Dia do Lixinho

Hoje de manhã, a minha esposa me mostrou algumas compras que fez para a nossa filha levar para escola: biscoito recheado, waffer, suco de caixinha, Kinder Ovo. É o dia do lixinho :-)

Não que filhota não coma carbs refinados regularmente: no almoço e jantar, eles inexistem lá em casa (e ela adora o torresminho com abobrinha, repolho e brócolis :-), mas o lanche da escola quase sempre tem biscoitos. Só que geralmente são de água-e-sal ou maizena, e vão acompanhados de castanhas e frutas. Esporadicamente ela ganha chocolates, e eu não impeço de comer: ela já tem noção do que deixa e do que não deixa "o sangue doce", e com os seus quase 4 anos, está assimilando bem os conceitos de "de vez em quando" e "sempre".

Como ainda é muito novinha e não apresenta tendências à obesidade, não fico estressando a questão da comida de verdade. Quando vamos a festas infantis, deixo comer bobagem o quanto quiser - por sorte, geralmente nem é tanto assim...

Confio na sementinha que estou plantando: ela já gosta realmente de comer todos os tipos de salada (exceção para jiló, cebola e pimentão :-) e carnes. Nos últimos dias, tem explicitamente me cobrado folhas (eu comprei só alface na última ida ao sacolão). E vendo as minhas sessões de maromba, gosta de "fazer exercício" também.

Uma das coisas que mais percebo fazerem a diferença, é o fato de não termos TV em casa. O aparelho existe, mas não tem antena e nem cabo. Ou seja, só mostra "chuviscos". Tudo o que assistimos é baixado da internet: filmes, seriados, desenhos animados, documentários. As notícias chegam apenas pela internet. 

O resultado disso é que a Sara não fica exposta à propaganda - que como todo mundo sabe, é a alma do negócio. Então ela não vive querendo comer lixo: adora os Backyardigans, mas nunca ouviu falar do picolé dos Backyardigans (e nem eu ouvi - talvez ele nem exista). Idem para o chocolate da Doutora Brinquedos. Na cabecinha dela, o lixo já é algo que se come de vez em quando. 

O doce de "todo dia" é picolé natural de morango, abacaxi e creme de leite; ou abacate batido com banana, castanhas e mel; ou fat bombs

Assim vou tentando equilibrar o que a baixinha come - mostrando o que é bom e o que não é, para que ela possa formar a própria opinião. 

Daqui a alguns anos, eu conto o resultado. Por enquanto, vou acreditando no slogan do colégio dela: "O exemplo é o melhor ensino"...

Recomendado para você

6 comentários

Click here for comentários
4 de abril de 2014 10:46 ×

SOU PEDIATRA E SOU CHOCADA COM A ALIMENTAÇÃO DAS CRIANÇAS, SÃO 365 DIAS DE LIXO , GELATINA LÍQUIDA, MIOJO, BISCOITOS ESTRANHOS E AQUELAS BOLINHAS AMARELAS NOJENTAS QUE SÃO CHAMADAS DE SLGADINHOS. TODO MUNDO REFRATÁRIO A ORIENTAÇÕES, NO TEMPO DO CONSUMO CONSUMIR LIXO DE COMIDA É CHIQUE . SEM FALAR QUE AS CRIANÇAS NÃO BRINCAM MAIS A NÃO SER SENTADAS EM FRENTE TV OU VIDEO GAME .

Reply
avatar
Teimosia
admin
4 de abril de 2014 10:53 ×

É triste mesmo... Mas é só um reflexo do que os pais comem. Acredito ser raríssimo uma criança gostar de salada, se não vir os pais comendo. E não gostar de refrigerante (e futuramente, cerveja) se vir os pais bebendo.

"Faça o que eu digo, não faça o que eu faço", não funciona MESMO...

Reply
avatar
4 de abril de 2014 11:16 ×

show!
tenho um molekote de 1 anos e 50 dias e é um exemplo de mini paleo.

Fora a sopa da creche que leva de vez em quando arroz ou macarrão (!!!!!!!!!!) o garoto come só comida de verdade e quase zero de processado...

curte iogurte caseiro com abacate..todas as fruras...e ama carne...

mas a luta é árdua... até com a nutrinionista da creche já fui conversar, pra esclarecer porque o Martín não iria comer trigo, rs.

Reply
avatar
Morena Braga
admin
4 de abril de 2014 14:02 ×

Os meus meninos,são dois! Eles sempre comeram salada e TODAS as verduras e legumes ( inclusive,"jiló","pimentão e "cebola", Hilton.rsrs). Então não tenho tido problemas para que eles comam. Os meus, nas festinhas também deixo comerem, "quando querem",pois não é sempre que eles desejam comer os lixinhos...rrs.
Graças ao Criador, não tenho dificuldades em ensinar os meus meninos! Eles comem sim " as vezes" ( o fandangos, sabe?)rrss.Desculpe aí pediatra. Mas não é todo dia, é esporádico mesmo...
Meus meninos tem,9 anos ( Mateus) e 4 anos (Davi); eles falam açúcar não faz bem né mamãe?!rsrs. Refri, sucos industrializados, só mesmo em festas (para o refri,apenas um copo;eles já sabem...).Mas acreditem ou não, eles preferem pedir água!Ufa!!rsrs
Vamu que vamu né?!!
É aquela historinha:
" Filho cuidado o caminho que segue.
Cuidado vocês,mamãe e papai onde pisam,pois sigo seus passos!"
Exemplo fala mais que palavras...

Abraços Hilton e pode ter certeza, sua pequena será uma grande e saudável "mocinha" e depois "mulher"...

E sei que meus meninos serão grandes e saudáveis rapazes...

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores