Quatro passos simples para uma vida mais saudável e magra

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.




Muitos vivem pulando de dieta em dieta, perseguindo um corpo magro e saudável. Ao longo dos últimos 8 anos, IG (baixo índice glicêmico) e então LCHF tem sido os métodos mais populares na Suécia. Entretanto, durante as últimas semanas, o jejum intermitente na forma 5:2 (coma apenas entre 5 e 600 calorias 2x por semana) tornou-se histericamente popular.

A razão provável é que os três métodos funcionem. Além disso, eles funcionam de maneira similar.

A figura acima é de um artigo recente e que vale a leitura, escrito pela escritora científica Ann Fernholm:

Você vai se tornar menos doce com a dieta 5:2 (Traduzido do sueco pelo Google).

Estilo de vida para regulação do peso e saúde


A figura acima mostra como todas as versões de uma dieta com baixo carboidrato (por exemplo, uma dieta com baixa carga glicêmica, LCHF, Atkins ou Paleo) vão baixar a sua glicemia e o hormônio armazenador de gordura, a insulina. Assim também funciona o jejum intermitente tipo o 5:2 ou o 16:8. E também o fazem o exercício e quantidades adequadas de sono e relaxamento (por influência hormonal).

Em outras palavras, uma dieta low-carb, jejum intermitente, bom sono e exercício criam um efeito sinérgico - para o peso ideal e boa saúde.

Entretanto, a dieta é de longe a maior peça do quebra-cabeças no que diz respeito a peso.

O oposto


Qual é o oposto disso ? Um estilo de vida que cria as piores condições para manter um bom peso e saúde ?

Isso significa viver uma vida que a maior parte das pessoas em nossa sociedade vive hoje:

Estilo de vida ideal para obesidade e doença




A figura acima também é do artigo do blog da Ann Fernholm, mas eu o modifiquei um pouco

Qual é a melhor maneira de ficar gordo e doente ? Há 4 peças nesse quebra-cabeças:

  1. Coma uma dieta cheia de carboidratos ruins (isso inclui todas as comidas feitas de farinha de trigo - tais como pão e macarrão - que se transformam em glicose já no estômago). Buscar produtos com pouca gordura pode facilitar o ganho de peso (armazenamento de gordura), já que eles frequentemente contem açúcar/amido extra
  2. Garanta que você coma a cada 3 horas (um conselho doentio)
  3. Mantenha um nível de estresse alto durma pouco
  4. Não se exercite

Conclusão

Siga os conselhos da primeira figura para tornar-se mais magro e saudável. Ou escolha a segunda para o efeito oposto.

Qual peça do primeiro quebra-cabeça é mais difícil para você praticar ?

Recomendado para você

6 comentários

Click here for comentários
Luiz Neto
admin
17 de abril de 2014 12:18 ×

Com certeza o mais fácil de todos foi o jejum intermitente. De primeira já bati as 24h sem problema algum. Exercícios sempre fiz, mas não vou dizer que é o mais fácil porque até se adaptar dá um trabalhinho. Low carb só é difícil na adaptação inicial. Estou tentando por último conseguir dormir as malditas 8h de sono de forma contínua. Esse sim, meu grande desafio hehe.

Reply
avatar
Pamela
admin
29 de abril de 2014 10:50 ×

O mais difícil pra mim tem sido justamente o exercício, mas porque eu criei uma concepção (errada) de que só é possível se exercitar de verdade dentro da academia.

Como minha rotina não para quieta, eu não tenho mais tempo de ir, e por consequência, não faço mais exercícios :/

Acho que vou cancelar minha matrícula de vez e dar um jeito de treinar onde quer que eu esteja, não vejo outra solução rs

Reply
avatar
Teimosia
admin
29 de abril de 2014 10:55 ×

Meia hora por dia, não precisa mais que isso para ter boa saúde e músculos aparentes :-) Se quiser hipertrofia, resistência, etc, aí é interessante dedicar mais tempo mesmo...

Reply
avatar
18 de maio de 2014 17:48 ×

poderia me explicar a parte do jejum intermitente

Reply
avatar
Teimosia
admin
18 de maio de 2014 18:09 ×

Olá, Cristofer

Dê uma lida aqui: http://www.paleodiario.com/search/label/jejum%20intermitente

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores