Pé-de-moleque :-)

Queria fazer algo parecido com isso, mas não tinha todos os ingredientes à mão. Na improvisação, saiu o seguinte:

25g de manteiga sem sal
2 colheres de óleo de coco
4 colheres de cacau em pó
1 colher de chá de sucralose
10 macadâmias moídas

Derreti a manteiga e o óleo, ajuntei o cacau e o adoçante. Coloquei as macadâmias, espalhei no papel-manteiga e mandei para o freezer. Virou uma coisa parecida com "pé-de-moleque" (conforme chamamos aqui em Minas o doce feito de rapadura derretida e amendoim). À temperatura ambiente, ele é sempre molenga - suja os dedos, mais do que chocolate 75%. Refrigerado, é uma beleza - firme e crocante.

Tem aquele "gosto de terra" de chocolates com alta percentagem de cacau, e deixa farelinhos na boca. Na próxima batelada, vou tentar diminuir a manteiga e aumentar o cacau para tentar ganhar em consistência.

Atualização (07/11/2013): descobri que o nome genérico para esse doce é "fat bomb" - uma maneira "esperta" de aumentar a ingesta de gordura. Tem receitas bacanas nos links abaixo:

Fat bombs variadas
Mais fat bombs!
Fat bomb de limão

E se quiser mais sobremesas, aqui tem algumas dezenas - todas low-carb!


Recomendado para você

8 comentários

Click here for comentários
Emerson
admin
6 de novembro de 2013 08:03 ×

Será que funciona com outras castanhas?

Reply
avatar
Teimosia
admin
6 de novembro de 2013 08:24 ×

Com certeza! As castanhas são só para dar crocância :-D

Reply
avatar
Giseli Ramos
admin
7 de novembro de 2013 15:09 ×

Fiz agora com amêndoas, já que acabaram minhas macadâmias hehe. Meu, isso vira um chocolate amargo, praticamente!

Reply
avatar
Teimosia
admin
7 de novembro de 2013 15:26 ×

É um chocolate amargo, uai :-) Cacau + gordura, e profit. Vou atualizar o artigo com links para outras fat bombs (nome genérico)

Reply
avatar
Giseli Ramos
admin
8 de novembro de 2013 15:02 ×

Hehe, verdade. Ixi, nem sabia que era fat bomb, senão não teria dado para minha mãe. Em mim desceu bem, mas quando minha mãe experimentou, ela ficou enjoada (porque não está acostumada com essa dieta, não a segue).

Reply
avatar
Aldo Moraes
admin
9 de novembro de 2013 13:58 ×

Isso deve ficar uma delícia! Uma dúvida. Você usa como medida a colher de chá ou de sopa?

Reply
avatar
Teimosia
admin
10 de novembro de 2013 20:02 ×

É gostoso mesmo... Fiz outra batelada na sexta-feira, usando pecans ao invés de macadâmias. Ficou muito bom também.

"Colher" geralmente se refere a "colher de sopa". Quando me refiro a "colher de chá", aí é colher de chá mesmo :-D

Reply
avatar
Sandra
admin
11 de março de 2014 17:36 ×

Oi HIlton. A gente come esse fudge ou fat bomb ou pé de moleque quando sente falta de algo doce? Ou existe um horário melhor pra se comer (tipo depois de exercícios por exemplo). Eu fiz uma vez com manteiga, creme de leite, café solúvel e algumas gotas de sucralose.e gotinhas de baunilha. Ai gente, ficou muito booooom!! A receita é do "Mais gordura, menos carboidratos". Só não coloquei nenhuma crocância porque não tinha em casa. Abraços!

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores