prática de ir agregando carga aos seus dips/pull-ups/chin-ups sem precisar ficar comprando tornozeleiras cada vez mais pesadas.

Basicamente, o equipamento é um daqueles "macarrões" de piscina, que tem uma corda/corrente passada por seu interior. Assim, cidadão pode acrescentar peso à cintura que a espuma do "macarrão" não deixa machucar as cadeiras :-)

Eu tinha um macarrão sobrando aqui em casa, bem como a corda e os mosquetões que sobraram do ab strap. Em menos de 20 minutos, tinha o cinto pronto.

É feio, mas é honesto



Não tive coragem de tirar foto usando, porquê fica ridículo na cintura :-D 

Mas funciona que é uma beleza. Hoje, deixei as tornozeleiras de lado (1kg cada) e prendi no cinto uma garrafa PET de 3 litros, cheia de água (~3kg). Daqui a alguns dias, farei com a garrafa e as tornozeleiras. Depois, um galão de 5 litros. E por aí vai...

Equipamento 


Recomendado para você

1 comentários:

Click here for comentários
18 de agosto de 2014 16:36 ×

Muito boa idéia, mas por favor....nada de fotos.....kkkkk

Congrats bro Marcos Guerrero you got PERTAMAX...! hehehehe...
Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores