As pessoas já não sabem quem elas mesmas são, nem do que são capazes

O André postou o texto abaixo como um comentário ao excelente texto do Marcelo Cardoso, "Carta à paciente pré-bariátrica". Eu tentei contactá-lo, mas ainda não tive resposta. Por enquanto, fiquem com esse depoimento bacaníssimo!




Um colega me indicou esse post. Não li o blog, mas tenho um depoimento:

ANTES

  • Síndrome metabólica
    • Obeso mórbido (142,8 kg, IMC=42,64)
    • Hipertenso (170/115 mm Hg)
    • Diabético Tipo 2 (glicemia em jejum de 130 mg/dl e pós prandial de 210 mg/dl);

DURANTE 

  • Levantamento de peso
  • Caminhada leve
  • Dieta composta por: 
    • 1,6 a 1,7 g/kgMM de proteína; 
    • 0,7 a 0,95 g/kgMM de gorduras totais (30% ao máximo do valor calórico total diário); 
    • 2,8 a 3,0 g/kgMM de carboidratos; 
    • 0,6% do total calórico diário para gorduras saturadas; 
    • 3,5 g máximos de sódio; 
    • 300 mg de colesterol; 
    • (0,035 * peso total) litros de água/dia; 
    • suplementos: multivitamínico e ômega-3; 
    • zero inibidores, zero anfetamínicos, zero substâncias psicoativas "ajudantes de emagrecimento"
    • apoio: Bíblia.

DEPOIS

Seis meses passados estou com 118,4 kg + exames compostos por: 
  • Hemoglobina glicosilada
  • Curva glicêmica clássica
  • Triglicérides
  • Colesterol total
  • LDL
  • HDL
  • Lipidograma
  • Hemograma completo
  • Uréia
  • Microalbuminúria 

TODOS NORMAIS. Repetindo: por "normal" entenda-se uma glicemia após 3h na curva glicêmica de 61,7 mg/dl. Não digitei errado. É isso mesmo SESSENTA E UM MILIGRAMAS POR DECILITRO. Pra um diabético até que a coisa está boa, né?

Pressão arterial pela manhã? 12/7.

Perfeito? Não. Apareceram cristais trifosfato+ na urina. Podem evoluir para cálculos renais. Preciso efetuar o teste novamente daqui a um mês pra ver se isso melhora (passei a tomar mais água recentemente).

Acabou? Hahaha... estou só no meio do caminho.

Por que eu não fiz a cirurgia? Por que eu amo comer coisas que não prestam. Acabei se sair de um restaurante que serve rodízio. Comi até não poder mais. Tomei vinho até não poder mais. Preocupação? Nenhuma. Sei que só poderei fazer isso de novo daqui a 15 ou 20 dias. Até lá sigo minha dieta e treino espartanos. Sinto-me, confesso-lhe, imortal. Aprendi a comemorar estar 200g mais leve ou 0,1% de gordura abaixo ou 0,5cm de cintura ou quadril a menos do que eu estava no dia anterior (pô você mede essas coisas todos os dias? Sim. Mas isso não gera ansiedade? Sim. Por quê você faz então? Porque eu quero. E pronto).

Exatamente como você escreveu, o mundo atual vive uma epidemia de gente que toma um trocinho pra dormir, outro pra ter energia durante o dia, outro pra se acalmar, outro pra inibir o apetite, outro pra não se sentir depressivo, outro pra ir treinar, outro pra trepar, outro pra criar músculos, outro pra sabe-se lá Deus o quê... SINCERAMENTE AS PESSOAS JÁ NÃO SABEM QUEM ELAS MESMAS SÃO, NEM DO QUE SÃO CAPAZES! É muito bom sentir-me velho nesse sentido e ter esse vínculo com um tempo em que sofrer e apanhar fazia parte do processo de fortalecimento do ser humano.

Número de médicos que me informaram "ser urgente" uma gastroplastia no "ANTES": TRÊS, 03, three, drei, san, ... enfim. Todos esses três médicos eram relutantes em realizar anamnese, perguntar-me se eu era ex-praticante de atividades físicas, se eu estava disposto a fazer uma dieta. Não voltarei neles ainda. Farei isso quando atingir meus 15% de gordura, se Deus quiser que eu consiga atingir tal objetivo. Atualmente estou com 25,5%.

Bom, escrevi demais, mas é que o texto foi muito alinhado com o que estou vivendo e jamais deixaria de relatar isso.

André

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores