Paleo: é adequada para crianças ?

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.





Eu recebo um monte de emails dos meus leitores, e adoro ouvir vocês. O tempo inteiro, leio questões difíceis, fáceis, casos de sucessos, pedidos de orientação sobre como fazer algo. As suas questões me pressionam a estudar mais, pensar mais profundamente, melhorar. Os seus casos de sucesso me inspiram quando eu acho que poderia ceder e comer aquele Oreo.

Uma das questões que mais recebo é essa:

"Iniciei paleo recentemente e estou adorando, mas deveria colocar os meus filhos nesse estilo de vida também ?

Eu gostaria de responder essa questão com um ressoante "SIM, sim, por favor!"

Antes de continuar, queria acrescentar uma pequena explicação sobre o nosso estilo de criação de filhos. Meu marido e eu damos aos nossos filhos responsabilidades. Eles tem que limpar sua própria bagunça, dobrar as próprias roupas, fazer suas tarefas e comer a comida que damos a eles. Eles não ganham refeições especiais se não gostarem do que os adultos estão comendo. Para alguns isso pode parecer duro, para outros, normal. Não há jeito certo ou errado de se criar uma criança, não estou aqui para julgar e gostaria que você não me julgasse. Esta é a maneira como nós agimos e ela afeta a maneira como alimentamos nossos filhos. Enquanto alguma da informação nesse artigo pode não te dizer nada (ou mesmo funcionar), funciona para nós, e estou apenas compartilhando minhas opiniões sobre o assunto.


Por que meus filhos deveriam comer paleo ?


Vamos começar com os motivos pelos quais você mudou seus hábitos alimentares e agora consome mais comidas baseadas em plantas e animais, e eliminou os grãos, açúcar e itens processados que se fingem de comida. Eu acho que você fez tal mudança pela sua saúde, pela sua mente e provavelmente um pouco pela sua aparência.

Você percebeu que começou a se sentir melhor: dormia mais profundamente, tinha mais energia, as roupas serviam melhor, não ficava doente com tanta frequência. A lista prossegue, você me entendeu. Você pode até ter tentado convencer a sua cara-metade para se juntar ao novo empreendimento alimentar (apesar de a taxa de sucesso nisso variar).

Então a próxima tentativa natural é trazer as crianças à bordo. Mas você deveria ?

Pense em como foi difícil para você o início da paleo-jornada. Você lutou e lutou e falhou e tropeçou e se levantou. Não foi fácil. Provavelmente ainda não é fácil. Agora imagine que você tivesse começado com paleo quando tinha 4 ou 5 anos de idade. Pense em quão fácil isso seria para você agora. Pense sobre o quão grato você seria a seus pais por te ensinarem hábitos saudáveis em uma idade tenra, que tivesse te moldado na pessoa equilibrada e saudável de hoje.

É um erro comum achar que desde que você é ativo ou vai à malhação regularmente, você pode ser relaxar um pouco com a dieta. Isso está 100% errado. Você não consegue correr mais que os hábitos alimentares ruins. A sua dieta é o que vai sustentar a sua saúde, apesar de você dever certamente ter um estilo de vida ativo para resultados ótimos. Como marido e mulher que praticam CrossFite, sentimos que estar ativos é tão importante quanto seguir uma dieta saudável, mas já vimos em primeira mão a diferença entre malhar e comer lixo, e malhar e comer bem. Acredite em mim.

Honestamente, esta é a única parte do "por que" nesta equação, até onde me interessa. É muito importante dar às crianças os recursos que elas precisa para ter hábitos saudáveis na idade adulta. Agora vou falar sobre a minha experiência pessoal.


Crianças são o turbinadas. Já percebeu ? São criaturinhas malucas que sugam a vida de tudo ao redor. Felizmente, elas são fofas e por isso fáceis de perdoar. Vamos tomar esse garoto como exemplo. É o Russel, meu filho do meio. Meu menino de quase 7 anos. Meu único garoto. Ele tem uma quantidade insana de energia. Come o dia inteiro. Seus primeiros meses no jardim de infância foram um pouco difíceis para a família. Ele passou um mês inteiro no gabinete do diretor, por mau comportamento.  Não é que seja um garoto ruim, mas passou por uma época realmente difícil no que diz respeito ao controle de suas ações quando muito excitado ou triste. Ele atirava os brinquedos ou lápis, agarrava o braço dos colegas, arremessava a bola com muita força. Você me entendeu.

Nós decidimos tirá-lo da escola e aguardar mais um ano. Durante esse tempo, eu lutei para ajudar esse doce menino a controlar seu corpo e mente. Eu não queria que ele achasse que era um garoto ruim, porque sabia que ele não era. Tinha lido sobre pessoas eliminando os corantes artificiais da dieta dos filhos, e os milagres que isso parecia acarretar. Depois de muito estudo e pesquisa, nossa família decidiu fazer a mudança para paleo. Isso foi 1 ano e meio atrás. Quando o Russel voltou à escola ano passado, todos os professores e funcionários me disseram que era uma criança diferente. Ele ficava sentado quieto, ouvia (e seguia) as instruções, controlava suas traquinagens, fazia as tarefas e mantinha as mãos longe dos outros.

Qual foi o nosso segredo ? E o que fizemos ? Uma mudança simples de dieta foi tudo o que levou para por o meu menino no caminho certo. Chega de balas, cookies, biscoitos, lanches sabor fruta, leite e espaguete. Ao invés, ele comia cenouras, salada, fruta de verdade, pimentões, couves-de-bruxelas, água e coxas de frango grelhadas. E ele amava toda essa comida. Especialmente as couves-de-bruxelas.

Essa é a história de apenas um garoto, mas deixe-me perguntar:

Se paleo é bom o suficiente para você, não deveria ser bom o suficiente para suas crianças ?

Eu não sou de meter o nariz onde não sou chamada. Parte meu coração quando vejo pais sendo tão cuidadosos a respeito da comida que põem em seus próprios corpos, enquanto envenenam seus filhos com comidas processadas só para "manter a paz". Arriscar a saúde de uma criança não vale os poucos momentos de paz que um punhado de balas pode conseguir. Um punhado de uvas pode ter o mesmo efeito e é infinitamente melhor paara a saúde da sua criança tanto no curto quanto no longo prazo.

Ok, eu entendo o motivo. Mas COMO faço os meus filhos comerem paleo ?



Ah, essa não é a pergunta de 1 milhão de dólares. A maioria das crianças vê coisas verdes e corre de medo, certo ? Somos todos levados a acreditar que temos que subornar nossos filhos a comer verduras com a promessa de um doce depois do jantar. Mas eu vou te contar um segredo:

Crianças não odeiam verduras inerentemente


Eu sei, como isso é possível ?! Desta maneira: nós (seus pais) somos que os treina a evitar os vegetais e ter compulsão por doces. É uma verdade dura de engolir, mas deixe-me explicar.

Nós todos já vimos aquela cara hilária do nosso bebezinho dando sua primeira bocada na papinha de ervilha. E a subsequente mancha de ervilhas na parede. Nós pensamos "uau, meu filho deve odiar vegetais", e passamos para as bananas, batatas-doces ou maçãs, comidas mais doces que certamente farão nossos bebês mais felizes. É claro, eles vão comer as comidas verdes de vez em quando, mas geralmente precisamos misturá-las com algo mais doce para enganá-los.



Então nossos bebês fazem 1 aninho. Ah, a alegria do bolo esmagado e a cobertura espalhada por todo lado. Na tenra idade de 1 ano, nós colocamos uma pilha de trigo, açúcar, leite e corantes artificiais na frente deles e dizemos "vai, garoto!". E então nos perguntamos por que eles estendem as mãozinhas para o pote de biscoitos e não para o prato de verduras.

Se você é um dos sortudos que ainda não tem que lidar com a comida dos seus filhos desta maneira, congratulações! A vida ficou mais fácil para você! Simplesmente inicie-os numa dieta sem grãos, açúcar e laticínios, livre de toda comida processada com sabores/corantes/conservantes artificiais e você já terá passado por um obstáculo imenso.

Entretanto, se você é como eu (sim, as fotos acima são dos meus 3 filhos cobertos de bolo) e não criou os hábitos saudáveis para suas crianças desde cedo, a batalha vai ser mais difícil - mas não impossível. O processo vai variar dependendo da criança: algumas suportam uma mudança brusca sem problemas, enquanto outras precisam de um período de adaptação maior. É algo que você precisa testar, e só você vai saber o que é melhor para seu filho.

Aqui estão algumas dicas para ajudar a começar:

  • Substitua as comidas favoritas por alternativas saudáveis
    • Confira as minhas receitas de lanches e guloseimas para substitutos dos doces, ou use frutas
    • No início, faça pão sem grãos para que eles possam desfrutar um sanduíche. Eventualmente, remova os sanduíches do menu. Nós cortamos o pão da noite para o dia, e as crianças levaram cerca de 3 dias para se adaptarem.
  • Pare de usar comida como recompensa, especialmente comida doce. Use atividades como recompensa, ao invés. Isso também vai ajudar a aumentar o nível de atividades, que deve andar lado-a-lado com as mudanças dietárias
  • Acrescente uma nova comida a cada refeição. Faça um trato de que eles precisam experimentar ao menos uma mordida antes de declararem que não querem. Quase sempre, eles vão ser surpreendidos e comerão tudo.
  • Não force algo que eles resistem comer. Isso pode fazê-los se rebelar contra a mudança alimentar. Se você tentou e as coisas não correram bem, diminua o passo um pouco e ofereça aquela comida de novo em outra ocasião
  • Dê o exemplo. Se eles veem que você não come couve-de-bruxelas, por que eles deveriam ? Se eles te veem comendo comidas saudáveis, estarão mais aptos a provar
  • Não prepare refeições especiais para seus filhos. Isso é importante. Você não é um cozinheiro de restaurante. Faça um jantar para todos da família. É o que todos eles tem para comer. Se eles não comerem, não comeram. Eu garanto, seus filhos não vão passar fome. Mas preparar uma refeição separada para apaziguá-los não vai ajudar os seus esforços. No início, você pode fazer pequenos acordos, mas eventualmente, todo mundo deve comer a mesma comida. Isso vai tornar a vida mais fácil para o cozinheiro da família também.
  • Fale com seus filhos. Se você não os deixa saber o que está acontecendo, é mais provável que eles resistam. Converse frequentemente com eles sobre o motivo de isso estar acontecendo, e a importância. Nossas crianças se interessaram pela ciência por trás e adoraram ver alguns documentários conosco. Se as suas crianças são velhas o suficiente, talvez você possa entrar em conversas mais profundas com eles para ajudá-los a compreender a ciência por trás da dieta. Nós adoramos The Perfect Human Diet e eu recomendo fortemente que você assista.

Parece bom. E agora ?


Eu gostaria de oferecer um desafio para o seu início. Pode soar assustador, mas se você acha que as suas crianças suportam, recomendo fortemnte que faça. Pronto ?

Por UM mês: elimine grãos, açúcares, laticínios, corantes artificiais, conservantes e comidas processadas.

Uau. Eu sei. Mas não se preocupe, você consegue fazer isso. Nossa família fez "sem anestesia". Todos os 5. Na época, meus filhos tinham 7, 5 e 2. Eles lidaram com a situação como campeões. Ficamos sem pão e leite um dia, e eu nunca mais comprei. O carrinho de compras passou a estar cheio pela metade já na seção de produtos frescos, antes de entrar nos corredores centrais do supermercado (que nós raramente percorremos). A mudança foi fenomenal e abriu nossos olhos.

Você consegue. Você precisa fazer isso. Seus filhos vão te agradecer (apesar de poder não ser agora). E se você fizer isso, eu quero ter notícias. Mande um email, publique no meu Facebook, ou no Twitter, deixe um comentário no blog. Deixe-me saber como as coisas estão indo para você, ou compartilhe as dicas do que funciona para a sua família.

Faça isso pelas suas crianças - elas merecem.

Recomendado para você

2 comentários

Click here for comentários
Fer Santos
admin
9 de outubro de 2014 16:15 ×

Amei esse texto! Mas ainda tenho muitas dúvidas sobre como instituir uma alimentação paleo para a minha filha de 10 meses. Tenho medo que ela não consiga ganhar peso, pois no mês q eu fiz suas papinhas apenas com tubérculos, carnes e verduras ela ganhou somente 200gr e ficou abaixo da curva de crescimento!! Bastou eu inserir feijão, arroz e um pouco de macarrão na papinha pra ela começar a recuperar o peso e hoje estar super bem. No lanche eu não dou qualquer biscoito, muciolon, danoninho etc...Só frutas e no máximo papinha de frutas nestlé. Mas sinceramente, não tenho nem coragem de falar com a pediatra sobre isso ( fazer paleo com ela). Se com os adultos as pessoas já julgam e não entendem, imagina com um bebê...

Reply
avatar
Teimosia
admin
9 de outubro de 2014 16:24 ×

Eu sou sempre a favor do teste... Se falhar, volte atrás - não tem mistério. Especialmente com crianças, o crescimento/ganho de peso é rapidamente detectável. Se depois de 1 semana não tiver diferença palpável, não valeu a pena...

Eu comecei paleo com a minha filha quando ela já tinha mais de 3 anos (foi quando eu comecei). Hoje ela tem 4 e meio, tem crescido normalmente (até um pouquinho acima da média), e ganhado peso saudável - sem gordura sobrando.

Pelo fato de não ter começado mais cedo, não consigo fazê-la deixar de comer algumas porcarias - biscoitos recheados e brigadeiros ocasionalmente - mas também não me estresso. A comida que ela come no dia-a-dia é de verdade, então não é um escorregão que vai atrapalhar.

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores