Sem laticínios e oleaginosas - 1 semana

A primeira semana se foi, sem nadinha de laticínios ou castanhas de qualquer tipo. A flora intestinal já está recomposta, e também notei muito menos gases. Os 1.7kg acumulados nas férias, foram embora também. Fora isso, nada de novo.

O que eu achava que ia ser um sacrifício ("Como assim, ficar sem comer queijo ?") está se revelando bastante tranquilo - o que me revela mais uma faceta do hábito/vício, no que diz respeito a mim: só é realmente difícil quando a decisão não é consciente ou quando não é mandatória. 

Já fui vegetariano por um tempo (1996-1997), e não foi difícil ficar sem comer carne. Já não tomo leite desde 2002, e não foi difícil. Já me abstive de álcool por períodos extensos (1 ano ou mais), e não foi difícil. Mas quando precisei ficar sem álcool porque estava tomando algum tipo de remédio, aí foi um sacrifício.

Possivelmente, se eu tivesse sido forçado a largar os laticínios, estaria sofrendo agora. Como foi uma escolha livre, até o momento não doeu em nada... O que mais uma vez, me remete às palavras do Tsunetomo.

Recomendado para você

15 comentários

Click here for comentários
21 de janeiro de 2014 20:43 ×

você está sem manteiga também?

Reply
avatar
Teimosia
admin
21 de janeiro de 2014 21:40 ×

Sim, sem manteiga também :-D Achei que fosse doer mais...

Reply
avatar
22 de janeiro de 2014 08:33 ×

Sei lá, isto parece ficar muito restritivo. Como é o seu café da manhã? Omelete com bacon todo o santo dia? E a bebida? Somente água?

Não encare como uma crítica ou alguma reatividade; é mais curiosidade de como este estilo pode ser implementado na prática.

Reply
avatar
Teimosia
admin
22 de janeiro de 2014 09:17 ×

Olá, Newton

Primeiramente, isso é só um experimento. Eu não sei se vou ficar o resto da vida sem laticínios, e adoro castanhas :-D

Na prática, sabemos que os humanos não precisam de leite depois de adultos. O cálcio a gente consegue extrair da carne, do espinafre, da couve, etc.

O "único" motivo para comer laticínios é porque são MUITO gostosos :-D

De qualquer maneira, se não tiver nenhuma intolerância, não há mal nenhum em comer (afinal, são gorduras boas e muitas proteínas: http://paleodiario.blogspot.com.br/2013/12/voce-devia-comer-laticinios-integrais.html)

Quanto ao café da manhã, no estágio que estou (quase 1 ano em paleo/LCHF), não tomo mais... Simplesmente não tenho fome de manhã. Faço duas refeições por dia, caprichadas (carne gorda, folhas, legumes, verduras, azeite e frutas de sobremesa), e só.

É o padrão 16/8 de jejum intermitente: almoço e jantar, e mais nada... Nos intervalos, só bebo água.

Perceba que faço tudo isso por gosto e por hábito, e não porque "a dieta é restritiva". Estou no peso que queria desde agosto-setembro/2013, e agora estou "brincando" com os parâmetros.

Por exemplo: restrinjo frutas durante a semana (1 ou 2 por dia, no máximo), mas na prática não preciso. No final de semana, como frutas o tanto que quero (é o meu "dia do lixo").

Abri mão dos sucos, porque eles só trazem a parte ruim das frutas (o açúcar frutose), sem fibra nenhuma. Ao invés de suco, eu prefiro comer a fruta mesmo... Bebidas alcoólicas, só vinho e destilados (mas tenho bebido cada vez menos). Cerveja agora virou uma coisa para consumir em ocasiões MUITO especiais...

Mas voltando ao assunto, se você fizer questão do café da manhã, tem muitas opções sem laticínios ou oleaginosas:

- omeletes e bacon, como você mesmo citou
- presunto, mortadela, salaminho, peperoni (coma com moderação, porque tem carboidratos escondidos e conservantes!)
- infinitas frutas, frescas ou secas
- batatas-doces/inhames (parece estranho, mas é só hábito!)
- carne (nos meus primeiros 5 meses, eu "almoçava" de manhã. Foi estranho no início, comer um pratão de carne e salada às 6h - mas novamente, é hábito. O meu pai, quando era adolescente lá na roça, comia feijoada de manhã antes de ir buscar o gado no pasto...)
- bolinhos doces e salgados com farinha de coco/coco ralado e azeite de oliva/óleo de coco/azeite de dendê/banha: http://paleodiario.blogspot.com.br/2013/10/bolinho-cetogenerico.html
- pão naan (não é LCHF, mas é paleo. Substitua o ghee por óleo de coco): http://myheartbeets.com/paleo-naan-indian-bread/
- tapioca (não é LCHF, mas é paleo)
- creme de abacate com cacau
- guacamole (abacate amassado, tomate, cebola, limão e sal - em algumas partes do México, é comum comer isso de manhã. Novamente, é hábito)

Resumindo: dá para viver sem laticínios e oleaginosas. Mas ainda não sei se quero :-D

Reply
avatar
22 de janeiro de 2014 09:58 ×

Ola Hilton
Comecei a LCHF a apenas 2 semanas,ja fazia low carb a um ano,mas tb era low fat o que me trouxe alguns problemas como queda de cabelo e flacidez.Estou espantada,pois com apenas 1 semana a queda de cabelo cessou e aumentou muito o volume!
Ainda estou engatinhando e um pouco perdida,mas pelo que vejo eh normal nao?Como resido no Japao,nao eh facil achar nada como no Brasil,mas acredito que ja por nao comer acucar e os graos,ja estarei no lucro nao?
A unica coisa que esta me incomodando eh que estou com muita retencao de liquidos,mas nao sei se tem algo a ver com a LCHF.
Vc retirou os laticinios e as oleaginosas,ficou bem perto com o protocolo auto imune nao?
Eu li quase seu blog inteiro,tem algum post que vc fala sobre o protocolo?Eh que eu vi em ingles,mas nao entendo tao bem ingles.
Eu gostaria muito de tentar fazer mais pra frente,pois tenho hipotiroidismo.
Boa sorte,parabens pelo blog,tem me ajudado muito!
Vania

Reply
avatar
22 de janeiro de 2014 13:22 ×

Hilton,

Estou fazendo Paleo há três meses e tenho curiosidades sobre o resultado dessa sua experiência.

Você fez algum exame antes de começar a cortar os laticínios? Tenho curiosidade de saber se a função renal melhora com isso.

Reply
avatar
22 de janeiro de 2014 13:35 ×

Mais um dúvida:

1) Que tipo de legumes você come? (li em sites Páleo que eles não deveriam ser consumidos)

2) Você tem alguma fruta que restringe ou come qualquer uma delas?

Reply
avatar
Teimosia
admin
22 de janeiro de 2014 13:37 ×

Olá, Vania

Ficou próximo do protocolo auto-imune sim, mas foi uma coincidência :-) Eu não tenho planos de experimentar esse protocolo agora - quem sabe no futuro ?

Não tenho nenhum post sobre auto-imunidade no blog, mas vou procurar algum para traduzir.

E quanto ao trigo e o açúcar, eles são 80-90% do problema. Para quem não quer fazer paleo/LCHF "por medo da gordura', eu costumo sugerir só a abstinência desses dois. O resultado é impressionante, ainda assim :-)

Reply
avatar
Teimosia
admin
22 de janeiro de 2014 13:41 ×

Olá, Sérgio

Não fiz exames antes, não...

Eu tinha passado 1 semana abusando de frutas que soltam o intestino, castanhas de caju (que também soltam) e coalhada (em volumes MUITO maiores do que comia rotineiramente).

Sendo assim, a flora intestinal estava completamente desregulada. Com 1 semana do experimento, já voltou tudo ao normal.

Mas eu não posso afirmar que se tivesse voltado a comer apenas o de sempre (ou seja, poucos laticínios e poucas castanhas), não teria voltado ao normal do mesmo jeito :-)

O experimento está sendo útil para mim principalmente por questões psicológicas: eu tinha a idéia de que NUNCA ia conseguir deixar de comer queijo, avelãs ou macadâmias...

Está sendo muito mais fácil do que imaginei...

Reply
avatar
Teimosia
admin
22 de janeiro de 2014 14:23 ×

Olá, Sérgio

1) Não confunda legumes (em português) com legumes (em inglês).

Em inglês, "legumes" quer dizer "vegetais que nascem em vagens". O nome correto em português é "leguminosas": feijão, soja, amendoim, ervilha, lentilha, grão de bico, tremoço, fava... Esses aí, estão fora da dieta paleo - não por terem carboidratos (elas são relativamente pobres em carbs, e ricas em proteínas), mas por terem anti-nutrientes (lectinas, inibidores de tripsina, etc).

Alguns praticantes de paleo que também são ovo-lacto-vegetarianos, no entanto, comem leguminosas como fonte de proteína.

O que se chama de "legume" em português, até onde sei, são na verdade frutas: chuchu, abóbora, abobrinha (zucchini), berinjela, jiló, tomate...

2) Faz uns 3 ou 4 meses, tenho restringido todas as frutas durante a semana. Como no máximo 2 por dia (sobremesa do almoço e do jantar), geralmente maçã ou pêra (mas prefiro abacate :-). No final de semana, como frutas à vontade (é o meu "dia do lixo"), tanto frescas quanto secas. A diferença de peso na segunda-feira é sensível: engordo uns 500-700g de sexta à noite para a segunda de manhã. Mas também perco esse excesso rapidinho durante a semana...

Reply
avatar
31 de janeiro de 2014 13:14 ×

Você também comia frutas durante o tempo que estava perdendo peso? ou só no dia do lixo?

Reply
avatar
Teimosia
admin
31 de janeiro de 2014 14:11 ×

Olá, Renata

Eu só diminui as frutas quando já tinha perdido uns 12kg. O normal era comer quatro ou cinco frutas por dia (maçã, pêra, laranja, banana...), como sobremesa - e apenas água entre as refeições.

Hoje em dia é que deixo praticamente só para o dia do lixo. Não foi uma decisão consciente, a vontade apenas diminuiu.

Atenciosamente,
Hilton

Reply
avatar
31 de janeiro de 2014 14:37 ×

Hummm que interessante. Pq vejo o pessoal que faz paleo e LCHF fugindo das frutas por causa dos carbs e do indice glicêmico. Eu estou a uns 2 meses na dieta e não tenho perda de peso na balança, mas sinto melhoras no corpo e principalmente na disposição. Não tenho muito pra perder, mas quero perder uns kilos sim...então essa semana resolvi colocar umas frutinhas pra ver como vai, ainda mais que estou aqui na Thailandia por um tempo e é cheio de frutas maravilhosas.

Obrigada pela atenção Hilton!

Reply
avatar
Teimosia
admin
31 de janeiro de 2014 14:48 ×

Olá, Renata

Você tem feito medições também ? Peso não é o único indicador...

Mas de qualquer maneira, se tem se sentido melhor, o objetivo primário de paleo foi cumprido: o foco é na saúde; peso é consequência.

Se eu estivesse na Tailândia, ia comer até a areia da praia :-D

Aí vende balut (ovo de pato fecundado) também ? É feio, mas dizem que é muito gostoso - nutritivo, com CERTEZA é :-D

Reply
avatar
31 de janeiro de 2014 15:45 ×

kkkkk aqui eu nunca vi Balut, sei que nas Filipinas tem!. Mas tem uns ovos de pato meio estranho , preto ahahaha Uma aparência horrorosa hahaha mas uma delícia. Várias comidas maravilhosas, em todo canto.

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores