Uma carta aberta às crianças e adolescentes (e prodígios infantis)

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.



Caros jovens

Vocês estão passando por tempos difíceis, não há dúvida. Eu já estive na sua posição antes. Já fui um garoto lidando com basicamente as mesmas coisas com as quais vocês estão envolvidos. Eu já estive lá.

Seus hormônios estão provavelmente (dependendo da idade, gênero e exposição aos membros atraentes do sexo oposto ou do mesmo sexo) enlouquecendo, fervendo, brotando e/ou inchando.

Suas pernas e braços podem estar crescendo a taxas desproporcionais, te deixando como um estranho em seu próprio corpo.

Aquele cara bonitinho com o qual você planejou se casar enventualmente, tem um sobrenome esquisito, que simplesmente não funciona com os nomes dos filhos que você já escolheu.

Você acaba de descobrir os Beatles, e quer contar a absolutamente todo mundo sobre isso, mas todos eles só querem saber das 40 músicas mais populares do momento. Você simplesmente não consegue se relacionar.

Suas opiniões sobre tudo, quem são seus melhores amigos, seu relacionamento com seus pais, e os seus planos para depois do ensino médio, tudo muda rapidamente de um dia para o outro. E não são mudanças superficiais, mas coisas complexas que vem da alma.

Tudo está em movimento, mas tudo é excitante. Tudo é o fim do mundo, ou  início de algo novo e magnífico. Resumindo, você é jovem, o mundo é grande, e você quer aproveitar o máximo dele inteiro.

Mas eu tenho uma sugestão para você. É uma sugestão que eu gostaria de ter lido em um computador quando criança (é claro, isso teria requerido que eu esperasse por horas para usar um computador do tamanho de uma sala):

Considere tornar-se primal. Não espere até estar velhho, cheio de dores e arrependimentos, para tomar o controle da sua saúde. Escute isso de alguém que esperou até estar mais velho e dolorido para vencer seus problemas de saúde. Você não quer esperar. Se você esperar, provavelmente ainda será capaz de conseguir, mas terá perdido um tempo valioso.

Eu não vou te dizer que você precisa virar 100% primal estrito - apesar de que isso certamente não vai fazer mal. Estou apenas dizendo que seria uma idéia fantástica para você tornar-se consciente dessas coisas enquanto ainda é jovem e na entrada dos melhores anos da sua vida.

Da maneira como vejo, se você não aceitar o convite, estará desperdiçando uma oportunidade dourada de estender o melhor da sua vida - bem, o resto dela. Nesse momento, eu sinto que estou no meu melhor. Honestamente, penso assim. Mental, emocional, física e profissionalmente, estou num ponto tal que jamais trocaria de lugar comigo mesmo 20 anos atrás. Eu estava em forma, competia triatlons, saindo de uma carreira forte como maratonista, mas me faltava a saúde real. Graças à transformação primal, estou melhor que nunca.

Agora pense no que acabei de dizer. Eu tenho 58 anos. Provavelmente sou mais velho que o seu pai. Vivi mais de meio século, e ainda consigo:

  • Competir de igual para igual com caras que tem menos da metade da minha idade, numa partida de Ultimate Frisbee de alta intensidade
  • Fazer trilhas por 12 horas, com o estômgado vazio
  • Produzir conteúdo decente para um blog popular numa base diária
  • Escrever livros e desenvolver linhas de suplementos que as pessoas compram e das quais parecem gostar
  • Passar um tempo de qualidade incrível com a minha bela esposa sempre que quero
  • Tirar um dia de folga só para relaxar com a minha família, se assim desejar
  • Passar mais da metade de um dia remando
  • Tirar a minha camisa sem me sentir consciente da minha barriga pendurada e "seios caídos"
  • Subir lances de escadas pulando porque é mais fácil e gasta menos tempo que subir por eles andando e do que o elevador
  • Me sentir consciente e energizado o tempo inteiro (ok, talvez o café matinal ajude nesse sentido, às vezes).

A questão é, essas não são conquistas mágicas ou fantásticas. Acho que elas são coisas extremamente básicas que qualquer humano deveria ser capaz de esperar de si mesmo, embora com variações. Nem todo mundo vai escrever blogs ou jogar ultimate frisbee, mas todo mundo devia ser capaz de encontrar satisfação criativa e engajar-se em atividade física sempre que quisesse sem se preocupar em se machucar, ficar machucado ou fatigar-se muito rápido.

E eu sou apenas um sujeito velho que cometeu uma tonelada de erros muito cedo e pagou caro por eles... e estou me saindo muito bem. Não sou o único também. Muitos, se não a maioria dos nossos casos de successo nesse blog vem de pessoas que voltaram - melhores que nunca - de uma saúde ruim causada por escolherem as decisões erradas em seus anos mais jovens. Aprenda com os erros deles e os meus, para que não os tenha que cometer você mesmo.

Apenas imagine onde você vai estar aos 58 se você continuar lado-a-lado com essa saúde, condicionamento físico, nutrição e gerenciamento do estresse, se começar cedo. Apenas imagine o quão à frente do jogo você estará, e ficará enquanto quiser.

Honestamente, entretanto ? Há um pouco de egoísmo acontecendo aqui também. Estou convencido de que quanto mais cedo você se dedicar a uma vida primal, maiores serão as recompensas mais tarde na vida, e realmente quero que você veja isso acontecer. Sei que nunca vamos chegar perto de um grande estudo sobre o estilo de vida primal financiado para testar essa idéia - mas se pudermos convencer um grande número de jovens a começarem cedo e se manterem no caminho, acho que veremos algumas coisas incríveis acontecerem.

Não, não estou falando de forjar atletas olímpicos ou estralas da NBA ou nada parecido com isso, necessariamente. Estou me referino a promover uma geração saudável, feliz, robusta, fisicamente condicionada e mais importante de tudo, pessoas autosuficientes no sentido de criar seus próprios caminhos em direção à saúde e bem-estar. Estou imaginando um mundo no qual os médicos floresçam como os profissionais habilitados que são, enfrentando o desafio de doenças agudas sem terem que se focar nas coisas crônicas para as quais são frequentemente mal-preparados e que seus pacientes relutam em combater. Onde as pessoas assumam a responsabilidade por sua própria saúde, e isso não seja uma luta ou provação, mas apenas as suas segundas naturezas. Caramba, talvez eles serão uma geração para a qual uma vida primal não será um disparate.

Então, adolescente, filhotes, crianças, quem quer que seja (até mesmo pais!) - façam uma tentativa honesta. Você não tem que abrir mão de estar com os amigos, ou mesmo de comer uma pizza após o jogo, às vezes. Abrace o princípio 80/20 e apenas aprenda a fazer as escolhas certas na maior parte do tempo e compreender que os humanos não vem estragados de fábrica. E mesmo que observar a maior parte da população te faça pensar o contrário, as pessoas são feitas em sua maioria para terem uma saúde excelente.

Agora vá! Seja saudável enquanto ainda é saudável, enquanto ainda não está quebrado. É sempre mais fácil - e mais eficiente - manter uma faca afiada do que restaurar uma faca velha, cheia de dentes e negligenciada.

Recomendado para você

4 comentários

Click here for comentários
13 de junho de 2014 17:55 ×

Muito bom! Meu filho adotou o estilo páleo , claro que não sugeri pois se o tivesse feito provavelmente ele nem teria tentado. .. Rsrs

Reply
avatar
13 de junho de 2014 19:34 ×

Muito boa essa tradução! Penso assim tb e divulgo o máximo que posso em escolas, na minha comunidade em meio as mães a quem tenho acesso. Mas o melhor de mim esta sendo refletido nos meus filhos, que já são crianças criadas no meio Paleo. E vejo os resultados, além de serem crianças extremamente inteligentes e questionadoras... A saúde esta melhor do que nunca! Ah se todos pudessem mudar enquanto ainda estão inteiros... Não teríamos tantos pedaços colados!

Reply
avatar
Teimosia
admin
14 de junho de 2014 07:39 ×

Hehehe. Aqui em casa foi a mesma coisa... A minha filha tinha quase 3 anos quando eu adotei paleo. Simplesmente passei a não comprar mais pão/macarrão/bolo, e a não fazer arroz e feijão no almoço. Ela continuou a comer suas verduras, legumes, frutas e carne sem reclamar nada.

É bem verdade que eu não a privo de comer chocolates e doces quando vai em festas e tal, e a minha esposa, como não pratica paleo, compra bobagens de vez em quando. E também tem a casa da vovó, onde tudo é liberado :-\

Mas a regra da casa é clara: aqui, come-se comida de verdade.

Reply
avatar
Teimosia
admin
14 de junho de 2014 07:40 ×

Que bacana, Marcela!

Eu, de minha parte fico me policiando para não chorar o bacon derramado (hahaha). Se eu praticasse paleo desde sempre, teria evitado tantas dores no caminho...

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores