Paleo vegetariana!

Peço desculpas desde já pelo texto imenso, mas pode interessar a algumas pessoas, em especial os VEGETARIANOS. 

Sou vegetariana desde 11 anos de idade por motivos pessoais e nunca cogitei voltar a comer carne desde então, é algo fora de questão para mim. Porém fui uma adolescente criança/adolescente bem acima do peso, comia junk-food, doces e açúcar loucamente; muita massa, macarrão, etc (tudo vegetariano, mas escolhas ruins!). Não tinha muita disposição, sentia dores de cabeça constantes e refluxo. 

De uns anos pra cá intensifiquei a pratica de atividades físicas, tendo inclusive entrado na faculdade de Educação Física - porém meu corpo mudou muito pouco, e foi quando pesquisando mais sobre alimentação que encontrei o blog do Souto e achei interessantíssimo. Minha mãe é nutricionista funcional, e muita coisa ela achou bastante interessante também; me ajudou no início do processo. 

Quando quis tentar seguir LCHF, senti tudo que dizem dos processos iniciais de adaptação: dores de cabeça, mal-estar, vontade de comer a geladeira inteira, assaltar o freezer da Kibon. Depois de umas 2 semanas, foi mudando drasticamente, a fome ia sumindo, a disposição aumentando, às vezes ficava quase zero carbo no dia sem perceber. Perdi muita gordura, e o mais legal: meu desempenho na corrida e na musculação aumentou! 

Quis compartilhar com vocês colegas de estilo de vida, que é possível adaptar o low-carb/paleo ao vegetarianismo, e é muito saudável. Minha vida melhorou absurdamente em termos de saúde, e quero compartilhar com vocês exames de sangue recentes que fiz. Me surpreenderam, bem como a várias pessoas. Quando digo que como muita gordura, quase ninguém acredita! 

Hoje em dia, aumentei um pouco os carbs, mas perto dos treinos, e o corpo parece que se acostumou. Se como muito, passo mal, então fico em torno de 50-60g em dias de treino. Fiz um check-up completo e todas as funções renais e hepáticas estão ótimas, inclusive bem melhores que antes de mudar meu estilo de vida.



 Nathy

Recomendado para você

6 comentários

Click here for comentários
Morena Braga
admin
9 de fevereiro de 2014 18:21 ×

Meus parabéns Nathy... Muito ver seus resultados principalmente no quesito saúde...
É isso aí!!

Reply
avatar
Sandra
admin
10 de fevereiro de 2014 03:09 ×

Oi Nathy, parabéns! Me tira uma dúvida, como você faz para substituir a carne? Não é soja, é? Eu não uso soja de jeito nenhum. Pergunto porque sou vegetariana, não uso suplementos, sou ovo lacto. Foi o que me segurou na Paleo. Mais as vezes dá um desanimo...legumes e ovos, ovos e legumes, queijos e agua. Putz! kkkkk

Reply
avatar
Teimosia
admin
10 de fevereiro de 2014 08:34 ×

Olá, Sandra

Eu não sei dizer o que a Nathy come, mas posso dizer que com ovos e queijo dá para fazer MUITA coisa diferente. Juntando as farinhas (coco, castanha de caju, amêndoa, etc) então, melhor ainda.

E a respeito da soja, lembre-se que a soja fermentada é outra coisa...

http://www.paleodiario.com/2014/02/escrutinando-soja.html

Reply
avatar
Jussara
admin
10 de fevereiro de 2014 22:26 ×

Muito legal, parabéns pra ela! Acho perfeitamente possível ser vegetariano e saudável, desde que se siga a alimentação correta, de preferência com a ajuda de um bom profissional. As pessoas criticam os vegetarianos dizendo que eles comem carbos demais (como se elas, que seguem a dieta padrão, não comessem); e mesmo no mundo páleo vejo muitas críticas, como se quem segue hoje a páleo não enfiasse também a cara antes nos carboidratos...

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores