Sem laticínios e oleaginosas - 3 semanas

Terceira semana concluída. Tive algumas ganas de comer queijo, mas não foi difícil resistir. Das oleaginosas, eu só me lembro porque tem um pote de nozes sobre a bancada da cozinha. Mas vontade de comê-las, zero.

Em notícia paralela: Fiquei me lembrando que lá na praia, o café da manhã do hotel tinha duas opções de coalhada: integral com açúcar, e desnatada com adoçante. Caramba, será que não existe um mercado de coalhada integral não adoçada ? Ou o hotel é que não se preocupava em comprá-la ?

Recomendado para você

4 comentários

Click here for comentários
3 de fevereiro de 2014 10:08 ×

Nossa ainda não me sinto preparada pra deixar o queijo de lado, nem pra teste hehehehe

Beijos
Poli

Reply
avatar
Tatiana
admin
3 de fevereiro de 2014 11:29 ×

Olá, tô gostando muito das dicas do seu blog. Estão me ajudando muito!

Bjs
Tati

Reply
avatar
chicletano
admin
13 de fevereiro de 2014 23:40 ×

Fala guri.... Depois da leitura de " O livro negro do açúcar" parcial, "Blue Sugar" total, "Barriga de Trigo" quase total, estou nas receitas..... afff to chegando lá. Mas me diga qual o problema com as oleaginosas?

Reply
avatar
Teimosia
admin
13 de fevereiro de 2014 23:58 ×

Cara, duas coisas:

1) se você for intolerante a algum, deve deixar de comer. Insistir em algo que não se tolera só vai trazer problemas... O que eu estive fazendo é testar se sou intolerante às oleaginosas. Concluí que não sou :-D

2) toda oleaginosa tem ômega-6 (umas tem mais, outras tem menos). Ômega-6 demais promove inflamações no corpo. Por isso é que não se deve encher a cara de castanhas de caju ou do pará, por exemplo. Dê uma lida nesse post aqui: http://boomberamacadamias.blogspot.com.br/p/principal.html

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores