Barrinha Atkins Advantage: o experimento

Um amigo chegou dos EUA hoje, e trouxe para si umas barrinhas da Atkins. Ele me presentou com uma de Chocolate e Manteiga de Amendoim, que experimentei agora há pouco. 


Os dados nutricionais estão logo abaixo:


23g de carbs (ou seja, o equivalente a uma banana), um amontoado de nomes que a minha avó não reconheceria, com uma data de validade (10/09/2014) que demonstra que deve ter conservantes saindo pelas orelhas. 

Resumindo: não é comida de verdade :-D 

No entanto, decidi comê-la como experimento - afinal de contas, eu ainda como uma ou outra coisa industrializada de vez em quando (creme de leite, leite de coco, creamcheese, requeijão cremoso, doses minúsculas de catchup/mostarda/shoyu em molhos para temperar carne, etc). 

Por garantia, dividi com um amigo que também pratica paleo. E lá se foi metade da barrinha para a barriga.

Primeira impressão: mesmo não tendo sacarose ("apenas" polidextrose, acessulfame, sucralose e maltitol)  é doce, MUITO DOCE - a garganta até "ardeu". Provavelmente senti assim porque estou habituado à vida sem açúcar, e já a meio-caminho andado para me livrar do adoçante. 

Segunda impressão: quando cheguei ao final da meia-barrinha, involuntariamente me arrependi... de ter compartilhado com o meu amigo. Veio uma vontade ENORME de comer o resto da barra. Ainda bem que não tinha mais nada doce à mão, e que o meu auto-controle está em alta...

Agora, 1h depois de ter comido a barrinha, o meu estômago está levemente dolorido e com um pouco de azia. Já vi que hoje vai ter que ter limão com água para apagar o fogo do dragão :-(

Também estou sentindo uma pressão leve no fundo dos olhos, muito parecida com a que senti quando TIREI o açúcar de vez, em 01/03/2013 - mas isso pode ser apenas psicológico.

O veredito: não devia ter comido, e ainda bem que foi só metade. Que me sirva de lição: comida de verdade não tem embalagem...

Recomendado para você

8 comentários

Click here for comentários
15 de abril de 2014 20:11 ×

Tive IRC da barrinha rsrs

Reply
avatar
15 de abril de 2014 20:30 ×

PS: ninguém é confiável quando o assunto é barrinha nem mesmo o super Atikins

Reply
avatar
16 de abril de 2014 07:32 ×

Quanto ao limão , experimente colocar dois limões com casca em um liqüidificador com 1,5 l de água, bata por 15 segundos, coe e beba na hora.gelado. Vicia. É muito bom. Sem adoçante e sem açúcar.

Reply
avatar
Teimosia
admin
16 de abril de 2014 08:00 ×

Só relembrando, a marca Atkins não tem mais nada a ver com o Dr. Atkins faz tempo... Ela foi comprada por uma grande corporação há muitos anos e vive de fazer produtos low-carb - ou seja, não faz comida de verdade.

Reply
avatar
Teimosia
admin
16 de abril de 2014 08:01 ×

Acabou que nem precisou, Sérgio... Eu tive aula até as 22h30, e lá pelas 21h a azia já tinha passado. Mas a lição ficou: coisas com rótulo, em geral, não prestam.

Reply
avatar
tata
admin
16 de abril de 2014 11:39 ×

Por isso que nem me arrisco.. da uma compulsão monstra dps!

Reply
avatar
Sandra
admin
16 de abril de 2014 12:52 ×

Hilton, Hilton..."coisas com rótulo, em geral, não prestam, não são alimentos de verdade." Morri! rsrsrs E manteiga, e creme de leite de lata, e a Sucralose, e o queijo minas e prato, o bacon que eu compro embalado? O bacon é a minha transgressão por ser vegetariana ovo-lacto. Que que eu faço??? kkkkkkkkkkkkkk Cara, o fato de ter tirado o trigo da minha vida e quase todo o açúcar me fez perder 8 kilos dos 12 que preciso perder. O legal disso tudo é que realmente a gente não sente fome mesmo!! Tava indo tão bemmmm, Hilton!

Reply
avatar
Teimosia
admin
16 de abril de 2014 13:34 ×

Sandra, conforme eu disse, abro pequenas exceções mesmo... Creme de leite e requeijão cremoso, por exemplo :-)

Mas com esse experimento, aprendi a lição: barrinhas, só as que eu mesmo faço (com frutas secas e castanhas apenas).

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores